Últimas notícias

Colunistas

RSS
Enfim, um erro gritante contra o Inter

Ilgo Wink

12.03.2017

Enfim, um erro gritante contra o Inter

O árbitro Diego Real, 36 anos, cometeu um erro que praticamente sepulta suas chances de ascender no quadro da FGF.

Marcou equivocadamente um pênalti contra o Inter nos minutos finais.

A gritaria é grande. Aqueles que silenciaram coniventes há dois anos quando o mesmo juiz marcou dois pênaltis altamente discutíveis e tirou o Cruzeiro da disputa pelo título do Gauchão, beneficiando o Inter, neste momento uivam de dor e de raiva mirando a lua cheia.

Temo pelo futuro desse jovem na arbitragem.

Confesso que só vi os minutos finais. Soube que no primeiro tempo ele deixou de marcar pelo menos um pênalti contra o Inter. Depois, expulsou justamente o volante Charles. Por fim, talvez para não ficar marcado por sempre ajudar o Inter com seus ‘erros humanos’, como dizem alguns quando o Grêmio é prejudicado, manteve a marcação do Pênalti.

Ignorou solenemente a opinião de seus companheiros, que teriam dito pra ele que a bola não bateu no braço de Junio, e sim no peito.

Bem, no primeiro momento me pareceu que a bola realmente havia batido no braço do jogador colorado. Ele fez todo um movimento que deu essa impressão. O juiz, bem colocado, viu pênalti.

Ele está sendo criticado pelos colorados por não ter ouvido seus auxiliares. Eu acho que ele agiu corretamente. Nem o auxiliar atrás de goleira nem o bandeirinha tinham condições visuais melhores.

Por certo o quarto árbitro o informou que a TV mostrava bola no peito, não no braço. Mas aí se ele volta atrás seria por causa da TV, o que não seria correto, ao que me consta.

Real, que havia sonegado pênalti a favor do Ju, que, aliás, mereceu a vitória porque foi muito superior, assumiu a bronca.

O fato é que depois de longo tempo um erro fatal de arbitragem prejudica o Inter no Gauchão.

E isso já bastou para que um dirigente colorado sugerisse a existência de um complô para impedir o hepta.

Vamos ver o que o tribunal esportivo vai fazer em relação a isso. Quantas cestas básicas dará ao dirigente como penalização.

Mas o fato é que se há um complô este começa no próprio Inter, que só venceu um jogo até agora no Gauchão.

DA CORNETA

http://cornetadorw.blogspot.com.br/2017/03/a-forca-da-ivi_12.html


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 24.02

  • Dia da conquista do Voto feminino no Brasil
  • Dia de São Sérgio
  • Promulgação da 1ª Constituição Republicana (1891)