Últimas notícias

Colunistas

RSS
A virada do Lanús e a colorada despeitada

Ilgo Wink

01.11.2017

A virada do Lanús e a colorada despeitada

Essa Libertadores já entrou para a história. O Lanús conseguiu sensacional virada sobre o River Plate e garantiu sua vaga na final graças a uso da tecnologia.

O árbitro Wilmar Roldàn, alertado por um auxiliar, recorreu ao vídeo e acabou assinalando pênalti a favor do Lanús, que vencia por 3 a 2. pênalti convertido: 4 a 2.

O Lanús resistiu a um River desesperado, que havia largado com 2 a 0 e surpreendentemente acabou permitindo a virada.

Foi um jogo de pura emoção, em que pesou muito mais a vontade e a determinação dos jogadores.

O jogo e seu resultado espantoso servem de alerta ao Grêmio, que tem a vantagem dos 3 a 0 (mesmo placar do River que fez um no primeiro jogo e vencia por 2 a 0 no segundo), mas que precisa entrar em campo como se tudo estivesse no 0 a 0.

O River fez os dois gols e achou que tudo estava decidido. Não estava. O futebol é empolgante também por isso: é cheio de surpresas.

DESPEITO

Uma jornalista colorada conseguiu agitar a torcida gremista na véspera de um jogo que pode levar o Grêmio à final da Libertadores.

Cheia de dor de corno e inveja, a sofrida Andressa Riquelme não se conteve e cometeu em ZH um texto eivado de rancor e despeito.

Não entendo por que tanta gente se preocupa em atacar essa jovem amargurada, que confessa em público toda sua dor e sua mágoa por estar vivendo esse momento terrível para ela e os seus.

Enquanto o time dela apresenta um futebol medíocre na segundona (expressão abolida do noticiário esportivo da mídia gaúcha) e ainda assim lidera a competição, provando seu nível paupérrimo, o Grêmio se credencia ao tri da Libertadores.

Mais do que isso, conforme reconhece a pobre e bela Andressa, arriscando a conquistar seu segundo título mundial de clubes. Prudente em seu despeito amazônico, sugere que o Grêmio tem sido tão sortudo que é capaz de conquistar tudo o que vier pela a frente, inclusive atropelando Cristiano Ronaldo, que, aliás, já sentiu o que é a marcação do Kannemann.

Então, cara Andressa, não me sinto agredido. Pelo contrário, estou confortado. Fico feliz com essa manifestação, uma confissão de dor, comum, não tenho dúvida, a todos os colorados, principalmente aos que militam na crônica esportiva.

Eu já senti essa dor, por isso eu te entendo Andressa. Mas não paguei esse vale, nunca.

Fora isso, a sofredora Andressa Riquelme conseguiu seus minutos de “celebridade”.

DECISÃO

Não importa se o Barcelona ficou retido na Bolívia e teve sua programação alterada para enfrentar o Grêmio.

O que importa, e não deve ser esquecido, é que o Grêmio ainda não está classificado para a fase final.

Tudo bem, está com um pé e meio na decisão. Mas precisa confirmar. A vantagem de 3 a 0 é quase impossível de ser revertida. Seria um crime.

Mas nós todos já vimos de tudo no futebol. Por isso, o negócio é o time entrar em campo como se o jogo estivesse zero a zero. E a torcida se mostrar solidária e participativa.

É preciso destacar, também, que ao desembarcar o Barcelona verá que a mídia gaúcha já vê o Grêmio na final. O que não deixa de ser uma forma de motivar ainda mais o adversário, que, não esqueçam, eliminou Santos e Palmeiras.

O time equatoriano verá, ainda, que tem uma grande torcida em Porto Alegre, pouco esperançosa, é verdade, mas sempre ligada. Faz parte.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 21.01

  • Dia de Apolo, o deus Sol (mitologia grega)
  • Dia de Santo Anastácio