Últimas notícias

Colunistas

RSS
Grêmio avança rumo ao vice nacional

Ilgo Wink

29.11.2015

Grêmio avança rumo ao vice nacional

O time que começou o Brasileirão desacreditado já garantiu presença na Libertadores de 2016, sonho de muitos e realização de poucos.

O Grêmio agora persegue o segundo lugar. Como disse Marcelo Grohe, ironizando, o vice é o ‘primeiro lugar dos últimos’. 

Um passo decisivo nesse sentido foi dado neste domingo na Arena perante 40 mil torcedores. O Grêmio voltou a bater o Atlético Mineiro na competição. Fez 2 a 1 com um percentual de aproveitamento fenomenal dos chutes a gol, confirmando que o time precisa de reforços para o sistema ofensivo se não quiser ser apenas figurante na Libertadores.

Era um jogo de ‘seis pontos’. Na última rodada, domingo, o Grêmio pega o Joinville, fora. Já o Atlético enfrenta a traiçoeira Chapecoense, que já aprontou por demais da conta no Brasileiro. Quem sabe não apronta mais uma.

Se o Grêmio vencer e o Atlético empatar, Grêmio assume o segundo lugar e, se não me engano, embolsa R$ 2 milhões. Não é muito – mais ou menos o dobro do que ganha o sempre prestigiado Rui Costa por ano como dirigente remunerado do tricolor -, mas já é alguma coisa.

Sobre salário de dirigente de futebol, cargo quase tão importante quanto o do presidente, entendo que o pagamento deveria ser por meta atingida, além de um salário básico, mais próximo da realidade do torcedor, que é, no final das contas, quem banca toda essa festa.

Sobre o jogo, o Grêmio voltou a jogar um futebol insuficiente em termos técnicos, mas em comparação com o Gre-Nal foi ao menos mais determinado, mais esforçado, sem esmorecer diante das dificuldades impostas por esse ótimo time mineiro.

O Grêmio abriu o placar com um golaço de Éverton, depois de jogada com Marcelo Oliveira. Éverton fez sua jogadinha de sempre, cortou pra dentro e chutou rasante. Espero que o repertório dele seja mais diversificado. Não um samba de uma nota só.

O empate foi uma bobagem do Geromel, uma bobagem equivalente a do Erazo no Gre-Nal. Aliás, Erazo desta vez não pensou duas vezes para espantar, mandar a bola pra longe ao menor sinal de perigo.

Geromel cometeu um pênalti infantil, inaceitável  para um zagueiro de clube de ponta. Mas ele tem ainda muito crédito. Só fica difícil entender por que ele segurou Datolo de forma tão acintosa.

Aliás, Datolo seria um bom reforço para a Libertadores.

Por sorte, um milagre. Depois de sei lá quanto tempo um gol de falta (gol de escanteio acho que fica pro ano que vem). Luan enganou Victor, metendo uma rasteira no contra-pé do goleiro, que ficou com cara de tacho.

Vale destacar o empenho de Roger e dos jogadores, que exigiram da arbitragem a marcação de falta sobre Ramiro, depois de o auxiliar ter feito uma sinalização equivocada no lance. A arbitragem voltou atrás.

Depois, o Grêmio resistiu à pressão. O goleiro Bruno Grassi, que substituiu Grohe, fez duas grandes defesas, evitando o empate. Antes havia saído mal da goleira, catando borboletas. Felizmente, o cabeceio do zagueiro saiu alto demais.

Do jogo restou a confirmação de que a direção gremista terá muito trabalho para armar um time realmente capaz de brigar pelo título da Libertadores/2016. No mínimo, quatro jogadores para serem titulares absolutos.

Haja dinheiro, competência e criatividade.

INTER

O Inter mais uma vez jogou um balde de água fria no segmento vermelho do Estado. Numa semana empolga, na rodada seguinte, frustra.

Venceu o Gre-Nal e tudo parecia ajustado. Agora vai! Não foi. 

O Inter conseguiu não vencer o Fluminense, que pediu para perder. O time carioca jogou boa parte do tempo com um jogador a menos. Sem contar que estava sem Fred e outros titulares importantes.

Diferente do que aconteceu no Gre-Nal, quando o time de Argel manteve ritmo forte todo o tempo, sábado o segundo tempo foi deplorável em termos físicos, com reflexos no rendimento técnico.

No final, o empate por 1 a 1 saiu justo, mas complicou a vida colorada no Brasileiro, para desespero dos ‘matemáticos’ colorados e suas incansáveis máquinas de calcular.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 21.11

  • Dia da Apresentação de Nossa Senhora
  • Dia da Homeopatia
  • Dia das Saudações
  • Dia do Anjo Seheiah
  • Dia do Município Brasileiro
  • Dia Mundial da Televisão