Últimas notícias

Colunistas

RSS
Grêmio rejeitou o empate e buscou a vitória

Ilgo Wink

29.06.2016

Grêmio rejeitou o empate e buscou a vitória

Uma grande vitória sobre um grande time. Se não tivesse perdido titulares importantes para a seleção, o Santos provavelmente estaria liderando o campeonato. 

A vitória de 3 a 2 sobre esse Santos de tanta qualidade valoriza ainda mais os três pontos obtidos pelo Grêmio. Foi um jogo de exceção, com emoção nas duas áreas.

Penso que o gol do incansável Giuliano logo aos 2 minutos foi decisivo. Com a vantagem, o Grêmio ficou mais tranquilo, passando ao adversário a necessidade de buscar o gol. 

Éverton acertou todos os chutes que errou nos dois últimos jogos – não por coincidência duas derrotas. 

Os dois primeiros gols saíram de dois chutes do guri. O goleiro soltou e Giuliano e, depois, Douglas, mandaram para a rede.

Aliás, Douglas é outro que teve atuação destacada, tanto tática como tecnicamente.

Em tempos distantes os narradores de futebol diriam que o Santos ‘vendeu caro a derrota’. E foi mesmo. O Santos empatou não por eventuais falhas do Grêmio, mas principalmente por seus méritos. O placar de 2 a 2 não seria injusto.

Mas os deuses do futebol voltaram se lembrar do tricolor. Quando Bobô entrou parecia que o Grêmio não mais faria gol, correndo o risco de levar o terceiro. Bobô ainda se mostrou pé-frio: foi só ele pisar no gramado que o Santos empatou, um chutaço de fora de área. 

Em compensação, Roger Machado acertou ao colocar Marcelo Hermes, que viria a fazer o gol da vitória. Hermes está se firmando e não demora pode conquistar a titularidade.

Outro acerto foi a entrada de Guilherme no lugar de Éverton nos minutos finais. O guri, que poucos conheciam, conquistou a confiança de Roger. Guilherme mostrou confiança e sinalizou que é mais uma boa opção.

Assim também se forma um time vitorioso. Lesões, transferência de jogadores mais a falta de dinheiro para contratar obrigam o clube a apelar para soluções caseiras, mais baratas e muitas vezes mais eficazes.

É o que está parecendo agora.

Importante ressaltar, ainda, que o novo comando do futebol deu nova feição ao time, que se mostra mais aguerrido e muito mais indignado diante de um resultado adverso.

Foi só por isso, por estar inconformado com o empate depois de sair vencendo por 2 a 0, que o Grêmio chegou ao terceiro gol, obra de Giuliano, que tirou forças sei lá de onde, para driblar e deixar Marcelo Hermes na cara do goleiro.

Por fim, interessante observar dois volantes que disputavam vaga na seleção olímpica: Wallace e Tiago Maia. 

O eleito foi o santista, mas Wallace mostrou, ao menos pra mim, que é superior ao companheiro.

GUILHOTINA

No outro jogo da rodada envolvendo gaúchos, o Inter voltou a fracassar. Está queimando a gordura acumulada nos jogos iniciais por conta de uma tabela muito favorável.

Perdeu de 1 a 0 para o Flamengo.

O técnico Argel, que melhorava seu conceito diante dos colorados, volta a ser questionado.

O mesmo estaria acontecendo com Roger se tivesse perdido a terceira partida seguida.

O Gre-Nal, agora, é como uma guilhotina sobre o pescoço do técnico colorado.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 16.11

  • Dia da Tradição Oral
  • Dia de Santa Gertrudes
  • Dia de Santa Margarida
  • Dia de São Giuseppe Moscati
  • Dia do Anjo Melahel
  • Dia Internacional da Tolerância
  • Dia Nacional de Atenção à Dislexia
  • Dia Nacional dos Ostomizados
  • Semana da Música