Últimas notícias

Colunistas

RSS
As características marcantes dos gatos:

Vininha F. Carvalho

31.07.2012

As características marcantes dos gatos:

Os seres humanos e os gatos possuem a mesma região do cérebro responsável pelas emoções, sendo que o cérebro do gato é mais similar ao do homem do que ao do cão. A audição dos gatos é muito mais sensível do que a dos homens e dos cães. Seus ouvidos afunilados, canalizam e amplificam os sons como um megafone, ouvem até 65 khz (kilohertz), enquanto que os homens ouvem até 20 khz.

O gato possui mais ossos do que os humanos. Enquanto o homem possui 206, os gatos possuem 245 ossos. Os gatos possuem 32 músculos que controlam suas orelha. Ele pode girar suas orelhas, independentemente, a quase 180 graus, e 10 vezes mais rápido do que o melhor cão de guarda.

Em proporção ao corpo, os gatos são os mamíferos que possuem os maiores olhos. Ele enxerga 6 vezes melhor do que um humano à noite, porque necessita de 1/6 da quantidade de luz necessária ao homem para enxergar. O campo de visão de um gato é de 185 graus.
Pesquisas revelaram que os gatos podem ver o amarelo, azul e o verde. Ainda não se sabe ao certo, se conseguem ver o vermelho, provavelmente essa cor é vista como cinza ou preto.

Por serem muito sensíveis à luz, os olhos dos gatos possuem pupilas verticais. Eles tem dificuldade para visualizarem os detalhes e as cores, devido a capacidade de enxergar com pouquíssima luz. Eles não conseguem enxergar pequenos detalhes, veem o mundo desfocado. Quando totalmente abertas, as pupilas ocupam uma área proporcionalmente maior do que a pupila do homem. No fundo do olho, os gatos tem uma camada de células denominadas “tapetum lucidum”. A luz, após absorção, é refletida por essas células de volta para a retina, para que seus receptores tenham uma segunda chance de captá-la. Isso aumenta a eficiência dos receptores da retina em cerca de 40%.


Curiosidades:

  • Gatos de olhos azuis e brancos de pelagem, são geralmente surdos.
  • Leva cerca de 2 semanas para o filhote ouvir bem e seus olhos abrem em média com 7 dias.
  • O gato possui aproximadamente 60 a 80 milhões de células olfatórias. O homem possui entre 5 a 20 milhões.
  • Os gatos possuem um órgão olfatório especial no céu da boca, chamado Órgão de Jacobson. É um analisador de odores e é por isso que as vezes vemos os gatos abrir a boca estranhamente (riso sardônico), quando sente odores fortes.
  • O gato possui um total de 24 bigodes, agrupados de 4 em 4. Seus bigodes são usados para medir distâncias.
  • Gatos têm 30 dentes, enquanto os cães possuem 42. Os dentes de leite são substituídos pelos permanentes, por volta dos 7 meses de idade.
  • As patas do gato possuem receptores muito sensíveis que levam informações, na velocidade da corrente elétrica, até o cérebro: exploram coisas novas, sentem os alimentos, a velocidade do que passa sobre elas.
  • Quase 10% dos ossos dos gatos se encontra na cauda, e esta é responsável pela manutenção do seu equilíbrio.
  • O gato doméstico é a única espécie que consegue manter a sua cauda ereta enquanto anda. A cauda também é demonstrativo do estado de humor do gato.
  • Gatos esfregam o rosto em objetos e pessoas para marcar com o seu cheiro, como uma assinatura. O odor é deixado por glândulas, que possuem na parte anterior do rosto.
  • Fêmeas esfregam o corpo em machos que querem e também, de uma forma geral, todos se esfregam naqueles que sabem serem maiores e mais fortes, mas não quer dizer que o considerem superiores. É uma deferência e um pedido de amizade.
  • Existem cerca de 100 raças de gatos.
  • Gatos respondem mais facilmente a nomes terminados com som “i”.
  • O gato treme quando sente muita dor.
  • Os gatos são muito limpos e passam cerca de 30% de sua vida se limpando. Quando se lavam, eles perdem quase tanto líquido quanto perdem na urina.
  • Gatos adultos e sadios passam 15% de sua vida em sono profundo. Em sono leve por 50% de sua vida, o que deixa apenas 35% do tempo no estado acordado. Mas passam do estado de sono profunda para acordado e alerta, mais rápido do que qualquer espécie.
  • A expectativa de vida de um gato de rua (sem dono) é de cerca de 3 anos. Um gato com dono e dentro de casa, pode chegar a 16 anos.
  • Para calcular a idade do seu gato, considere que o primeiro ano de vida equivale à 15 anos humanos. Adicione 4 (anos) a cada ano a mais de vida que ele tiver.

Tags: Vininha, meio ambiente, animais


Vininha F. Carvalho é jornalista, ambientalista e engajada na causa dos animais. Graduada em administração de empresas e economia, é especializada em temas que envolvem questões na área ambiental, principalmente relativas a animais, para veículos da mídia impressa e eletrônica. Atuante em entidades e projetos com enfoque social.
Presidente da Fundação Animal Livre.
e-mail: vininha@uol.com.br
Home page: www.animalivre.com.br





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 20.02

  • Criação do Correio Aéreo Nacional (1931)
  • Dia de Santo Eleutério
  • Dia Mundial da Justiça Social