RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - BIG MONTHLY ALLOWANCE.

Últimas notícias

Colunistas

RSS
BIG MONTHLY ALLOWANCE.

Roberto Henry Ebelt

01.03.2013

BIG MONTHLY ALLOWANCE.

O adjetivo BIG é uma palavra comum para brasileiros desde a década de 50, quando entrei para o colégio, e todo mundo sabe que significa grande. É claro que essa palavra, quando pronunciada por brasileiros que não estão acostumados com a pronúncia inglesa, tende a adquirir uma sílaba adicional que não existe no original, ficando com a seguinte pronúncia abrasileirada: [bí-ghi]. A pronúncia correta é [big] – com uma sílaba apenas. Como, em português, não estamos acostumados a terminar palavras com consoantes abruptas, a tendência é arredondá-las. Nesse arredondamento da consoante final, o que acontece é o acréscimo de uma vogal para formar uma sílaba final que não existe em inglês.

Chegamos ao ponto de adotar neologismos, em português, apenas para satisfazer essa necessidade de arredondamento. Exemplos: STRESS virou ESTRESSE. Neste caso, o original em inglês, que é uma palavra monossilábica, transformou-se em uma novidade brasileira com três sílabas. No meu dicionário AULETE DIGITAL as duas grafias são apresentadas como válidas, o que é um bom sinal. Digo bom, pois mostra que estamos de mentes abertas para aceitar novas palavras em nosso léxico sem pruridos infantis tais como ocorrem na França e no Canadá francófono, onde lojas chegam a sofrer depredações se utilizarem, em suas vitrines, palavras inglesas. Isso que o Canadá é um país com duas línguas oficiais. Vejam:

A multitude of languages are used in Canada. According to the 2011 census, English and French are the mother tongues of 56.9% and 21.3% of Canadians respectively. Under the Canadian Constitution, the federal government has both English and French as its official languages in respect of all government services, including the courts, and all federal legislation is enacted bilingually. New Brunswick is the only Canadian province that has both English and French as its official languages to the same extent, with constitutional entrenchment. Quebec's official language is French, although in that province, the Constitution requires that all legislation be enacted in both French and English, and court proceedings may be conducted in either language. Similar constitutional protections are in place in Manitoba.

Canada is also home to many indigenous languages. Taken together, these are spoken by less than one percent of the population. About .6% Canadians (or 200,725 people) report an Aboriginal language as their mother tongue. (Wikipedia).

Voltando ao título do artigo, a terceira palavra é ALLOWANCE, que significa MESADA e outras coisas mais:

1) your baggage allowance: PERMITTED AMOUNT/QUANTITY, allocation, allotment, quota, share, ration, grant, limit, portion, slice.

2) her father gave her an allowance: PAYMENT, pocket money, sum of money, contribution, grant, subsidy, maintenance, financial support.

3) a tax allowance: CONCESSION, reduction, decrease, discount.

Quanto à segunda palavra da frase que precisamos usar em inglês para descrever a invenção (brilhante, diga-se de passagem, mas totalmente ilegal) que o partido dos trabalhadores bolou para obter maioria no Congresso Nacional, a saber, MONTHLY, ela é um adjetivo (mensal). A tradução literal da frase que intitula este artigo é GRANDE MESADA MENSAL (mensalão).

Detalhe: MONTHLY, por terminar em LY, tem aparência de advérbio. Isso faz sentido, porém MONTHLY, além de significar MENSALMENTE, pode, também, funcionar como o adjetivo MENSAL.

Conclusão: o simples fato de uma palavra terminar em LY não significa que ela seja, obrigatoriamente, um advérbio.

Veja a palavra COWARD (covarde) como substantivo: He is a coward.

COWARDLY, como adjetivo: He is a cowardly person.

COWARDLY, como advérbio: He acted cowardly.

Petê:

Pessoalmente, abomino esse partido que se diz dos trabalhadores, mas precisamos reconhecer a criatividade (desonesta, segundo o STF) de seus líderes, pois como seria possível governar um país com um sistema presidencialista, quando a constituição é francamente parlamentarista?

Durante a gestação desta constituição parlamentarista, que precisa urgentemente ser substituída por uma presidencialista, o Presidente Sarney já havia avisado que seria impossível, com esta constituição, operar um governo presidencialista. Infelizmente os nobres e infelizes deputados constitucionalistas de 1988 não deram a mínima atenção ao presidente. Deu no que deu.

Eu, pessoalmente, acho que um sistema parlamentarista seria muitíssimo melhor para o Brasil. Até agora não entendi a razão de termos copiado o sistema presidencialista americano. O presidencialismo já deu inumeráveis mostras de que não funciona. Será que, só por ser americano, temos que usá-lo aqui? Será que ainda não nos demos conta que o Presidente Obama vive às turras com o Congresso americano?

Se precisa ser assim, não podemos nos queixar de um PT que deu um jeito de resolver esse impasse (embora ilegalmente). Somos vítimas de nossas próprias cabeças duras, pois permitimos que pessoas totalmente comprometidas com seu próprio bem-estar, em 1988, criassem um monstro de sete cabeças apenas para beneficiar os seus próprios interesses (vide o atual número de medidas provisórias e vetos que precisam ser apreciados pelo Congresso.

Stop the world. I want to get off. I can't sleep anymore. Dr. Guaragna, please get me a prescription for Valium or any other anxyolitic drug.


Tags: Roberto Henry Ebelt, ensino, inglês


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 15.08

  • Dia da Adesão: Em 1823 o Estado do Pará faz sua adesão à independência do Brasil.
  • Dia da Informática
  • Dia de Assunção de Nossa Senhora
  • Dia de São Tarcísio
  • Dia do Anjo Sitael
  • Dia dos Solteiros