RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - OFF e OF

Últimas notícias

Colunistas

RSS
OFF e OF

Roberto Henry Ebelt

24.09.2010

OFF e OF

Os meios de comunicação frequentemente se referem ao processo de produção de algum projeto usando a expressão MAKING OF e muitas vezes se enganam na grafia desta expressão e escrevem MAKING OFF, expressão que significa ESCAPAR, FUGIR, SE MANDAR (um autêntico phrasal verb pois o significado original do verbo TO MAKE, MADE, MADE é fazer).

Para não restarem dúvidas, repito, MAKING OF significa "a feitura de", "a produção de" no sentido de "como foi feito".

A expressão equivalente a "A FEITURA DE" ou "A PRODUÇÃO DE" utiliza a palavra OF com apenas um "efe", conforme vocês podem freqüentemente ler nos DVDs que apresentam trechos a respeito de como o filme em questão foi feito.

Fica, então, a pergunta: qual é a tradução de OFF?

Embora, em certas passagens essa palavra possa ser traduzida pela preposição DE, na realidade, isso é apenas uma coincidência.
Já a palavra OF (com apenas uma letra F) é realmente equivalente à preposição "de" em português.

OF não é a única preposição em inglês que pode ser traduzida por "de".
OF indica a idéia de posse, propriedade.

A idéia de origem, por exemplo, é transmitida pela preposição FROM. Veja: Ele é de São Paulo: He is from São Paulo.

Antes de explicarmos o OFF com dois "efes", saiba que existem ainda outras preposições que podem ser traduzidas pela preposição "de".

Existem verbos, tanto em inglês como em português, que exigem uma determinada preposição para poder funcionar.

Um exemplo é o verbo "sonhar": Você sonha com alguém.

Em inglês o verbo "sonhar" (to dream) exige OF ou ABOUT. Isso não quer dizer que a frase I dreamed of you last night deva ser traduzida por "eu sonhei de você ontem à noite".

A frase correta é "eu sonhei com você ontem à noite". Nós temos que respeitar a regência verbal tanto em inglês como em português.

No exemplo apresentado acima, as preposições utilizadas, tanto em inglês como em português, são uma exigência do verbo utilizado.

E a palavra OFF?

OFF, basicamente, representa a idéia de afastamento.
Em New York existem os teatros OFF BROADWAY. Esses teatros não estão localizados na Broadway. Eles estão localizados em locais afastados da Broadway.

A palavra OFF não deve ser traduzida antes de ser explicada. É extremamente importante que você saiba que OFF faz um contraponto com ON.

Se os theaters on Broadway estão localizados na Broadway, os theaters off Broadway, estão localizados fora da Broadway, afastados da Broadway.

ON significa, antes de tudo, sobre. E isso você já está cansado de saber de tanto ouvir a expressão the book is on the table.

OFF indica afastamento, distanciamento. E vamos parar por aqui. Temos que resistir à tentação de traduzir OFF. É muito melhor entender a idéia que esta palavra transmite do que saber uma tradução qualquer que, provavelmente se aplica a muito poucos casos.

Existem dois phrasal verbs, bastante conhecidos por quem sabe alguma coisa sobre a língua inglesa, que ajudam a memorizar a diferença entre OFF e ON:

O verbo comum, que dá origem aos dois phrasal verbs que vamos mencionar, é o verbo TO TURN, TURNED, TURNED, que significa girar, virar, voltar.

E os phrasal verbs que queremos mencionar são:
To turn on que significa ligar.
To turn off que significa desligar.

Quando você liga um aparelho elétrico, você fecha um circuito, você encosta um fio em outro fio, você faz uma conexão. Você, originalmente, colocava uma lâmina de metal sobre outra lâmina de metal e fechava o circuito, girando um interruptor de um tipo extremamente comum na primeira metade do século passado.

Quando você desliga, você desfaz um circuito, você afasta uma ponta de um fio da outra ponta do fio, fio esse cujas duas pontas estavam ligadas. A idéia é de afastamento.
Esta é a idéia transmitida pela palavra OFF.

Outro par de exemplos:
To take off (quando o objeto direto é uma peça de roupa) significa despir.
To put on (quando o objeto direto é uma peça de roupa) significa vestir.

TO TAKE OFF e TO PUT ON são PHRASAL VERBS.

Aos poucos você pode ir se acostumando com as modificações de significado que preposições e advérbios provocam em inocentes verbos de uma palavra só.

Detalhe: preposições e phrasal verbs, a gente não aprende em um única tacada, principalmente devido ao fato de que não existe uma regra única a respeito que simplifique o assunto. Se você quiser saber mais a respeito do aprendizado de preposições em inglês, leia o livro O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, deste humilde escriba (sbribe, author). Muita gente inteligente já desistiu de aprender inglês, tarefa extremamente fácil para quem é native speaker de português, devido ao simples fato de não saber como enfrentar esta tarefa tão simples. Se precisar de orientação, mande-me um e-mail para roberto@henrys.com.br.

Have a nice weekend.


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 16.08

  • Dia de São Estevão
  • Dia de São Roque
  • Dia do Anjo Elemiah
  • Dia do Filósofo