Últimas notícias

Colunistas

RSS
Misto mantém padrão e bate o Atlético

Ilgo Wink

28.07.2017

Misto mantém padrão e bate o Atlético

A vantagem alcançada pelos 4 a 0 na Arena era mesmo muito difícil de ser desmanchada. Mas há exemplos apontando que no futebol tudo pode acontecer.

Por isso, quando o Atlético PR fez 1 a 0, logo aos 15 minutos, saí do modo cruzeiro para entrar no ‘apertem os cintos’.

Ainda não me acostumei com esse time do Renato, porque sou assombrado por duas décadas de martírio. Já devia saber que esse Grêmio do Renato é capaz de atravessar nuvens carregadas com serenidade e destemor.

Não demorou muito e lá estava Pedro Rocha, que agora deu pra imitar os cortes que Renato deu no zagueiro do Hamburgo na conquista do Mundial. Ele recebeu pela esquerda, armou para chutar e cortou para dentro, batendo forte no canto oposto do goleiro, um golaço! Já havia feito pelo menos uma jogada assim.

No intervalo, o Atlético voltou decidido a fazer um milagre, empilhar gols e evitar outro gol do Grêmio.

Não conseguiu nem uma coisa nem outra. E isso já era previsto. Éverton entrou no lugar de Jailson. Renato já deu provas de que não curte muito trocar volante por volante. Meteu logo um atacante para aproveitar os espaços defensivos fornecidos pelo Atlético.

Pois Éverton fez 2 a 1, um balde de água gelada no adversário. E o passe foi de quem? Do vilipendiado Bressan, que cabeceou consciente para Éverton concluir sem chance para o goleiro.

Depois, Éverton lançou Pedro Rocha que simplesmente driblou o goleiro com uma tranquilidade que ele não tinha e agora tem.

O Atlético ainda fez o segundo gol, nos acréscimos. Uma cobrança de falta que desviou na barreira e deixou Grohe sem ação. É claro, não faltarão críticas ao Grohe, tipo ‘vai em gol é gol’.

Importante destacar que mesmo com um time misto o Grêmio manteve mais ou menos o seu padrão de jogo, mostrando que estamos diante de um time, e um grupo, bem treinado.

Resultado do trabalho do técnico que trocou as areias do Leblon para dar aula de como se arma um grande time sem precisar voltar aos bancos escolares.

SEMIFINAL

Agora, o Grêmio pega o Cruzeiro. Semifinal da Copa do Brasil. São quatro jogos separando o Grêmio do hexa. Passando o Cruzeiro, pega o vencedor de Flamengo e Botafogo. Flamengo que conseguiu a vaga de forma polêmica contra o Santos.

Vuaden marcou pênalti a favor do Santos. Falta de Réver, pênalti a meu ver claro. Mas Vuaden, atendendo ao chamado do quarto juiz, que estava longe do lance, voltou atrás. Um absurdo do juiz da federação noveletiana.

E assim vai o futebol brasileiro…


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 23.05

  • Dia de São João Batista de Rossi
  • Dia do Soldado Constitucionalista (São Paulo)
  • Dia Internacional das Comunicações Sociais
  • Dia Mundial da Tartaruga
  • Dia Nacional de Defesa das Florestas Brasileiras
  • Dia Nacional de Lutas