Últimas notícias

Colunistas

RSS
Dia triste: a partida de um ídolo

Ilgo Wink

19.05.2015

Dia triste: a partida de um ídolo

E segue o baile. Felipão pediu as contas. Sai ele e todo seu pessoal. Menos R$ 1 milhão a pesar na folha de pagamento.

Felipão, pelo que já fez, realmente estava devendo. Teve consciência disso, e, como bom gremista, pediu as contas.

Se ele não tomasse a iniciativa, duvido que a direção do clube o fizesse.

Felipão tomou a decisão pelo presidente Romildo Bolzan, que dificilmente demitiria a ‘entidade’ Felipão que só voltou ao clube atendendo apelo de Fábio Koff.

De certa forma, Felipão prestava um favor remunerado, e trazendo outros três profissionais a reboque.

É preciso destacar ainda que Felipão teve grandeza para atender pedido de Koff, para seguir no comando mesmo sabendo que o clube não faria grandes investimentos – de cara perdeu dois centroavantes – e também, e principalmente, ao facilitar as coisas para Bolzan, pedindo demissão.

Enfim, é um dia triste.

Partiu Felipão treinador, mas fica para sempre o ídolo de grandes conquistas.

SUBSTITUTO

Poderia especular aqui muitos nomes. Se o Cruzeiro for eliminado da Libertadores, Marcelo Oliveira ficará desempregado. Seria o caso de tentar sua contratação, embora seja um profissional muito caro, em torno de 650 mil mensais.

Fora ele, não vejo ninguém que não possa ser considerado uma aposta. Aqui, no futebol gaúcho, vejo o Rogério Zimermann, que além de tudo é gremista.

De fora, lembram do Juninho Paulista. Há quem cite técnicos identificados com o Inter. Cada um, cada um.

Falam muito em Cristóvão, que a meu ver tem uma trajetória mediana. Difícil entender por que é tão lembrado.

É claro que seu nível de rejeição é baixíssimo, especialmente porque nunca treinou o Grêmio. Mas ele ao que parece está bem cotado.

Aposta por aposta, ficaria com Adilson Batista, o capitão América.

Agora, se quisesse acertar na mosca: Renato Portaluppi. Com esse grupo, só ele mesmo pra dar conta.

Roth, não; Roth é um perigo.

DIRIGENTES

A lamentar, também, que Rui Costa continue. Ele teve alguns acertos, mas errou bem mais do que acertou.

Salvo engano, foram 40 contratações.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 28.05

  • Dia da Saúde
  • Dia de São Germano de Paris
  • Dia do Ceramista
  • Dia do Desafio
  • Dia do Gráfico
  • Dia Internacional de Luta Contra a Mortalidade Materna