Últimas notícias

Colunistas

RSS
Grêmio, ‘zebra’ sim, mas com camisa de peso e tradição

Ilgo Wink

14.12.2017

Grêmio, ‘zebra’ sim, mas com camisa de peso e tradição

Só tem um jeito de vencer o Real Madrid e suas estrelas: que tudo dê certo para o Grêmio. E tudo muito errado para Cristiano Ronaldo e seus companheiros.

Quer dizer, uma missão quase impossível. Mas o futebol não é basquete, onde raramente David derruba Golias. Normalmente, o gigante esmaga seu oponente atrevido.

Mas as zebras estão aí, soltas e sempre dispostas a aprontar.

Sim, não resta dúvida que o Grêmio, na disputa com poderoso clube espanhol, é a zebra.

Assim como o Mazembe, clube responsável por uma das maiores alegrias que tive na vida esportiva, era zebrão contra o Inter em 2010 e acabou vencendo.

(A propósito, tenho uma página no face em comemoração a essa data tão especial, a mazembe day, com dez mil seguidores, muitos deles torcedores do Mazembe)

Voltando ao assunto:

a diferença é que o Grêmio é o Grêmio, como já dizia o saudoso presidente Hélio Dourado, meio que engolindo o érre.

O Grêmio tem história, tem tradição, tem uma camisa que pesa, que se impõe, e por vezes intimida. Não é um Mazembe da vida.

Então, se o Real Madrid facilitar, marcar com frouxidão como fez contra o Al Jazira, estará correndo sério risco, mesmo que o Grêmio tenha problema com seus dois centroavantes: um que parece ter esquecido seu futebol e outro que dificilmente marca gol, e que quando marca é anulado. Sacanagem pura.

A dúvida é quem começa: Lucas Barrios ou Jael. Jael tem futebol mais tosco, mas é mais vibrante, mais forte, mais comprometido.

Barrios caiu de rendimento faz tempo. Perdeu aquele imperdível contra o Cruzeiro na final da Copa do Brasil. Não está jogando bem, está devendo. Mas como é um jogador de muito potencial técnico, quem sabe ele não desencanta na final?

O fato é que o Grêmio vai precisar de todos os seus jogadores atuando a 110% com um nível de acerto de passes, desarmes, conclusões acima da média.

Nesse aspecto, do time titular, somente Lucas Barrios e Michel estão devendo futebol. O primeiro talvez por algum problema físico ou desânimo por não ter seu contrato renovado até agora; o segundo, porque vem de uma cirurgia e ainda não está no seu ritmo de jogo normal.

Há dúvida sobre quem começa o jogo. Se Barrios não tiver nenhum problema maior, defendo que ele comece. Prefiro deixar Jael para pegar um adversário mais cansado.

No mais, não tenho nenhuma dúvida de que Renato fará o melhor para o Grêmio. Eu, como chapa branca assumido, estou com o treinador, que saberá preparar seu time para superar essa potência do futebol.

RW

As camisas contra a IVI:

http://cornetadorw.blogspot.com.br/2017/12/camisetas-anti-ivi.html


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 18.10

  • Dia de São Lucas
  • Dia do Anjo Ayel
  • Dia do Estivador
  • Dia do Médico
  • Dia do Pintor
  • Dia do Securitário