Últimas notícias

Colunistas

RSS
Grêmio: risco calculado e um grande empate

Ilgo Wink

20.04.2017

Grêmio: risco calculado e um grande empate

Foi um risco calculado. O Grêmio entrou em campo com seu time reserva, que jogou tão bem que pode ser chamado de Titulares do B.

Boa parte da torcida gremista subestima a capacidade de avaliação e de discernimento da direção e da comissão técnica, nem leva em conta que foi esse mesmo grupo que há três brasileiro foi campeão brasileiro superando adversários considerados imbatíveis por muitos.

Eles têm as informações necessárias para uma decisão tão arriscada quanto a que foi tomada para enfrentar o Guarani, no Paraguai.

Mas o time Titulares do B surpreendeu a todos, com exceção, provavelmente, de Renato e seus companheiros de comando.

Renato, o técnico campeão da Copa do Brasil, não é um neófito como alguns ainda pensam. Já provou que conhece, que sabe armar um time até no improviso e que acerta e erra como todos os treinadores. No caso dele, com mais acertos do que erros.

Por exemplo, a entrada de Pedro Rocha. O guri fez o gol de empate, aparando lançamento milimétrico de Arthur, grande nome do jogo e candidato a entrar no time principal para não mais sair.

Depois, Pedro Rocha imitou Luan e deixou de fazer o gol da vitória, após grande lance individual.

O Grêmio empatou por 1 a 1, um resultado excelente para quem jogou metade do segundo tempo com um jogador a menos – o juiz só viu cotoveladas e braçadas desferidas por gremistas.

De titulares mesmo apenas dois jogadores. Edílson e Marcelo Grohe. O ‘goleiro de braço curto’ fez defesas  espetaculares e contribuiu para o tal empate com sabor de vitória. Edilson falhou no gol paraguaio, mas foi peça importante.

Gostei também de Jaílson, jogador aguerrido que perdeu a confiança e que tem tudo para ser útil na campanha da Libertadores.

Até Fernandinho teve bom desempenho. O mesmo vale para o ‘odiado’ Bressan, provando que ninguém é inteiramente ruim ou bom.

Sobre Lucas Barrios, perdeu dois gols. Jogador de área tem obrigação de ser mais eficaz nas conclusões. A favor dele um cabeceio para baixo que o goleiro salvou para escanteio. E só.

Espero que aqueles que questionaram a opção, de momento, pelo Gauchão sejam mais tolerantes e mais humildes, admitindo nem que seja por instantes que esse pessoal que está lá no clube sabe o que está fazendo, e que merece um voto de confiança.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 26.06

  • Dia de São João e São Paulo
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia Internacional sobre o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas