Últimas notícias

Colunistas

RSS
Douglas fora: segue a miudinha

Ilgo Wink

05.10.2017

Douglas fora: segue a miudinha

Não foi por falta de cuidado. Ninguém pode dizer que o Grêmio exagerou colocando seus jogadores em campo em todos os jogos, ou algo assim. Pelo contrário, houve até um excesso de cuidado e de zelo.

O objetivo de tanta preservação era chegar aos jogos decisivos, ou maioria deles, com a força máxima ou algo muito próximo disso.

Bem, aí bateu uma miudinha na Arena. Veio uma maré negativa. Olho grande de uns e outros. Quem sabe os ‘deuses do futebol’, alinhados com parte da torcida que não concorda com a política de poupar atletas, decidiram impor esse castigo.

De repente, começou a aparecer jogador lesionado em abundância, coisa pra secador nenhum botar defeito. A cada notícia de nova lesão só faltam alguns foguetes. De colorados, evidente…

(Tenho um, digamos, amigo colorado, que me liga sempre que lê notícia de outro jogador entregue ao Departamento Médico. )

E isso que a direção e Renato, ou Renato e a direção (há quem quem diga que todas as decisões são exclusivas do Renato, coisa de antirenatista, não levem a sério), buscaram preservar ao máximo seus principais jogadores.

Aí, na hora do pega pra capar contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela Copa do Brasil, o time joga sem Geromel, zagueiro de seleção, peça fundamental no time. Teve ainda Lucas Barrios jogando descontado e saindo no segundo tempo.

Por último (último por enquanto, sabe-se lá), essa do Douglas. Não sou fisiologista, mas sei que uma pessoa acima do peso, ainda mais um atleta, tem mais risco de ter problemas nos joelhos.

No caso de Douglas, voltando de cirurgia delicada de joelho, seria o caso de ele cuidar melhor do seu corpo, que é, na real, seu instrumento de trabalho.

Pelo que se viu em fotos por aí nas redes sociais, Douglas realmente não se cuidou. Pior é que havia gente acreditando que ele voltaria a jogar ainda nesta Libertadores. Nunca acreditei, porque ele não é um exemplo de atleta, está mais pra boleiro – espécie em extinção no futebol de alta performance.

E assim vai o Grêmio. Torço para que Luan volte bem, embora reconheça que ele sem parceiros como Maicon, Douglas e Pedro Rocha, talvez não consiga jogar tudo o que sabe.

Resta torcer para que esse inferno zodiacal termine o mais rápido possível, ou seja, agora.

Aberta a contagem regressiva para alguém responsabilizar o técnico Renato por tudo de ruim que está acontecendo e ainda está por acontecer.

PRESS

Amigos, vamos prestigiar esse bravo gremista, RW:

http://revistapress.com.br/v15/index.php/colunistas/


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 11.12

  • Dia da Unicef
  • Dia de São Barnabé
  • Dia do Agrônomo
  • Dia do Arquiteto
  • Dia do Engenheiro
  • Dia do Tango