Últimas notícias

Colunistas

RSS
Porque Deus não cura os amputados?

Carlos Mello

29.02.2012

Porque Deus não cura os amputados?

É uma simples pergunta. Com um detalhe curioso, NENHUM estudioso da “ciência” das coisas inexistentes (teologia) respondeu, e TODOS os religiosos fogem deste tipo de questionamento.

Podem pesquisar em todos os registros médicos e não vai ser encontrado nenhum caso de regeneração de um membro amputado, assim como uma cárie dental ou um olho perdido aparecer novamente, então não seria uma ótima opção de Deus mostrar que milagres realmente existem fazendo algum nesta área?

De curas de cânceres, dores, resfriados, derrames cerebrais e infartos o balaio dos milagres das igrejas está cheio, todos males que podem se regenerar naturalmente e são difíceis de serem verificados pelos “cordeiros do senhor”.

Mas vocês, que são crentes inteligentes, tem que admitir que é um questionamento interessante.

Se acreditam no poder da oração, acham plausível a intervenção divina em alguns casos, que Deus responde e faz milagres, como podem aceitar que Deus ignora completamente certos tipos de problemas, exatamente os que poderiam ser facilmente comprovados por todos? Não faz o mínimo sentido ou tendes que admitir que os amputados são preteridos por Deus por algum sempre misterioso objetivo e convenientemente inexplicável.

Já tentaram questionar junto a algum padre, pastor ou teólogo sobre isto? Se perguntar faça com jeito, porque eles podem se irritar e dizerem que esta pergunta significa falta de fé, e assim fugirem da resposta.

Será que não é pelo mesmo motivo que a comunidade cientifica NUNCA avalizou qualquer milagre?

Quando um crente questionado sobre isto e que tenha um mínimo de racionalização, mas mesmo assim a força de fé não admite deixar de acreditar, então dão respostas, na verdade desculpas, para esta imensa e inexplicável anomalia, como por exemplo:

- Deus deve ter algum plano especial para os amputados.
- Deus não quer aparecer demais.
- Deus cura sim, mas deve ter faltado fé.
- Não tenho nenhum exemplo no momento para mostrar. Que é o mesmo que dizer que “não tenho NENUMA evidencia”.

Mas se pararem para pensar nisto verão que é, no mínimo, desconfortável não saberem responder, pois a bíblia diz que se orares a Deus ou Jesus com muita, mas muita fé, ele vai atender, não importa o que peça. Mas quando um amputado reza nada acontece! Será que falta fé a TODOS os amputados?

A regeneração de um membro amputado seria visível e muito mais convincente do que simplesmente afirmar, e pior ainda acreditar, que um milagre aconteceu.

Também, pelo mesmo motivo, já se questionaram porque NUNCA, NUNCA, NUNCA nenhum tipo de religioso aceita alguém aparecer na sua Igreja sem uma perna ou um braço pedindo um milagre para o seu problema?

A resposta:
Porque NENHUM quer ser pego como fraudador, comprovariam que são falsificadores e mentirosos ao serem desmascarados na hora, pois os crentes teriam que ver a perna ou braço aparecerem e isto NÃO EXISTE, ou seja, MILAGRES NÃO EXISTEM.

Pelo mesmo motivo NUNCA realizam qualquer MILAGRE com a assistência de uma comunidade cientifica, pois comprovariam que tudo são embustes para quem não usa a faculdade de pensar a respeito.

O problema não são os amputados, mas a necessidade (proibida aos crédulos) de usar um pouco de discernimento ao acreditar que um ser todo, muito, super poderoso, que ama a todos (que o idolatram), afirmar que vai salvar e levar as pessoas (na verdade somente as “almas”) para um lugar paradisíaco por toda a eternidade e que atende às orações através de milagres sempre misteriosos e não comprováveis, mas não atende os de NENHUM amputado.

Conseguem não achar isto estranho? Pensem! Pensar faz bem.


Tags: Carlos Mello, artigo


Carlos Mello é formado em Economia pela UFRGS, trabalha com Avaliações Financeiras e Cálculos Periciais. Reside em Porto Alegre.

