RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - Inter com medo de jogar no estádio do Vale

Últimas notícias

Colunistas

RSS
Inter com medo de jogar no estádio do Vale

Ilgo Wink

30.04.2017

Inter com medo de jogar no estádio do Vale

Nem com o Beira-Rio quase lotado – foi seu quarto público desde a inauguração da reforma -, o Inter conseguiu vencer o Novo Hamburgo.

Saiu atrás duas vezes, teve de correr para buscar o empate.

Esses dois dados explicam o esforço do Inter para não jogar em Novo Hamburgo.

O seu vice de futebol alega que sua preocupação é com a segurança. Bem, o Grêmio jogou ali faz alguns dias.

Tem essa história de arquibancadas móveis. É preciso liberação do corpo de Bombeiros. 

Se este é de fato o problema, que o Noia desista dessa ampliação provisória e jogue em seu estádio, onde ainda não perdeu na competição.

Afinal, o dinheiro que irá arrecadar com a colocação dessas estruturas será gasto, vai virar pó em pouco tempo.

Já um título do campeonato gaúcho, principalmente para um clube pequeno, é algo glorioso, inesquecível para a instituição, sua torcida e seus profissionais. Motivo de orgulho. Uma façanha para entrar na história.

Em seu campo, os jogadores do Noia se sentem mais à vontade.

Se o Inter não conseguiu se impor ao Noia no estádio lotado, não será no acanhado estádio do Vale que isso acontecerá.

LAMBANÇA

Agora, o problema é que o presidente Noveletto, cumprindo o regulamento, já marcou o jogo para o Centenário, um campo ‘neutro’ que será tomado pela maior torcida, a colorada, obviamente.

Noveletto, que pelo estatuto da entidade que dirige nem poderia estar no cargo, sustenta que se o Noia conseguir liberação o jogo será mesmo no estádio do Vale.

Uma lambança. Eu ouvi a ‘explicação’ de Noveletto, um samba do afrodescendente doido. 

O Inter se apega ao regulamento: jogo marcado para o Centenário.

O Noia depende de um alvará. Noveletto fica no aguardo, mas já adiantou que a decisão será mesmo em NH se sair o laudo dos bombeiros favorável ao Noia. 

Conhecendo a aldeia e seus caboclos, não tenho dúvidas de que o jogo será em Caxias do Sul.

Se isso acontecer, o Grêmio terá de tomar uma posição radical.

Sei, a direção está um tanto constrangida por ter sido eliminada pelo Noia, mas isso não pode ser obstáculo para uma ação política que grande parte de sua torcida cobra: o adeus a esse campeonato que nem vou adjetivar e a impugnação de Noveletto.

ÁRBITRO

Daronco até que foi bem no jogo. O Inter reclama dois pênaltis a seu favor. Não vi todo o jogo, não lembro desses lances. Mas os comentários que ouvi são de que foram lances normais.

O que me chamou mais atenção foi o juiz ter encerrado jogo com apenas 4 minutos de acréscimo e justamente quando o NH iniciava um contra-ataque forte e teria pela frente um goleiro sem condições de jogar, o Lomba, que recém havia entrado.

Sobre a questão goleiro, é o terceiro que se lesiona num curto espaço de tempo. Um problema.

Pra amenizar essa perda, essa dificuldade, só mesmo jogando no Centenário…


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 22.08

  • Dia da Nossa Senhora Rainha
  • Dia do Anjo Aladiah
  • Dia Internacional do Folclore