Últimas notícias

Colunistas

RSS
Duplas negações em inglês não são corretas

Roberto Henry Ebelt

29.10.2010

Duplas negações em inglês não são corretas

Em primeiro lugar, o nosso (meu) conceito de certo e errado está baseado no que é considerado inglês formal. Uma sentença informal pode usar estruturas gramaticais que não são aceitas como inglês formal. Consequentemente, poderão ser consideradas estruturas erradas. Para quem está aprendendo inglês como segunda língua não existe razão para aprender uma forma errada.

O melhor a fazer é aprender logo a forma correta, deixando de lado as opções informais. No que diz respeito a situações nas quais, em português, nós usamos duas negações sem cometer nenhum erro gramatical, devemos prestar atenção redobrada em inglês.

Exemplo:

“Eu não sei nada sobre o linfoma da Estela”. Nessa oração temos duas palavras que transmitem a ideia de negação, a saber, não e nada. Em inglês não pode ser assim. E isso até que faz sentido, pois se você não sabe nada, é possível depreender que “algo” você sabe. Porém isso não é importante, pois cada idioma tem as suas características e estamos conversados. Em inglês existe uma palavra, “any”, que tem uma conotação neutra, de modo que você pode usar o verbo na forma negativa e a palavra NADA formada com o prefixo ANY (anything) em vez de com o prefixo NO (nothing).

Veja:
I do not know anything about Estela’s lymphoma. Ou:
I know nothing about Estela’s lymphoma.

Ambas as formas acima estão gramaticalmente corretas.

Quando você multiplica – x – você terá +, certo? Lembre-se desta regra de multiplicação para não esquecer como funcionam duas negações em uma mesma frase, em inglês.

Há algumas semanas alguém me disse: “you don’t know nothing about communism” (sic).

Como o sujeito não estava me elogiando, ele não conseguiu o seu intento, pois a frase ficou com o seguinte sentido: NADA, você não sabe sobre comunismo (provavelmente sabe ALGUMA COISA). De minha parte só resta dizer THANK YOU VERY MUCH FOR THE COMPLIMENT.

A palavra “compliment” significa elogio.

Não esqueça que é extremamente comum, e já é aceito como inglês formal, juntar o verbo auxiliar TO DO (que é usado em perguntas e negações no present tense e no past tense) de modo que
do + not fica don’t; does + not fica doesn’t e did + not fica didn’t.

Aproveito a deixa para dizer que tenho o maior prazer em responder perguntas sobre a língua inglesa que vocês queiram me fazer ou esclarecer algum aspecto dos meus textos que não tenha sido compreendido, de modo que, se quiserem, acrescentem os seus endereços de e-mail aos seus comentários para podermos dialogar.

Now in English: I have received several e-mails with the same link to an excellent 5-minute video with a speech given by one of the founders of the Brazilian Workers’ Party, namely, Mr. Helio Bicudo.

The link to watch the video is the following: Manifesto em Defesa da Democracia

Vocabulary related to elections:

• Ballot = (verbo): votar, organizar uma eleição, fazer uma votação; cédula de voto.
• Balloting = (substantivo): eleição, votação; votação secreta.
• To cast a ballot: depositar (em uma urna) um voto.
• First round: primeiro turno.
• Runoff: segundo turno. Podemos dizer também “second round”.
• To poll (verbo) contar votos; receber votos: “Tiririca polled 1.300.000 votes”.
• Poll: urna; pesquisa de opinião, pesquisa eleitoral. Ex.: “The polls indicated that the Workers’ Party would win the presidential election in the first round, but they were wrong”.

Read the sentence below to learn other words related to elections:

Although Luis Inácio "Lula" da Silva won the most votes in the first round in 2002, he did not manage to obtain majority of valid votes (i.e. excluding blank or void votes). This led the presidential election to a second round, which Lula won with 61.3% of valid votes.

Let us all be good citizens and cast our ballots properly next Sunday before travelling to the Sierras of our beautiful state. I take the liberty to remind you to drive carefully. If possible, drive at 45 km per hour. It is safer.

 

 


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 21.11

  • Dia da Apresentação de Nossa Senhora
  • Dia da Homeopatia
  • Dia das Saudações
  • Dia do Anjo Seheiah
  • Dia do Município Brasileiro
  • Dia Mundial da Televisão