Últimas notícias

Colunistas

RSS
Deuses “nascidos” em 25 de Dezembro.

Carlos Mello

19.12.2012

Deuses “nascidos” em 25 de Dezembro.

Nesta época de Natal, não custa lembrar que esta data festeja o nascimento de uma pessoa iluminada que nasceu em 25 de Dezembro, concebido de uma virgem. Foi anunciado por uma estrela e acompanhado por três sábios. Caminhou sobre as águas, foi batizado aos 30 anos. Lutou quarenta dias no deserto contra as tentações de Satã, curou doentes e cegos, tinha doze discípulos, fazia parte de uma trindade divina, foi traído, crucificado e ressuscitou em três dias e era conhecido como Messias. Seu nome era Hórus; Deus Hórus ou Deus Sol, era o Deus adorado pelos egípcios há 5000 anos atrás.

Em1200 aC na Pérsia, (atual Irã), adoravam o Deus Mitra, chamado de “A Luz”. Também nascido em 25 de dezembro da virgem Aúra-Masda, teve 12 discípulos, fez milagres, morreu e ressuscitou no 3º dia.

Também na mesma época, em Roma, era venerado o Deus Attis, nasceu no dia 25 de dezembro da virgem Nana. Attis foi atraiçoado, morto e também ressuscitado depois de três dias.

No século zero, nasceu Jesus, o Deus que era seu próprio pai, seu próprio filho e um espírito ao mesmo tempo, nasceu também em 25 de dezembro, de mãe virgem, também teve acompanhamento de estrela que guiou três reis sábios, caminhou sobre as águas, foi batizado aos 30 anos, venceu o demônio no deserto, curou doentes e cegos, tinha doze discípulos. No final foi traído, crucificado e ressuscitou em três dias.

Esse Tri-Deus Jesus, que é pai, filho e um estranho espírito ao mesmo tempo, incrivelmente ainda é adorado atualmente por pessoas que admiram um canibalismo vampírico telepático ao “comer e beber” o sangue desse seu Deus Zumbi sem se darem conta que é somente uma fábula, que já deveria estar junto aos outro no devido altar dos mitos.

As religiões destratam tanto as mulheres que para dar algum valor ao sexo feminino eram criados estereótipos como ser virgem, por isto em quase todas as religiões seus mitos “nasceram” de mães virgens, por exemplo Krishna, Dionysio, Hercules, Zaratustra e outros tantos anteriores a Cristo.
Também estranho em pleno século 21 existirem mulheres que seguem alguma religião, provavelmente não leram sua história e por isto não sabem qual o valor delas numa instituição religiosa ou não tem amor próprio.

Conforme Eusébio de Cesaréia (265-339 d.C.), que foi o supervisor da doutrina cristã (entenda-se criação da Bíblia), nomeado pelo imperador Constantino, em seu “Preparação do evangelho”, ainda hoje publicado por editoras cristãs como a Baker House, escreve que ”às vezes é necessário mentir para beneficiar aqueles que requerem tal tratamento”. Ou seja, a falsidade era utilizada com objetivo de promover o cristianismo. Pois necessitavam criar evidências a favor da estória que pregoavam. Além de que a Igreja passou mais de mil anos destruindo tudo que considerava contrário aos seus dogmas e interesses, só deixando o que lhe favorecia.

O Papa Pio XII, o mesmo que ficou mudo, surdo e cego enquanto os nazistas trucidavam a Europa e evocou a pretensa “Infalibilidade papal” para definir o risivel dogma da Assunção do corpo da velha Virgem Maria aos céus, em 1955, falando para um Congresso Internacional de história em Roma, disse candidamente: “Para os cristãos, o problema da existência de Jesus Cristo concerne à fé, e não à história”.

Sem dúvida ele estava completamente certo! Fé cega, poderia ter melhor complementado.

Que no natal se comemore a festa, que tem mais de cinco mil anos, portanto pagã, e se deixe de lado a irracional adoração de mitos.


Carlos Mello é economista formado pela UFRGS, trabalha com Avaliações Financeiras e Cálculos Periciais. Reside em Porto Alegre.

