Últimas notícias

Colunistas

RSS
O curioso fascínio por argentinos e afins

Ilgo Wink

15.06.2015

O curioso fascínio por argentinos e afins

Que o Grêmio precisa de um atacante goleador ninguém questiona.

O que me deixa intrigado e inquieta também a maior parte da torcida gremista é por que esse jogador precisa falar espanhol? Se for argentino e cabeludo – o que é quase uma redundância -, melhor ainda para o farejador e garimpador de ‘talentos’ do clube.

Dia desses o nome da vez era Munhoz, um chileno com trajetória mediana. Nada que indique ser ele melhor que Pedro Rocha ou Mamute. Ah, mas ele é argentino, cabeluno e, o máximo dos máximos, usa tiara.

Hoje, migramos para o argentino e, claro, cabeludo,Pavone. Joga de Velez e, aos 33 anos, ostenta três ‘rutilantes’ títulos:  Torneio Apertura da Argentina (2006), Copa México (2013) e Liga dos Campeões da Concacaf (2014).

Pelo que li Pavone começou no Estudiantes, onde ficou uns sete anos. Depois, como um macaco – posso usar essa expressão porque ele é de etnia branca -, foi pulando de galho em galho.

Assim, de longe, não me parece ser superior ao Braian, contratado pelo mesmo descobridor de talentos.

Tudo indica que nenhum deles é solução para o Grêmio, que nos últimos anos empilha jogadores de fora com raros casos de sucesso.

Entre jogadores medianos de fora ou daqui mesmo, melhor investir firme e honestamente na gurizada da base.

Por enquanto, dos Pavone, prefiro a Rita dos meus tempos juvenis. Às vezes acho que o martelo que ela segura enquanto canta seu maior sucesso poderia ser útil nessa hora.

NOS ACRÉSCIMOS

Escrev i o texto acima faz dois dias. Hoje, dia 17, mais dois argentinos estão na parada: Cristaldo, que pode deixar o Palmeiras, e Pablo Osvaldo, que defendeu o Boca e pertence a um clube inglês. Ah, Osvaldo usa a tal tiara. Acho que este tem mais chance de vir.

O DVD

Passei o fim de semana em Saudades, a 50km de Chapecó. Num lugar chamado Linha Coxilha.

Na maior parte do tempo junto a um fogão à lenha. Muita cuca e chimarrão.

Não pude ver os jogos do Brasileirão.

Pelos comentários dos amigos botequeiros, o Grêmio mereceu vencer. O time de Roger está tomando forma, pelo jeito.

Vi os melhores lances agora há pouco, na internet.

Quero dizer que não vi falha no gol sofrido por Thiago. Chute forte, no canto direito. Depois, Thiago salvou o time de um empate.

Já o Inter perdeu para sua maior assombração nos últimos anos.

A torcida paulista lembrou o DVD feito pelo hoje radialista Fernando Carvalho. Lance de bom humor.

Tem gente que não gostou. Gente mal-humorada.

O pior é que o funcionário que colocou a frase ‘#põenodvd’ pode ser demitido.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 23.02

  • Dia da Sedução
  • Dia de São Policarpo
  • Dia do Boticário
  • Dia do Rotariano (Rotary Club)
  • Dia do Surdo-mudo