Últimas notícias

Colunistas

RSS
Quem vê cara não vê coração?

Iane C. Alvares

26.10.2010

Quem vê cara não vê coração?

Ditado antigo. De um tempo para cá ficou fora de moda. Hoje em dia parece que só veem a cara, o corpo e se a roupa é de grife... Tudo funciona de acordo com o corpo ou o poder (dinheiro). Estes dois predicados movem o mundo. Será que estamos ficando assim mesmo?

Vemos cinquentões – com poder e dinheiro – trocando suas companheiras de anos de batalha por adolescentes. Vão em busca do que? De sexo? Não acredito que seja só isto, poderiam ter o mesmo com mulheres de sua faixa etária. Talvez queiram se sentir mais potentes desfilando com belas e jovens mulheres. E elas os fazem mesmo parecer que remoçaram. Alguns se apaixonam com o que a mocidade pode lhes oferecer, mas a maioria está apenas olhando para a cara ou também não para o coração?

E as mocinhas? Porque querem homens mais velhos? Elas se encantam com a experiência – e aqui, inclua-se a sexual – e com o que eles podem proporcionar com a estabilidade financeira já alcançada. Sentem-se valorizadas com o interesse deles. Até então andavam com garotos de sua idade que, como qualquer adolescente saudável, preocupa-se com a sua imagem, com seu desempenho sexual, deixando para segundo plano o prazer e o agrado das meninas.

O cinquentão não tem pressa, até porque a idade o deixou mais lento; ele deslumbra-se com o visual daquele corpo desabrochando e cheio de vida. Parece um casal perfeito neste mundo superficial que transformamos nossa sociedade.

E as mulheres maduras? Elas não estão mal, não. Estão curtindo a vida como não curtiram na juventude. Trabalham, são independentes, maduras e mantêm-se jovens de coração. Acabam sendo muito “paqueradas” por rapazes mais jovens.

O que eles buscam nelas? Muito mesmo!!! Eles se encantam com a maturidade e a independência que suas colegas ainda não têm. Ah! E sexualmente então! São mais experientes e muitas vezes ousadas e sedutoras.

Alguns buscam realmente só a cara, sem ver o coração, mas a maioria não é assim. Apesar da tendência mundial ao superficialismo, acredito que nos últimos anos algo está mudando. Ainda tem quem olhe em primeiro lugar para o coração, para o companheirismo, para o mais profundo.

Ainda vemos casais fazendo bodas de ouro e apaixonados, um descobrindo o outro a cada dia. Eles mantêm a chama acesa e lutam juntos, como dois companheiros, para pagar as contas no final do mês. Estes dias vi uma amiga de 78 anos começando a namorar um senhor de 80 e ambos parecem deslumbrados com a nova e apaixonada experiência que estão vivendo.

Este é apenas um exemplo, pois vemos cada dia mais casais iniciando relacionamento na terceira idade, eles recomeçam a vida. Um busca no outro amizade, vida e sexo.

É, o ditado antigo continua válido sim, só temos que acrescentar a palavra SÓ:
Quem vê só cara, não vê coração.


Tags: Iane Campos Alvares, psicologia, psicóloga


Iane Campos Alvares é psicóloga clínica.
e-mail: ianecalvares@gmail.com
fone (51) 9114-6853




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 27.06

  • Dia de N.S. do Perpétuo
  • Dia do Anjo Ierathel
  • Dia do Artista Lírico
  • Dia Internacional da Pessoa Surdocega
  • Dia Mundial do Diabético
  • Dia Nacional do Progresso
  • Dia Nacional do Vôlei