Email: carlosmello@ufrgs.br
Telefone: (51) 99113-2232




Opinião do internauta

  • Abu (17.12.2012 | 15.47)
    Sr. Mello, gosto imenso de ler teus textos; só espero que não se ache de muito sábio julgando Deus por alguma coisa. Não sei muito bem se cres N’Ele, ou se fazes de arrogante e ingrato (passo as expressões) mas não direciono minhas desculpas. Muitos fieis a Deus são enganados por pessoas que aparentam conhecer algo de Deus. Na verdade eles conhecem a Deus pois o subconsciente humano está inclinado a Deus; eles só são aldabrões. Não julgues a Deus por eles; ou vais julgar teus pais (ou familiares) por te nascerem homem; por ti criarem como amor e responsabilidade? Na verdade Deus fez muito mais do que eles não achas?, pensar faz bem, pense nas alineas a seguir: a) O maximo que teu pai fez foi de introduzir esperam dentro da sua mae. E quem combinou posteriormente espera com ovulo? Quem transformou num feto? Quem fez do feto uma crianca? Quem fez da crianca um nascido? Quem fez do nascido um Homem?... apesar de muita ingratidao... b) O maximo que voce faz Sr. Mello é ter boca...E quem te concedeu uma lingua movel e agil? Quem faz surgir dela proferencias, discursos eloquentes? Repare quantos mudos existem no mundo... talves eles sejam gratos a Deus pós acima, apesar da falta da fala usam as mãos, os gestos? c) E esse pensamento da alinea b) é valida para o resto dos orgaos que possues, e fundamentalmente o funcionamento ordenado, inteligente e excelente do seu corpo. d) Etc... E qual é o teu problema de julgares a Deus? Varias vezes abusei, ignorei muitas pessoas durante a minha infancia, hoje como homem varias vezes disse me apanharam. Aqui se faz aqui se paga é mesmo. Quem sou eu para ti ameaçar, nao julgues por essa... mas uma coisa é certa: Existiram pessoas com pensamentos piores do que Sr. Mello na historia da humanidade nao vou citalos es muito informado. So uma dica, viaja pelo mundo para ver qual deles com suas arrogancias e ingratidoes estao vivos. Pois é. Todos morreremos, e nao adianta dizer que es evolucao natural que na natureza assim se procede... de facto assim se procede morreremos todos mas aqui se faz e aqui se paga. Quero so para ultimar ti lembrar que antes de nada seres existia Um Deus, hoje que algo es Ele ainda existe, quando morreres Ele continuara a existir e quando ti enterrarem debaixo da terra onde voce se orgulha Ele ainda existira, portanto veja bem o que dizes sobre Deus. Onde ha uma criatura perfeita, ouve um Criador Perfeitissmo...
  • Rubens Arnaldo Dias (13.11.2012 | 14.17)
    Sr. Carlos Mello. O Senhor tem toda razão. Existe uma razão para isso. Os milagres existiram em épocas diferentes, e foram registrados para que as gerações futuras, como a nossa, soubessem o modo como Deus lidava com o povo Judeu e depois com os das nações. Os milagres tiveram um objetivo e este já foi atingido quando completou a escrita da Bíblia. Por isso os milagres de hoje são uma fraude quando comparados com aqueles registrados no canon das escrituras.
  • Resposta do Colunista:

     Obrigado Abu pela participação, mas discordo dos teus argumentos por não terem lógica, pois pelo que afirmas “Onde há uma criatura perfeita, ouve um Criador Perfeito” Então quem foi o criador perfeito que criou Deus? Pense que vais ver que não existe explicação.

  • Resposta do Colunista:

     Rubens, pode ser que os milagres tiveram objetivo de divulgar as escrituras. Mas antes disso deveriam acontecerem para curar enfermidades. Mas o difícil de se aceitar era de que o responsável pelo surgimento da enfermidade também era o que curava. Então para que colocar a doença?
    Mas mesmo seguindo tua lógica, seria muitíssimo mais racional fazer milagres atualmente, onde existe muito mais cultura, tudo poderia ser confirmado, registrado mas principalmente atingiria completamente o objetivo de provar a existência de Deus.
    Obrigado pela participação.

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 23.03

  • Dia de São Turíbio de Mogrovejo
  • Dia Mundial da Metereologia
  • Páscoa