RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - De olho na base e à espera de Zelarayán

Últimas notícias

Colunistas

RSS
De olho na base e à espera de Zelarayán

Ilgo Wink

14.12.2015

De olho na base e à espera de Zelarayán

O técnico Roger Machado dá exemplo de profissionalismo. E não é de agora.

Ele tem comparecido aos jogos do Grêmio no torneio, de olho na gurizada.

Roger sabe que o dinheiro para contratações é escasso – e não é só o Grêmio, a penúria é geral. 

Sabe, também, que vira e mexe poderá depender de jovens da base.

Por exemplo, se o Grêmio contratar Zelarayan, quem garante que ele dará certo? A lista de argentinos jovens e promissores que não dão certo é interminável.

Ninguém sabe valorizar tanto seus jogadores como os argentinos. Basta aparecer um canhotinho habilidoso para ser comparado a um futuro Maradona. 

Tenho opinião firmada a respeito desses ‘craques’ portenhos: os bons de verdade vão pra Europa, ou agora China, novo eldorado para os jogadores de futebol, e técnicos, claro.

Então, se me convidassem a participar de um grupo de investimento para contratar esse argentino eu cairia fora.

Até porque só vi o DVD. A informação é de que ele foi observado em alguns jogos por gente do Grêmio. Isso não garante absolutamente nada. Depende muito de quem foi olhar e deu parecer.

Agora, o Grêmio teria um investidor, que aplicaria o seu (dele, não do clube) dinheiro. Bem, aí é problema do investidor. Se der certo, ele forra o poncho. Caso contrário sempre se pode fazer outro DVD pelo menos para recuperar o dinheiro investido.

Mas, voltando aos jovens da base gremista. Se um Zelarayan da vida não der tão certo quanto se acredita, caberá a Roger apostar num guri da base.

Por isso, Roger Machado está atento a esses jogos. A base do Grêmio é a base do futuro, a base das grandes conquistas.

Sendo assim, Tontini é um guri que surge como grande esperança de qualidade para o time titular. Assim, ele pode ser uma carta na manga. Outro jogador do meio que está aparecendo muito bem é Machado.

Para o ataque, a bola da vez é Batista. O guri não para de fazer gol.

O bom é que Roger está vendo tudo isso, assim como acompanha, preocupado, a dificuldade da direção em reforçar o time e manter titulares como Maicon e Geromel.

Roger está consciente que seu trabalho em 2016 passa pela gurizada.

MAZEMBE DAY

Só para não deixar passar em branco: 14 de dezembro, dia consagrado ao histórico vexame colorado diante do Todo Poderoso Mazembe. 

Cinco anos depois, o Inter viu como se detona um adversário modesto. Com respeito e sem soberba.

O Mazembe levou 3 a 0 do Sanfrecce Hiroshima, do Japão.

Bem, a data está consagrada. Vamos trabalhar agora para torná-la feriado estadual. Nem tanto, nem tanto.

De minha parte, vou degustar nesta noite uma Mazembier, seguida de uma Kidiaba. 

E viva o Mazembe!!!


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 21.08

  • Dia da Habitação
  • Dia do Haziel
  • Dia do São Pio X