RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - Renato e o despeito de Muricy

Últimas notícias

Colunistas

RSS
Renato e o despeito de Muricy

Ilgo Wink

23.07.2017

Renato e o despeito de Muricy

Só pode ser brincadeira do Muricy.

Talvez por preservar um coloradismo latente em função do clube que o projetou; talvez por amizade aos  nomes citados; ou talvez por não querer admitir que um profissional que não glamouriza a profissão de treinador de futebol esteja se destacando tanto; ou talvez por tudo isso ‘junto incluído’.

O fato é que o Muricy, hoje comentarista de futebol da SporTV – a mesma que escala outro colorado, o Batista para jogos do Grêmio, irritando dez entre dez gremistas -, simplesmente não relaciona Renato Portaluppi entre os três melhores técnicos do futebol brasileiro no momento – penso que Tite não foi citado por não estar em clube no momento, senão o absurdo seria maior.

Muricy cita Jair Ventura, do Botafogo; Fábio Carille, do Corinthians; e Abel Braga, do Fluminense.

Leiam:

“É  Jair, do Botafogo, está fazendo um trabalho de um time consciente, que sabe o que quer dentro de campo, muito bem treinado, e com muito pouco recurso. O Carille é outro fora de série dessa nova geração porque pegou um time que diziam em São Paulo que era a quarta força, aquela coisa toda, e ele soube saber as limitações do Corinthians. E o outro é o Abel Braga, que está fazendo um time de molecada porque o Fluminense não tem dinheiro, está muito mal financeiramente”.

Nenhuma lembrança, por mínima que seja, de Renato, o vice-líder do Brasileirão, e que só não lidera porque andou perdendo pontos por jogar com time reserva e ainda teve aquele ‘crime’ contra o líder Corinthians.

Renato é ‘só’ o treinador do time mais elogiado do futebol brasileiro na atualidade, mais até do que o Corinthians, que mantém aquele futebol pragmático implantado por Tite, no qual está claro que “o melhor ataque é uma boa defesa”.

Sem contar que Abelão andou levando uma surra atrás da outra do Renato.

Não sei, mas no fundo parece um pouco de despeito. Tem muita gente assim, até entre os gremistas, que não consegue elogiar Renato sem colocar um “mas”, um “porém” ou um “todavia”.

ESPERANDO ABELÃO

Tudo que o Inter queria agora é que Abel Braga estivesse desempregado. É o treinador dos sonhos da direção vermelha.

É só por isso que Guto ainda não foi demitido. A direção considera que qualquer outro nome dos que estão no mercado seria uma loteria.

Inclusive Dunga, que voltou a ser citado e que está mais do que disponível. E nome sugerido abertamente por cronistas colorados.

A direção seca o Fluminense na esperança de Abel ser demitido. O que talvez nem demore muito porque o Flu, que hoje perdeu pro Corinthians, faz campanha muito instável.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 14.08

  • Dia de São Maximiliano
  • Dia do Anjo Jeliel
  • Dia do Combate à Poluição
  • Dia do Protesto