Últimas notícias

Colunistas

RSS
SAVING MR. BANKS.

Roberto Henry Ebelt

04.04.2014

SAVING MR. BANKS.

Ainda não vi o filme SAVING MR. BANKS (nem sei como se chamará no Brasil), mas já vi o filme que lhe deu origem, pelo menos, umas 50 vezes. Provavelmente quem me lê já deve ter se dado conta que me refiro ao clássico de Walt Disney que, produzido em 1964, recebeu, em 1965, treze indicações para o OSCAR: MARY POPPINS. Lembro-me de tê-lo visto, pela primeira vez, em julho de 1966, no cine Vitória.

Marypoppins.jpg

Mary Poppins is a 1964 American musical fantasy film directed by Robert Stevenson and produced by Walt Disney, with songs written and composed by the Sherman Brothers. The screenplay is by Bill Walsh and Don DaGradi, loosely based on P. L. Travers' book series of the same name. The film, which combines live-action and animation, stars Julie Andrews in the titular role of a magical nanny who visits a dysfunctional family in London and employs her unique brand of lifestyle to improve the family's dynamic. Dick Van DykeDavid Tomlinson, and Glynis Johns are featured in supporting roles. The film was shot entirely at the Walt Disney Studios in Burbank, California.

Mary Poppins was released on August 27, 1964 to universal acclaim, receiving a total of thirteen Academy Award nominations, including Best Picture — an unsurpassed record for any other film released by the Walt Disney Studios — and won five: Best Actress for Julie Andrews, Best Film EditingOriginal Music ScoreBest Visual Effects, and Best Original Song for "Chim Chim Cher-ee". In 2013, the film was selected for preservation in the United States National Film Registry by the Library of Congress as being "culturally, historically, or aesthetically significant".[3] (Wikipedia).

É o típico filme para crianças que, devido a sua qualidade, agrada tanto adultos como crianças. Se você ainda não viu esta obra-prima de Hollywood, passe numa locadora e volte aos seus tempos de criança. Além disso, as cópias disponíveis em Porto Alegre têm subtitles em português e inglês e closed captions em inglês, o que é excelente para quem está aprendendo inglês.

O recurso eletrônico conhecido como closed captioning (CC) foi originalmente desenvolvido para aparelhos de televisão e para que as pessoas com problemas de audição pudessem entender o que se passa em um filme. Assim sendo CC não apenas apresenta as falas dos personagens, como também descreve o que está acontecendo no filme.

O inglês do filme MARY POPPINS  é britânico, e um personagem, o de Dick van Dyke, usa o sotaque característico de um bairro (East London) de Londres, o Cockney.

Para acionar o CC (Closed Captions) você deve usar o controle remoto da TV.

Se preferir ver apenas as falas, acione os subtitles no remote control do DVD player.

Depois de ver Mary Poppins você poderá ver SAVING MR. BANKS e entender do que se trata.

Have an excellent weekend.


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês, artigo, coluna


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 21.11

  • Dia da Apresentação de Nossa Senhora
  • Dia da Homeopatia
  • Dia das Saudações
  • Dia do Anjo Seheiah
  • Dia do Município Brasileiro
  • Dia Mundial da Televisão