Email: fazpensar@mello.com.br
Home Page: www.mello.com.br
Telefone: (51) 9113-2232



Opinião do internauta

  • Graciela (24.12.2013 | 11.09)
    Essas histórias desses deuses estão erradas amigo, não tenho religião mas não gosto de mentiras, dê uma olhada nesse link https://www.youtube.com/watch?v=a-2HBSfPZpU&feature=player_detailpage
  • VICTOR (31.01.2013 | 10.36)
    bla bla bla bla ou ama deus ou ele te manda pro inferno pra sofrer pra todo o sempre "por que ele te ama" bla bla bla bla bla bla bla bla
  • Meire Vinhas andrade (24.12.2012 | 12.12)
    Acho que deveria haver mais respeito ao falar do Senhor Jesus Cristo. Não se pode compará-lo a deuses pagãos. A bíblia nuca revelou a data de nascimento dele, essa história e 25 de dezembro, foi pura invenção da igreja católica, como também a assunção de Maria. Existem fatos criados pela igreja católica, que não tinha conhecimento bíblico nenhum, pois se tivesse, não teria promovido tanta atrocidade. Agora contestar a existência do PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO, não tem o menor cabimento, pois a bíblia é bem clara quando diz: Ai daquele que tirar ou acerscentar quaisquer palavras do livro dessa profecia, Deus riscará o seu nome do livro da vida. apocalipse 22/19. Outra coisa que achei absurda , foi chamar o ESPÍRITO SANTO de estranho, isso é uma heresía!
  • Resposta do Colunista:

    Graciela, este Dr. Christ Forbes é uma invenção, esses cara é um artista comediante da Australia e um fanático religioso. Só em ele vir fantasiado de australiano caçador de borboletas já daria para desconfiar.

    Este vídeo é completamente falso e já foi desmascarado nos comentários que atualmente estão espertamente desativados, olha a mensagem no próprio vídeo dizendo “Os comentários estão desativados para este vídeo” Porque desativados?

     

    Aqui tem um endereço mostrando o verdadeiro “Dr. Christ Forbes”

    http://lizzabathory.blogspot.com.br/2012/09/a-verdade-sobre-chris-forbes.html

     

    Mas tu não estas errada, realmente não existe qualquer comprovação arqueológica do nascimento de qualquer deus, até porque eles nunca existiram. E mesmo se tivessem existido provavelmente não teria esta precisão de ser no dia 25 de dezembro, as referencias são de que nasceram no Solstício (de inverno no hemisfério norte e de verão no hemisfério sul). Mesmo assim alguns defendem que o solstício ocorre no dia 21 de dezembro (dia mais longo) depois se passam ter dias sem variação que são os dias 22, 23 e 24 e então começa a alterar no dia 25. 

    O que me refiro é que estas datas são atribuídas a estes deuses, mas realmente não existe nenhuma comprovação disso.

     

    Este Dr.Christ (falso dr.), nesse vídeo esta fazendo uma critica ao filme Zeitgeist, que é um filme feito para quem gosta de uma teoria fantasiosa, pois aborda exatamente o tema destes deuses, onde nada pode ser comprovado, exatamente porque não existiram.

     

    Obrigado pela participação

  • Resposta do Colunista:

    Victor, é exatamente o “livre arbítrio” maravilhoso que querem nos convencer que existe.

    Uma piada!

    Obrigado.

  • Resposta do Colunista:

    Dona Meire, não vejo porque não contestar a trindade cristã, até muitos religiosos católicos a criticam, porque não faz uma defesa dela? Se é possível fazê-la.
    Ameaças religiosas como essa “ai daquele que tirar ou acrescentar quaisquer palavras do livro dessa profecia” não funcionam fora do circulo de crentes, para nós é a mesma coisa que o Pato Donald ameaçar.
    Heresias são toda e qualquer critica aos dogmas religiosos, é a mesma desculpa que os muçulmanos estão usando para matar cristãos.
    Numa democracia as heresias são saudáveis porque forçam os religiosos a tentarem explicarem seus dogmas, o que tem se mostrado impossível sem uma inquisição.

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Datas anteriores:

Comemoramos hoje - 27.08

  • Dia do Psicólogo
  • Dia do Corretor de Imóveis
  • Dia do Bancário
  • Dia do Peão de Boiadeiro
  • Dia de Santa Mônica
  • Dia do Anjo Hariel

Agenda do dia - 27.08

  • 18:00 às 24:00 Bolinho de Batata no BOX 21 - Rua Carlos von Koseritz, 304 - reservas (51) 3325-5121