Últimas notícias

Colunistas

RSS
Curiosity killed the cat, but created Science.

Roberto Henry Ebelt

13.01.2017

Curiosity killed the cat, but created Science.

Frequentemente temos perguntas, movidas por curiosidade ou necessidade, e não temos ideia de como extrair uma resposta do Google, visto que saber formular uma pergunta corretamente é metade do caminho que temos que percorrer. Além disso, as fontes em inglês são estupidamente mais vastas em inglês do que em português, o que reforça o meu constante conselho, neste espaço, de sempre aprimorarmos os nossos conhecimentos do atual (e por muitíssimo tempo ainda) idioma mais importante do planeta Terra, a saber, inglês. Voltando ao assunto “curiosity”: se não soubermos formular a pergunta que queremos ver respondida, provavelmente nunca teremos a resposta que buscamos. Além disso, é sabido que quando conseguimos formular a pergunta de maneira clara, frequentemente nosso cérebro já produziu uma resposta, baseado nos conhecimentos que já dispomos. Porém quando chegamos ao ponto em que a resposta continua inacessível, o que realmente conta é a quantidade e qualidade de nossos conhecimentos atuais para pesquisar de outra maneira.

Tenho hoje uma sugestão de um site onde podemos, desde que o façamos em inglês, formular qualquer pergunta que nos ocorre e obter respostas de diversas pessoas que entendem do assunto em questão, o que nos dá a possibilidade de ler as mais importantes e ter um conhecimento oriundo de múltiplas fontes. Além de várias respostas, na maioria dos casos, ainda temos a oportunidade de verificar a avaliação que tais respostas tiveram por parte dos que se interessam pelo assunto. Se você se inscrever no site, o que não obrigatório, e citar as suas qualificações e áreas de conhecimento, quando ocorrer uma pergunta sobre o assunto que você domina, você será chamado para compartilhar os seus conhecimentos sobre a sua área de conhecimento. Eu, por exemplo já fui solicitado a dar informações sobre Porto Alegre e até sobre história da língua inglesa.

O site é www.quora.com.

Vejam o exemplo que uma pergunta e uma das respostas apresentadas:

If North Korea nuked a US aircraft carrier, would the US respond with nuclear weapons, thus escalating the chance of more countries getting involved?

JJ Hantsch, lived in Dunedin, Otago, New Zealand
Written Dec 23 · Upvoted by Eric Johnson, 25 years working in and around USAF F-16s

No. If North Korea got off a ‘lucky shot’ by one of their primitive ICBMs and scored a kill on a US carrier group somewhere in the Pacific Ocean this would be taken as an act of war by the USA. The US would certainly respond militarily as this would meet even the Obama administration’s criteria for military action. However, North Korea hardly requires nuclear weapons to defeat. The US has plenty of air power to destroy North Korea’s military and infrastructure with conventional munitions. Although North Korea has a massive military it’s ability to project power still depends on logistics which is entirely vulnerable to the US. A tank requires fuel and re-supply and the crew needs time to eat and rest. The North Korean air force is not a highly skilled service and would be destroyed whether they came up to fight or not. While North Korea might devastate several South Korean cities, their defeat would be certain. Eventually, the US would invade North Korea and destroy the remnants of the state. By the time this occurred, China and Russia might have established end game conditions. Both nations prefer to have a buffer between South Korea and their nation, but with several thousand Americans having been killed in effectively a sneak attack, the US would be irate about allowing any version of the current DPRK to survive.

Espero que gostem desta sugestão.

I wish you all, an excellent weekend.


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês, artigo, coluna, Ebelt


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 23.10

  • Dia da Aerofilatelia
  • Dia da Aviação e do Aviador
  • Dia de São Severino
  • Dia do Anjo Mumiah