Últimas notícias

Colunistas

RSS
Appearances can be deceiving (aparências enganam).

Roberto Henry Ebelt

16.05.2014

Appearances can be deceiving (aparências enganam).

O problema com falsos cognatos é que eles, às vezes, não são totalmente falsos. Observe os exemplos abaixo.

  1. ABSTRACT.

Quem já estudou inglês sabe que ABSTRACT significa RESUMO (na maioria das vezes). Observe que ABSTRACT (como substantivo) significa RESUMO, mas, como adjetivo, ABSTRACT é um perfeito antônimo de CONCRETE.

Exemplos:

Have you written your abstract yet?

Você já escreveu o seu resumo?

This is an abstract situation.

Esta é uma situação abstrata.

  1. APPLICATION

É sabido que esta palavra, na maioria dos casos, significa PEDIDO, SOLICITAÇÃO, PETIÇÃO. No entanto, ela também pode significar APLICAÇÃO.

Exemplos:

His application for the job was not received before the deadline. (Deadline significa prazo final).

Sua solicitação de emprego não foi recebida dentro do prazo estabelecido.

The application of that sum of money was not properly made.

A aplicação daquela soma de dinheiro não foi feita corretamente.

  1. ARGUMENT.

Sabemos que ARGUMENT é tido como um falso cognato e que seu “verdadeiro” significado é BRIGA VERBAL, DISCUSSÃO, mas geralmente ignoramos que ARGUMENT também pode ser traduzido por ARGUMENTO (ponto de vista).

Exemplos:

They had a very serious argument.

Eles tiveram uma discussão muito séria.

What you are telling me is not a valid argument.

O que você está me dizendo não é um argumento válido.

  1. FACILITIES.

Quem está ligado em inglês aprendeu que FACILITIES “não” significa FACILIDADES.

Sabemos que FACILITIES significa INSTALAÇÕES.

O que não sabemos, ou não lembramos, é que a palavra FACILIDADE é FACILITY.

Exemplos:

As nossas instalações estão localizadas na cidade de Guaíba.

Our facilities are located in the city of Guaíba.

As facilidades concedidas pelo governo do estado não foram utilizadas na época devida.

The facilities granted by the state government were not drawn on in due time.

Com esses poucos exemplos quero transmitir a ideia de que o fato de uma palavra ser conhecida como falso cognato não a impede de, em circunstâncias específicas, ser o que ela parece ser.

Lembre-se que o aprendizado de inglês (ou qualquer idioma, estrangeiro ou não) é uma tarefa que dura a vida inteira.

Como nós, brasileiros, podemos nos dar ao luxo de trabalhar com apenas com dois idiomas, português e inglês, vale a pena aprender (e apreender) tudo o que pudermos sobre esses dois idiomas.

Questions about English? Send me an e-mail.

Have an excellent weekend.


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês, artigo, coluna, PontoNET


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 28.05

  • Dia da Saúde
  • Dia de São Germano de Paris
  • Dia do Ceramista
  • Dia do Desafio
  • Dia do Gráfico
  • Dia Internacional de Luta Contra a Mortalidade Materna