Últimas notícias

Colunistas

RSS
Aluno provando que Deus existe.

Carlos Mello

09.04.2015

Aluno provando que Deus existe.

Existe uma parábola, feita por crentes, que circulou pela internet na forma de corrente de e-mail, depois pelo Orkut e atualmente pelo Facebook, há pelo menos uns dez anos, sobre debate entre um aluno e um professor.

Ultimamente falsificaram mais um pouco colocando o aluno como se fosse o físico Albert Einstein como jovem crente e o seu professor de física ateu, com o chamativo título “Einstein provando que Deus existe”.

Aqui o endereço do vídeo: 

Tudo tão verdadeiro quanto a existência de Deus.

O diálogo entre o “professor” e o “aluno”:

-----------------------------------------------------------------------------------

- Eu vou provar para vocês que se Deus existe então ele é o mal. Deus criou tudo o que existe? Perguntou o professor.

Ele mesmo respondeu:

- Se ele criou tudo então ele criou o mal. O que significa que Deus é o mal.

- Com licença professor. O frio existe? Interrompeu um aluno.

- Que tipo de pergunta é esta? Claro que ele existe, tu nunca ficastes com frio?

O rapaz respondeu:

- De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor.

E escuridão existe?” Continuou o estudante.

- Claro que existe. Respondeu o professor.

O estudante continuou:

- O Senhor está errado. A escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode-se estudar, a escuridão não!  É a mesma coisa da escuridão e do frio.

Deus não criou o mal, o mal é o resultado do que acontece quando o homem não tem o amor de Deus presente em seu coração.

----------------------------------------------------------

Aqui temos um exemplo de um péssimo professor, pois se não tinha argumentos para mostrar a bobagem de um aluno, não deveria ter iniciado sua proposta de provar alguma coisa.

Inicia por deixar de mostrar a irracionalidade da ideia de que o mal é o resultado de não ter o amor de Deus no coração. Só por isto então as crianças, por exemplo, que ainda não passaram pela lavagem cerebral religiosa, teriam justificados qualquer mal sobre elas.

Fora que o coração é só uma bomba de sangue e não lugar para alojar algum Deus.

Mas pior foi o idiota do professor, certamente de nenhuma matéria que passe perto da metodologia científica, não mostrar que o aluno acabou dizendo absolutamente NADA.

Se for assim tudo pode ser justificável com este besteirol. Por exemplo:

Se calor é a ausência de frio. Então agora quando estiver com frio pode-se dizer: Estou com ausência de calor.

Ou: Querida, não enxergo nada, por favor retire a ausência de luz.

Também se deduz que:

O professor não é burro, só tem ausência de inteligência.

Não existe feiura, só existe ausência de beleza.

Não existe pobreza, é só falta de dinheiro.

Não existe gordura, existe ausência de magreza.

Quem fez este vídeo não foi mal-intencionado, só teve ausência de boa intenção.


Tags: Carlos Mello, artigo


Carlos Mello é formado em Economia pela UFRGS, trabalha com Avaliações Financeiras e Cálculos Periciais. Reside em Porto Alegre.

Email: carlosmello@ufrgs.br
Telefone: (51) 99113-2232




Opinião do internauta

  • Rafael Fernando Buonocore (19.08.2016 | 22.43)
    Bah,é uma questão bem difícil essa.Eu respeito tanto a opinião do colunista,quanto a dos colegas,assim como a de qualquer ateu ou crente,porém eu escolhi ter fé na Verdade,que eu acho que é a Verdade. Fé,é acreditar naquilo que não se vê.
  • Luiz Carlos (05.08.2015 | 15.40)
    Gostei muito dos artigos, mas me veio a dúvida: Não dá pra provar que algo não -existe? Ex.: 1 - Dá pra provar que NÃO existem TIRANOSSAURUS-REX caminhando na face da Terra hoje em dia. 2 - Dá pra prova por conceitos contraditórios, tipo "Não existem solteiros-casados" e também não existem "destros-canhotos"
  • Anderson (16.06.2015 | 15.42)
    Boa tarde Carlos, Você confia muito na ciência e nega a existência de Deus. Eu quero acreditar que ele não existe, você poderia me apresentar uma prova científica da não existência Dele?
  • Raquel Madruga (13.04.2015 | 11.54)
    Discutir se Deus existe ou não é um disperdício de tempo e esforços. Eu e você existimos, as coisas existem. Deus não existe, Ele é! Abraços!
  • Resposta do Colunista:

    Rafael, estás correto em seguir com o que acreditas. Mas mesmo acreditando por fé se deveria questionar no que acreditamos.

    Acho que, a teu modo, já fazes isto ao leres um texto de alguém contrário a tua posição. Acho isto muito saudável.

    Obrigado pela participação

  • Resposta do Colunista:

    Luiz Carlos, não sou filósofo para te responder com segurança, mas tem coisas que é possível provar sua inexistência como o teu exemplo do Tiranossaurus, outras, como afirmações sem nexo, lógica ou evidência não tem como provar a inexistência.

    Quanto aos outros exemplos (fora destro e canhoto porque existem) são coisas absurdas. Nenhum cientista vai perder tempo com isso.

    Obrigado pela participação.

  • Resposta do Colunista:

    Anderson, não existe uma prova científica da NÃO EXISTÊNCIA de Deus.

    Mas também não existe nenhuma de Discos Voadores, Boi Tatá, Saci Pererê , Mula sem cabeça, Duendes, Gnomos, Lobisomens, etc. Sabes porque?

    Porque NÃO existe como PROVAR A INEXISTÊNCIA. O que se prova é a EXISTÊNCIA do que se afirma e mediante alguma evidência.

    Senão pode-se afirmar qualquer absurdo, como existir sapos gigantes na lua. Prova cientificamente que eles não existem?

    Como provar imaginações? Pensa a respeito.

    Obrigado pela participação.

  • Resposta do Colunista:

    Questão de opinião Raquel.

    Esta frase pode ser aplicada a qualquer coisa. Comprovar é outra história.

    Nós não concordamos em tudo.

    Valeu a participação. Obrigado.

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 24.05

  • Dia da Infantaria
  • Dia de Nossa Senhora Auxiliadora
  • Dia de São Vicente de Lérins
  • Dia do Datilógrafo
  • Dia do Detento
  • Dia do Telegrafista
  • Dia do Vestibulando
  • Dia Nacional do Cigano