Últimas notícias

Colunistas

RSS
Misto do Grêmio penalizado pela arbitragem

Ilgo Wink

12.06.2016

Misto do Grêmio penalizado pela arbitragem

O misto – faço questão de enfatizar isso porque muita gente parece esquecida – do Grêmio conseguiu um bom resultado sábado à noite, no RJ, ao empatar por 1 a 1 com o Fluminense, que, como todos sabem, é sempre um candidato em potencial ao título.

Mesmo que tivesse jogado com força máxima, empatar com o Fluminense fora de casa não seria um mau resultado. Estaria dentro das estimativas e projeções.

Agora, quando o empate se dá em função de uma arbitragem sórdida e ainda com o time desfalcado de quatro dos seus principais jogadores – Marcelo Grohe, Wallace, Luan e Bolaños -, é quase um resultado a ser comemorado. 

O que eu recolho de mais positivo desse jogo em Volta Redonda é que o Grêmio deixou muito claro que bateria o time carioca se tivesse completo, ou não tão desfalcado. E isso sim deve ser festejado.

O Grêmio tem um time capaz de brigar pelo título, porque mesmo prejudicado por erros humanos do árbitro André de Freitas Castro – por momentos desconfiei que ele fosse do quadro de árbitros da federação gaúcha – resistiu à pressão e garantiu o empate.

Vejo que muita gente questiona e critica o técnico Roger Machado por ter se encolhido pelo fato de estar com um jogador a menos. Ora, se ele não troca atacantes por jogadores mais defensivos e toma gol, seria crucificado por ter mantido o time aberto. Como ele optou, e fez bem, por se fechar e assegurar um ponto, leva pau por conformar-se com o ‘pontinho fora’. 

Quem acompanha o trabalho de Roger sabe que ele gosta de ver o time dele no campo do adversário. E até já foi chamado de ofensivista e, mais grave, de técnico faceiro, que deveria rechear o meio de volantes. Ocorre por vezes o time não consegue atacar, especialmente quando tem um jogador a menos diante de um Fluminense que vai incomodar muita gente.

ARBITRAGEM

O ‘homem de preto’ começou a mostrar armas ao não marcar o pênalti cometido por Henrique. Até os ‘isentos’ comentaristas de arbitragem da aldeia reconheceram a infração. 

Depois, a expulsão de Ramiro. É como disse o Maicon, que está se revelando uma liderança em campo, se o juiz expulsar atleta a cada xingamento não fica ninguém pra apagar a luz.

Pelo que foi colocado na súmula, Ramiro exagerou na dose de ofensas, deixando o time com um a menos por um bom tempo.

Sua expulsão, justa ou não, prejudicou demais esse Grêmio desfalcado e sem substitutos de maior qualidade, confirmando a necessidade de reforçar o grupo para realmente ter condições de almejar o título, sonho de todos os gremistas.

Então, não dá pra jogar toda a culpa na arbitragem. Ramiro tem sua parcela de responsabilidade e isso não pode ignorado pelos homens do futebol tricolor. Até para evitar que fato como esse se repita.

Expulsão por cochichar no ouvido do juiz é o fim da picada! 

Por fim, esse juiz, que se revelou também incompetente, precisa levar uma geladeira, porque sua atuação realmente levanta suspeitas.

HERMES

O ‘alemão’, como é chamado por Roger, está se afirmando como titular da lateral-esquerda. Ainda é muito instável, irregular, mas já mostrou que merece ser mantido titular, mesmo com a volta de Marcelo Oliveira.

Sábado, marcou um belo gol, revelando habilidade ao dar uma cavadinha – que muito centroavante perto de nós não sabe fazer – e encobrir o excelente goleiro do Flu.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 13.11

  • Dia de São Diego de Alcalá
  • Dia do Anjo Pahaliah
  • Dia do Mau Humor
  • Dia do Moço Espírita
  • Dia Nacional da Família na Escola