Últimas notícias

Colunistas

RSS
Master’s Degree in Business Administration.

Roberto Henry Ebelt

16.02.2018

Master’s Degree in Business Administration.

O que vale mais para um administrador de empresas com olhos no futuro, ser fluente em inglês ou fazer um MBA?

Sem dúvida, é uma temeridade o indivíduo dedicar centenas de horas/aula para obter um ”degree of MASTER in Business Administration” sem ser fluente em inglês, pois o sucesso no próprio curso depende pesadamente do conhecimento da língua inglesa.

O primeiro investimento na melhoria de uma carreira como administrador de empresas deve ser algo que lhe ajude a melhorar a sua comunicação. E, em termos globais, ninguém se comunica sem ser fluente em inglês.

O custo para um adulto obter fluência em inglês pode ser quase igual ao que ele gastaria na obtenção de um título de MBA, mas as aulas de um curso de inglês de qualidade serão individuais e o aluno terá toda a atenção do professor. Não se acomode com menos do que um curso individual, apenas porque é mais barato. Nem é porque o barato geralmente sai caro, mas porque, nesse caso, o barato pode ser bom, mas toma muitíssimo mais tempo. Um curso aberto, geralmente é para adolescentes que tem 5 ou mais anos para se tornar fluente em inglês.

Lembro de um de nossos melhores professores nos anos 90, o Charles Knapp. Ele, segundo me contou, estudou cerca de 8 anos durante sua infância e adolescência, se a memória não me falha, no velho Cultural e se tornou fluente e um ótimo professor. Trabalhou vários anos conosco até que, depois de formado, entrou na arena em procura de uma boa posição numa multinacional. Em menos de um ano já havia conquistado um cargo de diretor e hoje continua sendo diretor em uma multinacional milhares de vezes mais importante do que a empresa em que foi diretor pela primeira vez. INGLÊS é indispensável é deve ser uma prioridade para qualquer um no mercado de trabalho. Se você fosse um adolescente com 8 anos à disposição para estudar inglês numa escolinha antes de entrar no terceiro nível, um cursinho tradicional seria a opção correta. Mas se você já é adulto, não se engane.

Só donos de empresas não precisam se preocupar em falar inglês, pois podem pagar $$$ para andar enrabichados com um tradutor, MAS sempre estarão nas mãos de outros, pois, como dizem os italianos, TRADUTTORE, TRADITORE, o que é uma injustiça para conosco, tradutores, mas sempre existe o perigo de as ideias de quem fala não serem perfeitamente bem entendidas por quem traduz.

Você NÃO pode se dar ao luxo de não ser fluente em inglês.

Have an excellent weekend.


Tags: Roberto Henry Ebelt, inglês, artigo, coluna, Ebelt


Roberto Henry Ebelt é professor, escritor, escreveu uma coluna semanal para o Jornal do Comércio de Porto Alegre entre 2001 e 2013, e é diretor do curso HENRY'S BUSINESS ENGLISH desde 1971.

Seu mais recente livro, O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE ESTUDAR INGLÊS, pode ser encontrado nas livrarias Disal, Cultura e SBS ou à rua Hoffmann, 728 em Porto Alegre.

E-mail: roberto@henrys.com.br
Fone (51) 3222-3144
www.henrys.com.br
Página no Facebook: https://www.facebook.com/henrysbusinessnglish/?pnref=lhc




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 15.10

  • Dia de Santa Tereza d’Avila
  • Dia do Anjo Ayel
  • Dia do Normalista
  • Dia do Professor