Últimas notícias

Colunistas

RSS
A qualidade de vida de um animal começa pela boca

Vininha F. Carvalho

13.05.2016

A qualidade de vida de um animal começa pela boca

Cada vez mais os animais são considerados como membros da família. E, para agradar, muitos tutores acabam oferecendo alimentos da sua dieta, sem saber que alguns deles podem causar aumento da frequência cardíaca e respiratória, tremores, incontinência urinária, vômito, diarreia, convulsão e até levar a morte. Muitos componentes consumidos pelos seres humanos que podem ser maléficos aos animais de estimação, tais como cebola, gordura, frutas ácidas, doces, batata crua ou cozida, espinafre, chocolates e demais guloseimas.

Os animais não possuem a necessidade de experimentar novos paladares. A ração balanceada e adequada ao porte do animal oferece vitaminas, minerais, lipídios, carboidratos e proteínas, especificas para cada faixa etária e espécie. Na hora de escolher a ração é necessário, também, levar em conta a individualidade de cada raça, visando prevenir problemas de saúde. O Schnauzer, por exemplo, são predispostos a desenvolver cálculos renais e, o alimento consumido precisara auxiliar na prevenção.

A ração deve ser armazenada bem fechada em local seco e deve ser servida na quantidade indicada. O balanço nutricional específico para cada fase da vida do animal mantém o apetite, o peso corporal e a massa muscular, estimulando as defesas naturais. Nunca se deve brincar ou levar para passear logo após a refeição, principalmente os cães de porte grande, para evitar a torção gástrica. A ração umedecida nunca deve ser deixada à disposição por mais de uma hora. Na geladeira poderá ser mantida por 24 horas.

Uma boa opção é oferecer sempre petiscos naturais, como: manga, banana, melão, cenoura, couve cozida, abóbora cozida e cortada em quadradinhos, brócolis cozidos, beterraba cozida, etc.... Os legumes e frutas nas quantidades certas oferecem ação anti-inflamatórias e antioxidante. A semente da maça é proibida, tem efeito nocivo a saúde do animal, provoca intoxicação.

Os cães têm um paladar muito seletivo, eles distinguem e selecionam sabores diferentes em pequenas porções de alimentos. Os gatos necessitam de alimentos que possuem entre 70% a 80% de umidade, ou seja, eles precisam de 50 ml por quilo de água por dia para serem saudáveis.

Um cão pode comer excessivamente quanto é vítima de uma doença hormonal ou por problemas comportamentais, como: ansiedade, estresse, ócio ou por hábitos desenvolvidos pelo convívio com os tutores.

- Dicas saudáveis para fortalecer a dieta :

- Peixes: bacalhau, dê preferência ao fresco. O salgado possui excesso de sódio, o que pode fazer mal ao cão. Rica em ômega 3, a sardinha, quando ingerida atua no controle e prevenção de alergias, inflamações e doenças, inclusive o câncer. O ideal é cozinha-la, pois cru, este peixe possui uma enzima que degrada algumas de suas vitaminas. A sardinha é fonte de vitamina A, ferro, potássio e magnésio. Lembrando, também, que devesse tomar muito cuidado com espinhos que podem causar uma perfuração nos órgãos internos quando ingeridos.

- Batata doce: é um ótimo ingrediente para a dieta dos cães, pois é super nutritiva, possuindo fibras, vitamina B 6, potássio, vitamina A, vitamina C e manganês.

- Carne: é um ingrediente valioso e, auxilia no bom funcionamento de todos os sistemas do organismo. Cães e gatos são seres carnívoros e devem ter sua natureza respeitada, por isso estes alimentos devem fazer parte da dieta regular dos pets servindo de fonte primária de proteína, lembrando de atentar-se ao teor de gordura, minerais e entre outros nutrientes. Ressalto, que as carnes (frango e bovina), ovos, leite de vaca, cereais como milho, soja e trigo, corantes e conservantes da ração podem provocar alergias em animais sensíveis aos componentes.

- Iogurte – natural: Rica fonte de cálcio e vitaminas do complexo B, ajuda a prevenir infecções e estimula a imunidade. Importante ser usado com moderação e diariamente.

- Óleo de côco – uma das melhores gorduras a serem usadas na alimentação dos animais. Auxilia no combate a micro-organismos (fungos, bactérias e vírus). Possui efeito antisséptico. Poupa o sistema digestivo, sendo bastante indicado para animais com problemas hepáticos , pancreatites, colites . Ajuda na eliminação de bolas de pelos nos gatos. Grandes benefícios para pele e pelos. Consulte um médico veterinário para saber como fazer essa oferta e se seu pet pode receber.

- Azeite extra virgem – antioxidante que ajuda o sistema imunológico no combate a infecções, retarda o envelhecimento precoce, é um ótimo alimento para o cérebro, circulação e respiração. Oferecer uma colher de sopa (cão de porte grande) ao dia, em jejum. Os menores devem consumir menos.

- Alcachofra: indicada para manter o equilíbrio das funções diuréticas e do colesterol. Pode ser servida em forma de pó misturado ao alimento.

- Especiarias e temperos – muitas são as especiarias e temperos existentes. Eles apresentam benefícios dos mais diversos além de acrescentar sabor e aroma ao alimento. O alho é indicado para combater a bactéria Helicobacter, presente no estomago da maioria dos cães, além de ser fungicida, antiparasitário, antiviral, estimula a produção de glóbulos brancos, ajuda a combater a glicose, o colesterol e os triglicerídeos. É permitido dar até meio dente de alho para cada 10 quilos do cão. Os cães da raça Akita não podem consumir alho em hipótese alguma, causa uma grave intoxicação.


Tags: Vininha, animais, Animalivre, pet, meio ambiente


Vininha F. Carvalho é jornalista, ambientalista e engajada na causa dos animais. Graduada em administração de empresas e economia, é especializada em temas que envolvem questões na área ambiental, principalmente relativas a animais, para veículos da mídia impressa e eletrônica. Atuante em entidades e projetos com enfoque social.
Presidente da Fundação Animal Livre.
e-mail: vininha@uol.com.br
Home page: www.animalivre.com.br





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 23.04

  • Dia de São Jorge / Ogum
  • Dia Mundial do Escoteiro
  • Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor
  • Dia Nacional do Choro