Últimas notícias

Colunistas

RSS
Carnaval – Festa da chinelagem

Carlos Mello

01.02.2012

Carnaval – Festa da chinelagem

Há alguns anos atrás escrevi dizendo que não gosto de carnaval, fiz pensando em estar meio isolado, pois achava que somente eu, minha família e meus amigos não gostavam de carnaval. Descobri que tem muita gente que também não gosta, nem todos tem este mau gosto.

Então desculpem os que gostam e que naturalmente tem toda a liberdade de expor porque gostam, afinal tem gosto pra tudo, mas aqui vou expor um pouco do que pensa quem não gosta.

Festa popular nenhuma é boa, mas carnaval é a pior. É só chinelagem intelectual, amontoado de gente cheirando a suor, barulheira horrorosa (alguns dizem que é música), povão idiotizado pela bebida, mulheres apelando para aparecer, pessoas urinando em qualquer lugar, banheiros químicos lotados e infestados de sujeira, trios elétricos, pagode pra todo lado. Enfim, tudo que é ruim, chato e feio se junta para ficar pulando de forma ridícula.

Até é compreensível crianças até no máximo 8 anos gostar da festa por um período de uns 10 minutos, depois disto seguramente deve haver um desvio mental se continuar gostando. E com tanto espaço na mídia apresentando esta festa como cultura, só aumenta a impressão de que somos um país de idiotas, e o pior: Pensam que todos são idiotas, o que não é verdade.

Não é exclusividade de brasileiro, pois é comemorado também na Alemanha, Bélgica, Itália, França e EUA. Só que lá não é levado a sério e aqui faz parte da política oficial do pão e circo.

O resultado de esta chinelagem ficar dias se achando o máximo fazendo correrias pelas ruas travestidas de loucuras, tão suadas, tão felizes, tão sujas, tão livres pulando e cantando pagode, samba, rap, frevo e outros sons de altíssimo volume e péssimo gosto regado a cheiro de suor, mijo e cerveja, é que trazem casos de imprudência, irresponsabilidade e as ruas viram um lixão.

Uma coisa que sempre me chamou a atenção nestas festas é que os carnavalescos adoram se fantasiar e exaltar figura de nobres medievais. Não sabem que foram exatamente esta classe de pessoas que mais humilharam os antepassados da maioria dos que passam o ano inteiro juntando dinheiro para fazer uma fantasia.

Sempre procuro me informar bem a respeito de desfiles, escolas de samba (deve ter sido um gozador que colocou o nome de ESCOLA DE SAMBA), grupos de gente pulando e dançando. Isto para eu passar o MAIS LONGE POSSÍVEL.

Ainda menos mal que aqui no sul esta festa que mais parece uma sessão gigante de macumba não tem a importância que dão em São Paulo, Rio e no nordeste do Brasil, então é possível ignorar sem muita dificuldade. Isto sim é que é felicidade.
 


Tags: Carlos Mello, artigo


Carlos Mello é formado em Economia pela UFRGS, trabalha com Avaliações Financeiras e Cálculos Periciais. Reside em Porto Alegre.

Email: carlosmello@ufrgs.br
Telefone: (51) 99113-2232




Opinião do internauta

  • carlos quevedo (20.02.2012 | 10.21)
    não chego a odiar ou desprezar, embora eu nunca tenha gostado, nem mesmo quando era criança. nunca vi sentido na coisa. não me impressiono quando sulistas não gostam de carnaval, impressionei-me quando morei no RJ e conheci vários cariocas que não gostavam de carnaval nem um pouco. parece que aparente "adesão carnavalesca" tem muita pitada de mídia. eu particularmente só gosto de ver aquelas "máquinas mulatas" na avenida. tu viu aquilo? pelamordedeus... (vixe, blasfemei) ué, falei vixe, blasfemei de novo. rsrsrs
  • Maria Gourgues (06.02.2012 | 20.19)
    Concordo em 100% sobre o carnaval, pra mim é festa para bêbado. Não exista nada de bom gosto nesta festa. O link abaixo tem uma boa opinião sobre esta droga chamada carnaval. http://www.youtube.com/watch?v=JhFeEJuKl5I
  • Alberto Muller (01.02.2012 | 19.26)
    Engraçado que carnaval é uma festa pagã, imaginei ser bem ao gosto dos ateus. (é brincadeira). Concordo 100% com a tua opinião, moro no Menino Deus, quando o carnaval era no Parque da Harmonia, todo o centro, Parque Marinha, Menino Deus e arredores viravam um banheiro a céu aberto. Fora a sujeira pelas ruas. Não dá pra entender este gosto por esta festa, realmente é coisa de gente com uma grande pobreza de espírito.
  • Roberto Henry Ebelt (01.02.2012 | 13.11)
    Mas bah, Mello, Tiraste as palavras da minha boca. CARNAVAL é igual COMUNISMO: se o "ser humano" completou a maioridade e ainda se liga nesses contrasensos, algo está errado. O cara não consegue enxergar corretamente a vida ou é um político demagogo, pensando na sua reeleição Parabéns pelo texto.
  • Resposta do Colunista:

     Pois nunca morei no Rio, mas TODOS os cariocas ou moradores do Rio que conheço "fogem" de lá nesta época.

  • Resposta do Colunista:

    Maria Gourgues, Concordo que é uma festa mais para quem bebe bastante.

  • Resposta do Colunista:

    Até deve ter muito ateu nessa festa, mas acho que é pecado para os religiosos, para os muçulmanos então deve equivaler a uma sentença de morte, he he.
    Eu morei muitos anos na Av, Bastian no Menino Deus. Então sei bem como era em épocas de carnaval, e também nas quartas e domingos quando tinha jogo de futebol. Muito ruim.
     

  • Resposta do Colunista:

    Obrigado henry. Comparar com comunismo eu não tinha pensado, mas concordo que são duas drogas.

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 19.03

  • Dia da Escola
  • Dia de São José (feriado municipal em Fortaleza - CE)
  • Dia do Carpinteiro e Marceneiro
  • Dia do Diplomata
  • Dia do Funcionário Público Municipal
  • Dia dos Moribundos
  • Dia Mundial do Artesão