Últimas notícias

Colunistas

RSS
A INFLUÊNCIA do FRANCÊS (normando) sobre o INGLÊS (moderno).

Roberto Henry Ebelt

04.05.2012

A INFLUÊNCIA do FRANCÊS (normando) sobre o INGLÊS (moderno).

Nosso último artigo terminou, indevidamente, com a frase VEJA A PALAVRA CHAUFFEUR.
Prossigamos, então, a partir de tal ponto.

 

Veja a palavra CHAUFFER:

CHAUFFER

Chauffeur: sinônimo de professional driver, a saber, motorista a serviço de outra pessoa.
Agora vejam a palavra STOKER: sinônimo de fireman, a saber, foguista. (Fireman também pode ser bombeiro, mas não é o caso que queremos abordar).

A pergunta do dia é a seguinte: Qual é a ligação que existe entre o Conde Drácula e um motorista? É claro que a relação existe apenas em nível de palavras.

A palavra chauffeur, de origem francesa, em francês, significa originalmente foguista, isto é, aquele trabalhador que alimenta uma caldeira com o seu combustível, tipo carvão ou lenha. O substantivo francês vem do verbo chauffer que significa esquentar. O significado original da palavra chauffeur, em francês, equivale a stoker em inglês.

Foguista (português) chauffeur (francês) stoker (inglês).

Qual é a ligação que existe entre o Conde Drácula e um motorista?

O substantivo francês chauffeur vem do verbo chauffer que significa esquentar. O significado original da palavra chauffeur, em francês, equivale a stoker em inglês.

Foguista (pt) chauffeur (fr) stoker (inglês).

E o Drácula?

O personagem Conde Drácula foi criado pelo escritor inglês Abraham Stoker (1847-1912), cujo sobrenome tem a mesma grafia de foguista (stoker).

To chafe: Originalmente significava esquentar as mãos, esfregando uma na outra. O significado atual é causar irritação através do ato de esfregar. Também significa simplesmente “irritar”.

Chafing dish: um prato com aquecimento para manter aquecida a comida. Tudo isso vem do latim calefacere (calidus + facere), a saber: fazer quente. Chafing dish lembra réchaud, certo?

Tão importante para os nossos leitores quanto aprender um pouco mais de inglês a cada semana, é aprender a encarar corretamente o aprendizado deste idioma.

Volto, portanto, a repetir: o aprendizado de um idioma é uma tarefa que não termina nunca mas, nem por isso, você precisa ter um professor sempre ao seu lado, como se fosse uma bengala. Existe um ponto em que você pode dispensar o professor. Eu chamo esse ponto de POINT OF NO RETURN (ponto de onde não há volta ou retorno).

A sua meta deve ser apenas alcançar o point of no return. Para crianças e adolescentes, que estudam em grupos de até 10 alunos, em cursos com 2 aulas de mais ou menos uma hora por semana, esse ponto pode ser alcançado em cerca de quatro anos. Quatro anos significam entre 400 e 500 horas.

Para um adulto eu recomendo programas individuais, que propiciam ao aluno atingir o point of no return em períodos que variam de 100 a 150 horas/aula.

Aqui é necessário enfatizar que, como professor, eu espero que os meus alunos dediquem pelo menos uma hora de estudos para cada hora de aula. Qualquer coisa menos do que isso não é satisfatório, não importa que tipo de curso o aluno esteja fazendo. O único curso em que esta exigência não é viável é o de imersão, que é um curso para emergências, visto que a programação prevê cerca de 08 horas/aula/dia.

Mas, ainda assim, o aluno de um curso de imersão deve reservar pelo menos duas horas, à noite, para fazer o homework e revisar os conteúdos estudados durante o dia.

Para terminar, quero dizer que 40 anos de experiência me ensinaram que o aluno que parou de estudar sem atingir o point of no return não desperdiçou totalmente o seu tempo. Ao reiniciar, sempre ocorre uma maior facilidade de aprendizado, visto que a matéria não é totalmente desconhecida e certamente tomará menos tempo para ser revisada do que tomaria se estivesse sendo apresentada pela primeira vez.

 

I wish you a very nice weekend.


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglêss, ensino


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 28.05

  • Dia da Saúde
  • Dia de São Germano de Paris
  • Dia do Ceramista
  • Dia do Desafio
  • Dia do Gráfico
  • Dia Internacional de Luta Contra a Mortalidade Materna