Últimas notícias

Colunistas

RSS
Subjuntivo.

Roberto Henry Ebelt

08.05.2015

Subjuntivo.

A única coisa que lembro sobre o que aprendi, no ginásio, a respeito do uso do subjuntivo em português é a forma de conjugá-lo. A orientação era para sempre conjugar os subjuntivos acompanhados ou da conjunção SE/QUANDO (na função condicional) ou da conjunção integral QUE.
Esse modo verbal praticamente não é utilizado em inglês. Porém, se ele é tão importante em português, como pode ser tão raro em inglês? Afinal, inglês e português podem não ser idiomas irmãos, mas certamente podem ser considerados primos entre si.

O fato é que as formas verbais do subjuntivo em inglês são praticamente idênticas às formas do indicativo. O subjuntivo, quando é utilizado, aparece apenas na terceira pessoa do singular do present tense.

Portanto, para quem se interessa pelo assunto, o que importa é conhecer a função do modo subjuntivo (subjunctive mood). Você se lembra da função do subjuntivo?
Se você conhecer* (*olha o subjuntivo!) a função deste modo verbal, você sempre poderá verificar se está falando corretamente. Isso vale especialmente para o português. Em inglês, repito, o subjuntivo explícito é uma raridade que estudaremos mais tarde.

O subjuntivo é o modo verbal que, ao invés de expressar uma certeza, expressa uma ideia de dúvida; exprime uma ação, ou situação, irreal, hipotética; expressa um desejo.

Exemplos:

1.    Quando eu tiver dinheiro, pagarei esta dívida (não tenho dinheiro no momento em que falo).
If (when) I have money, I will pay this debt.
2.    Se eu tivesse dinheiro, te pagaria (o que devo) imediatamente (não tenho dinheiro agora).
If I had money, I would pay (what I owe) you immediately.
3.    Se eu tivesse tido tempo ontem, certamente eu teria te telefonado de volta.
If I had had time yesterday, I would certainly have called you back.
4.    O que tu queres que eu diga? Queres que eu minta?
What do you want me to say? Do you want me to lie? (Observe a utilização do infinitive para evitar o uso do subjunctive mood).
5.    Desejo que ela  desapareça da minha vida.
I wish her to disappear from my life/ I wish that she would disappear from my life.
6.    Desejo que sejas muito bem sucedido em teus futuros empreendimentos.
I wish you are very successful in your future endeavors.
7.    Quero que você fique aqui durante a próxima semana.
I want you to stay here during the next week.
8.    Ele exige que nós trabalhemos em S.P., pelo menos, durante os próximos 30 dias.
He demands that we work in S.P. during the next 30 days, at least.
9.    Você gostaria que eu dissesse alguma coisa no encerramento das atividades?
Would you like me to say a few words at the end of the activities?
10.    O que ela quer que você faça depois da última aula?
What does she want you to do after your last class?

Tendo assimilado as situações em que este modo verbal é utilizado, o problema da utilização correta do subjuntivo está resolvido em português e entendido em inglês.
Em inglês, para compensar a quase falta do subjuntivo, usamos o verbo no past tense, no conditional ou no infinitive conforme os exemplos acima.
Quando isso não for possível, usaremos o presente do indicativo mesmo, como é o caso do exemplo número (6).
O aprendizado de inglês deve sempre ser feito a partir da repetição das formas corretas até que a frase correta seja a nossa primeira escolha durante uma conversação. Enquanto o automatismo não for alcançado, o item não pode ser dado como aprendido.
Por hora, devemos nos concentrar no aprendizado da função deste modo verbal e memorizar os exemplos que estiverem* (*subjuntivo, de novo) ao nosso alcance. No próximo artigo vamos examinar mais exemplos que deverão ser memorizados para que sejam* (*olha o subjuntivo aí, de novo) aprendidos. Vamos também examinar a situação em que um subjuntivo explícito é utilizado em inglês.

Dúvidas sobre o subjuntivo? Mande-me um e-mail.
roberto@henrys.com.br
roberto@cursodeingles.com.br


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês, artigo, coluna


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 28.05

  • Dia da Saúde
  • Dia de São Germano de Paris
  • Dia do Ceramista
  • Dia do Desafio
  • Dia do Gráfico
  • Dia Internacional de Luta Contra a Mortalidade Materna