Últimas notícias

Colunistas

RSS
PENNY WISE, POUND FOOLISH.

Roberto Henry Ebelt

20.02.2015

PENNY WISE, POUND FOOLISH.

O provérbio acima, que também pode ser apresentado sob a forma PENNY WISE AND POUND FOOLISH, descreve uma pessoa com as seguintes características:

 Prudent and thrifty with small amounts of money, but wasteful and profligate with large amounts.

Prudente e econômico com pequenas quantias de dinheiro, mas esbanjador e pródigo com grandes quantias.

PENNY equivale a centavos (de libra) e POUND é o nome da libra esterlina, em inglês. Ou seja, esta frase descreve uma pessoa que economiza centavos, mas desperdiça milhões.  No caso presente, aquele que prefere não pagar pedágio e gastará uma fortuna para consertar a suspensão e os pneus de seu veículo. Trago este tipo de personagem à baila depois de percorrer 800 km da BR 290 no trecho Porto Alegre – Rosário do Sul – Porto Alegre, em que economizei uns vinte ou trinta reais de pedágio (nesta viagem fiz uma "enorme" economia de reais, mas os amortecedores e molas do carro, junto com os pneus, sofreram um desgaste bem maior do que esses reais economizados).


BR 290 já apresentando desgastes.

Imagino quem foi o PENNY WISE, POUND FOOLISH que eliminou esses pedágios e, consequentemente, a manutenção desta rodovia tão importante para o Rio Grande do Sul. Não compreendo como uma "autoridade" pode ser tão estúpida ao ponto de cortar a manutenção de uma estrada que estava perfeita até 2010. Seria algum político daquele partido? Imagino que resta apenas esta possibilidade, pois tanto o governo federal como o estadual nos últimos quatro anos estiveram nas mãos de indivíduos WHO CAN'T SEE PAST THE TIP OF THEIR NOSES (indivíduos que não enxergam um palmo diante do nariz).

E tem gente que ainda fala mal do Governador Britto.

Para os turistas bissextos, fica a informação: vá devagar no trecho (stretch) entre a BR116 e Rosário.

Esperemos que o Governador Sartori tenha a coragem de fechar a excrescência estatal produzida pelo PT gaúcho (EGR) e contrate a iniciativa privada para pedagiar e conservar as nossas poucas rodovias que ainda merecem tal nome. Como dizemos em inglês, YOU CAN'T EAT YOUR CAKE AND HAVE IT. Não dá para ter boas rodovias (eat your cake) e economizar em manutenção (have the cake).

Obs.: Os provérbios acima, fruto do bom senso de gerações, não se aplicam a administrações esquerdistas, que sempre sabem "melhor" como inventar soluções que só impedem o desenvolvimento do país e da sociedade.

Quanto à RS118 e à RS40, entre Porto Alegre e Viamão, deixo para o Ricardo se preocupar se é que ele já conseguiu sair do costumeiro engarrafamento matinal que hoje, dia 19 de fevereiro, fazia jus ao seu nome em inglês, TRAFFIC JAM, literalmente GELÉIA DE TRÁFEGO, com quase uma dezena de quilômetros de extensão.

Bon Voyage!

 


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês, artigo, coluna


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 28.05

  • Dia da Saúde
  • Dia de São Germano de Paris
  • Dia do Ceramista
  • Dia do Desafio
  • Dia do Gráfico
  • Dia Internacional de Luta Contra a Mortalidade Materna