Últimas notícias

Colunistas

RSS
Usina de Belo Monte - O ridículo dos ignorantes bonitos.

Carlos Mello

07.12.2011

Usina de Belo Monte - O ridículo dos ignorantes bonitos.

Uma coisa é certa, até os maiores adversários concordam em um ponto: Que cada um deve atuar na área que entende, que domina, é o nosso velho e surrado ditado que diz: Cada macaco no seu galho.

Estou me referindo ao fiasco de um vídeo feito com artistas da rede globo, todos ou quase todos cariocas de asfalto, postado na internet com a opinião de quem entende NADA de um assunto e resolvem dar palpite assim mesmo. O problema não é não entender de um assunto, pois todos nós somos ignorantes em maior ou menor grau em centenas de assuntos, o pior e não se informar a respeito antes de darem sua opinião.

Na verdade o erro deles foi direcionar ao público errado, seus “fregueses” naturais são os telespectadores de novelas, que na minha opiniãozinha é das piores coisas que existe na televisão brasileira, pois são estórias ridículas, verdadeiras máquinas de emburrecer, dirigidas principalmente ao público das camadas “E” ou “F”, embora existam muitos até alfabetizados que assistem.

Se tivessem colocado exclusivamente para seus fãs talvez as besteiras ditas teriam passado despercebidas e provavelmente seriam aceitas, mas na internet eles voaram para uma céu que não era a altura deles, pois ali tem os seus admiradores que confundem sua beleza artística com os personagens que interpretam e não se dão conta que se passarem por algum engenheiro, por exemplo, não os transforma em entendidos em absolutamente NADA destas áreas técnicas.

O vídeo que me refiro é este:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ep64iW3vO_0

O mais hilariante é que não tiveram sequer a dignidade de criarem alguma coisa, pois copiaram descaradamente a idéia do movimento “Don’t Vote” americano.

Comparem vídeo deste movimento: http://www.youtube.com/watch?v=d8y1e-z1JA0

Reparem que no tempo de 3,27 minutos a artista tira o sutiã, até nisto faltou imaginação, pois fizeram exatamente igual, como se tirar o sutiã fosse algum argumento técnico. Tem outro vídeo deste “Don’t Vote” (são vários) em que a artista faz um mini Streap tease ridículo que também foi imitada pelos “técnicos” da Globo.

Atualmente, com a internet espraiada não é fácil fazer um vídeo com um falso alarmismo em defesa de índios, rios e natureza amazônica com tanta desinformação como se fosse um capítulo de novela sem que pessoas que realmente entendam do assunto não desmascare a desinformação. Foi o que aconteceu quando estudantes de engenharia e técnicos, alarmados com poluição intelectual postada, fizeram seus próprios vídeos levando a um verdadeiro nocaute o besteirol das celebridades.

As respostas estão em vários vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=gVC_Y9drhGo&feature=share

http://www.youtube.com/watch?v=fdnYqNwBmD4&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=qgfMWIZf808&feature=related

Nestas respostas existe o que faltou às celebridades novelescas, estão apresentados cálculos, informações geográficas e implicações econômicas e sociais. Mostram que o impacto ambiental está exagerado, que energia hidroelétrica é limpa sim, que outras formas de produzir energia são muitíssimas mais caras, que NENHUMA terra indígena será alagada, como se índio trabalhasse na terra, isto tudo mostrado de forma simples e didática, que até os noveleiros serão capazes de entender.

Algumas besteiras são tão grandes que deverão se tornar pérolas, por exemplo, uma artista diz “abaixo da barragem, o rio banha o Parque Nacional do Xingu”, ela deve ter tirado zero na prova de geografia, pois este parque fica no Mato Grasso e não no Pará e ainda 1000 Km acima.

Falam bobagens e não esclarecem que os 640 Km² da floresta são 0,004% da área do Pará, e que 19.000 km² da floresta são desmatadas TODOS OS ANOS, ou seja, estes 640 Km² equivale a OITO dias de desmatamento da Amazônia. Segundo o sistema PRODES o desmatamento anual da Amazônia entre 2000 e 2005 foi de 121.300 Km2 de floresta. Eles também “esqueceram” de informar isto.

Estão usando a mesma técnica que já aplicaram na campanha do desarmamento, na qual foram desmascarados por quem entendia do assunto, se “esquecem” de fazer qualquer campanha contra a Copa que vai custar mais de 30 Bilhões (mais que os 25 bilhões desta hidrelétrica) trazendo pouquíssimos benefícios ao povo brasileiro. Será porque a Globo tem interesse? Da roubalheira dos políticos também não se lembram de fazer nada.

Todos tem o direito de ter suas opiniões, certas ou erradas, mas que pelo menos vejam os argumentos dos dois lados antes de concluírem sua convicção.
Ainda bem que estamos na época da informação, que existe a internet, senão seria o monopólio da burrice, quer dizer, da desinformação.


Tags: Carlos Mello, artigo


Carlos Mello é formado em Economia pela UFRGS, trabalha com Avaliações Financeiras e Cálculos Periciais. Reside em Porto Alegre.

Email: carlosmello@ufrgs.br
Telefone: (51) 99113-2232




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 19.03

  • Dia da Escola
  • Dia de São José (feriado municipal em Fortaleza - CE)
  • Dia do Carpinteiro e Marceneiro
  • Dia do Diplomata
  • Dia do Funcionário Público Municipal
  • Dia dos Moribundos
  • Dia Mundial do Artesão