Últimas notícias

Colunistas

RSS
Idoso, e agora?... É hora de se reinventar

Iane C. Alvares

24.08.2016

Idoso, e agora?... É hora de se reinventar

Você está com mais de 60 ou 65 ...  ou 80 anos? E é considerado idoso ou velho?  Aliás, estes termos lembram uma pessoa já tendo que ter muitas regalias, porque afinal, idoso, já está velho e precisando de ajuda. No entanto, esta etapa de vida é um momento de recomeçar.

Já não se tem mais filhos que dependam de sua atenção, a maioria está começando a pensar em “mudar de vida” e ter mais “tempo para viver”. O que fazer agora? O que fazer com este tempo livre? ...  Hora de se reinventar. Hora de poder olhar mais para si, descobrir seus desejos, descobrir novos amigos e redescobrir os antigos, que ficaram esquecidos na correria da vida, é hora de se redescobrir.

Comecei a pensar na palavra “tempo” e fui ler sobre esta palavra na mitologia grega. No português temos a palavra tempo com vários significados, inclusive o tempo climático. Podemos encontrar na mitologia e em algumas línguas mais antigas, duas palavras que significam “tempo”: Kronos e Kairós.

Kronos refere-se ao tempo cronológico e representado na mitologia por um velho, senhor do tempo que não para, controla o tempo do nascimento até a morte. O tempo cronológico é aquele que nunca é suficiente, o tempo que escraviza, preocupa e estressa.

Kairós é o tempo que não pode ser cronometrado, que não pertence a Kronos. Na mitologia é um jovem que não se importa com o relógio, não é previsível, apenas acontece. É o momento, a oportunidade. Acontece, sem hora marcada, são os momentos que se tornam eternos, ainda que tenham sido breves. Ele simboliza o melhor instante. Portanto, está relacionado à qualidade do tempo vivido, presente nos momentos especiais e inesquecíveis.

Quantos momentos Kairós deixamos de viver, por estarmos preocupados com o tempo Kronos? São momentos geralmente breves, mas que deixam aquelas lembranças inesquecíveis. São as recordações dos momentos Kairós que nos fazem sentir saudades. Quando estamos em um momento Kairós, queremos que Kronos permaneça imóvel, porque queremos que o tempo pare para eternizar o momento.

Para os Gregos, Kronos representa o tempo que falta para a morte e Kairós, seu oposto, representa momentos afortunados que transcendem as limitações impostas pelo medo da morte.

Lendo sobre Kronos e Kairós na internet, podemos concluir que Kairós é aquele tempo mágico, livre do peso cotidiano de nossas obrigações e sem ansiedade de anteceder o futuro. São aqueles momentos que podemos deixar um pouco de lado a razão e voltamos a brincar, vivendo com leveza e intensidade. Neste sentido e nestes momentos podemos resgatar a compreensão do ser e do humano.

Por isso, digo que quando já temos o direito de olhar para nós mesmos, já sem as correrias e obrigações, já sem os filhos para educar; quando já temos maturidade, chegou a hora de nos reinventarmos. Nos reinventando com mais momentos Kairós, livres para podermos aprender e criar.

Pensando em pessoas maduras, que querem ter mais momentos Kairós para se reinventar é que estou com mais duas colegas, em Viamão, formando um grupo para quem tem pique e fôlego para brincar e, juntos, descobrirmos uma vida nova, um recomeço.


Tags: Iane Campos Alvares, psicologia, psicóloga, coluna, comportamento, saúde mental


Iane Campos Alvares é psicóloga clínica.
e-mail: ianecalvares@gmail.com
fone (51) 9114-6853




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 25.06

  • Dia da Agricultura
  • Dia de São Máximo de Turim
  • Dia de Salomão da Bretanha
  • Dia de São Guilherme
  • Dia do Anjo Nith-haiah
  • Dia do Cotonete
  • Dia do Imigrante
  • Dia do Quilo