Últimas notícias

Colunistas

RSS
Dirigentes novatos da dupla começam bem

Ilgo Wink

11.01.2017

Dirigentes novatos da dupla começam bem

Tem coisas que só acontecem aqui nessa região Abaixo do Mampituba.

Por exemplo, tem gente criticando o Grêmio nesse caso envolvendo a ‘devolução’ de Gabriel Fernández, um aipim de origem uruguaia.

Aliás, como o Grêmio gosta de atacante ‘gardelón’.

Na real, o clube teve até mais sorte que juízo. 

Mas o que importa aqui é a forma como o Grêmio conduziu esse processo. Li e ouvi um pessoal criticando a direção por não ter apurado melhor as condições clínicas do jogador antes de acertar sua vinda a Porto Alegre.

Ora, as informações básicas já eram de conhecimento do departamento médico. Faltava um exame mais detalhado, que só poderia ser feito aqui. 

Aí, foi constatado que o caso era mais grave do que parecia ou era apregoado pela outra parte do negócio.

Por uma questão de sigilo profissional, os médicos do Grêmio não podem de maneira alguma dizer qual o problema que realmente inviabilizou a contratação de Fernandez. Tampouco o clube pode se manifestar a respeito.

Tem jornalista experiente que classificou a ação como um ‘mico’ do Grêmio, o que me parece uma tentativa nojenta de atingir o vice de futebol Odorico Roman.

É muita vontade de criticar, fazer onda.

Pois Odorico, anteriormente um blogueiro ativo, agiu certo. Da mesma forma em relação ao Kayke.

Resta agora focar na busca de reforços que realmente acrescentem para a dura campanha da Libertadores.

WILLIAM

Outro novato na função, Roberto Melo, vice de futebol colorado, deu uma lição de como se trata jogador metido à besta.

O antes festejado e protegido (da imprensa) William caiu em desgraça perante os colorados ao anunciar que tem o sonho de jogar na Europa.

Bah, se eu fosse falar dos sonhos que tive e que o tempo levou…

O fato é que o ‘cotovelo de ouro’ não quer renovar com o Inter.

Em resposta, Melo disse que pode obrigar o jogador a cumprir seu contrato até o final, mais um ano e quatro meses.

Achei exemplar a decisão.

Os jogadores de futebol ganham muito dinheiro, são tratados com o bibelôs, mas poucos são os que reconhecem o que os clubes fizeram por eles.

A maioria acaba virando o cocho, como porcos imundos – com todo o respeito que os porcos merecem.

São muitos os casos da trairagem, nem vale a pena lembrar.

Mas tudo isso para dizer que gostei dessa atitude de Roberto Melo. Está começando bem, assim como Roman.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 23.04

  • Dia de São Jorge / Ogum
  • Dia Mundial do Escoteiro
  • Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor
  • Dia Nacional do Choro