Últimas notícias

Colunistas

RSS
Duração De Um Curso de Inglês.

Roberto Henry Ebelt

01.07.2011

Duração De Um Curso de Inglês.

Como você provavelmente já notou, é praticamente impossível navegar na Internet sem deparar com a sigla FAQ, iniciais de Frequently Asked Questions. Vamos agora responder algumas das FAQs mais comuns entre quem vai estudar inglês:


Quanto tempo leva para aprender inglês?

Answer: Menos tempo do que levou para você aprender português (o tempo que você levou para aprender a sua língua nativa foi cerca de 3 anos, com contato de 12 horas por dia, ou mais, o que significa mais de 13.000 horas). Um conhecimento mínimo de inglês, apenas para não passar fome em uma viagem ao exterior, pode ser alcançado em, mais ou menos, 100 horas, em grupos de até dez alunos.

Como avançar mais em menos tempo?

Answer # 1: Com um professor particular.
Sendo você o único aluno, você terá a atenção total do professor. A sugestão de aulas individuais é especialmente válida para adultos que não tem condições e paciência para assistir aulas em grupos heterogêneos

Answer # 2: Escolhendo um programa intensivo.
Se você programar uma hora e meia por dia, com aulas de segunda a sexta-feira, você terá 7,5 horas por semana. Em 16 semanas você terá tido mais aulas do que em um ano letivo em curso extensivo. Quanto menor o número de alunos no grupo, mais oportunidades de falar você terá e mais rapidamente se tornará fluente em inglês. Com 2 horas de aula por dia, durante 5 dias por semana, o total semanal será de 10 horas. Em 10 semanas, (100 horas) você poderá cobrir os conteúdos de 2 anos letivos de um curso extensivo tradicional (em um grupo de até 10 alunos).

Answer # 3: Fazendo um curso de imersão, sozinho. Os conteúdos de 3 semestres escolares poderão ser ministrados em 50 horas, (5 dias, se você tiver 10 horas de aula por dia), o que é excelente para quem deveria ter começado a estudar inglês no ano passado e não o fez.

 

O que se pode esperar de um primeiro nível, com cerca de 100 horas, em um grupo de até dez alunos, equivalente a um ano letivo normal ?


O mínimo indispensável para você dizer:

1. Quem você é: 

     My name is Elizabeth Windsor.
     I am James Taylor.

2. De onde vem: 

     I come from Brazil. I am Brazilian.

3. Para onde vai:

     I am going to the airport now.
     I am on my way to the theater.

4. O que você quer:

     I’d like something to drink.
     I don’t want to stay here.
     I want to go back to Bahia.

5. Perguntar um preço:

     How much is this book?
     How much are these apples?

6. Comprar uma passagem:

     I want to buy a ticket to Paris.
     How much is the fare to N.Y.?

7. Pagar o hotel:

     I want to pay my bill. Charge it to my credit card.

E pouca coisa além dos itens acima. Mas, numa viagem ao exterior, dominar esses sete itens significa a diferença entre falar e ficar mudo.

 

O que esperar ao fim de um 2o nível, ou ao fim de 200 horas?

Ao cabo de 200 horas, em um grupo de não mais de 10 alunos, você deverá ter aprendido 2.000 palavras que é o vocabulário médio, tanto em português como em inglês, de um aluno de 2º grau.

• Você também terá um conhecimento maior das estruturas.

• Você estará mais acostumado com os sons da língua inglesa


Como a capacidade de entender é mais passiva do que ativa, deveria ser mais fácil entender do que falar, porém não é bem assim. É realmente muito difícil entender o que não se consegue falar. O ato de falar fica destituído de importância se você não for entendido. E se você não falar a coisa certa, na velocidade adequada, provavelmente ninguém vai ter paciência para ouvi-lo. Além disso, falar envolve dois aspectos:

     1. O que dizer.

     2. Como dizer.

 
Falar ou entender?
O que é mais fácil de fazer? Falar ou entender?
Embora entender pareça ser muito mais fácil do que falar, o fato é que quando estamos tratando de um idioma estrangeiro é extremamente difícil entender uma frase que você já não tenha falado.

 

O que se pode esperar depois de concluir um 3o nível ou depois de ter assistido a 300 horas de aula de inglês?

Ao fim de 300 horas de aula, em um grupo de não mais de 10 alunos, você deverá ter:

• Um vocabulário de aproximadamente a 2.000 palavras (ou menos), que é quase equivalente ao seu vocabulário ativo em português.

• Um conhecimento de estruturas semelhante ao conhecimento de estruturas que você domina em português.

• Capacidade de se comunicar oralmente e por escrito, sem maiores problemas, a respeito de assuntos do dia a dia.

• Capacidade de continuar melhorando o seu inglês indefinidamente, através de seus próprios esforços.

• Confiança para dispensar o seu professor e continuar andando com suas próprias pernas em direção a um desempenho cada vez mais parecido com o que você tem em português.


Leve em consideração o seguinte:
Os pontos que ainda precisarão ser melhorados provavelmente estarão ligados a velocidade de fala e compreensão. O item compreensão inclui o aspecto cultural e isso significa que você precisa estar a par dos assuntos sobre os quais os seus interlocutores vão falar, caso contrário não vai entender nada. A partir do ponto em que você completou 300 horas de aula, em grupo, a maneira mais fácil de desenvolver a sua fluência é através do cultivo intensivo do hábito da leitura em inglês.

Continuaremos com este assunto na próxima semana.

 

Have a nice weekend.

 

 


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 21.11

  • Dia da Apresentação de Nossa Senhora
  • Dia da Homeopatia
  • Dia das Saudações
  • Dia do Anjo Seheiah
  • Dia do Município Brasileiro
  • Dia Mundial da Televisão