Últimas notícias

Colunistas

RSS
Recopa: Renato começa mal, corrige e acerta o time

Ilgo Wink

15.02.2018

Recopa: Renato começa mal, corrige e acerta o time

Mais deprimente que o primeiro tempo do Grêmio contra o Independiente foi ligar a TV e deparar não com o grande jogo pela Recopa em Buenos Aires, mas com um desses ‘clássicos’ do Gauchão.

Eu fui conferir se era verdade (não queria acreditar) que a RBS não transmitiria o duelo pelo título da Recopa envolvendo um time gaúcho, o Grêmio, e um argentino. Era verdade!

O jogo, portanto, não passou na TV aberta.

Assim, muita gente ficou no radinho. Por um lado foi bom, porque quem dependia do canal aberto deixou de ver um Grêmio irreconhecível em boa parte do confronto, como destacou a equipe da Fox.

O Grêmio, iniciando a temporada assim como seu adversário, foi dominado, e só não foi com derrota para o intervalo por detalhe. Por sorte, o Grêmio achou um gol na falha da zaga. Luan interceptou um passe, invadiu e área e desviou do goleiro com a categoria que Deus lhe deu.

Era um gol para dar tranquilidade ao time, mas foi o contrário. O Independiente foi para cima. Foi com tanta vontade que Giglioti acertou uma cotovelada em Kannemann, e foi expulso a partir de informação do árbitro de vídeo (VAR).

Mesmo com um jogador a mais, o Grêmio cedeu o empate. Bruno Cortez marcou contra de cabeça, após um lançamento para a área.

O time argentino continuou superior. Teve até bola na trave. O Grêmio não conseguiu exercer a marcação no campo inimigo.

A escalação do jovem Lima se mostrou um equívoco do técnico. Ele tem potencial, mas não conseguiu mostrar seu futebol nesse jogo de confronto com argentinos em que muitas vezes prevalece a experiência e a força.

No segundo tempo, aos 8 minutos, Alisson entrou no lugar de Lima. O time melhorou consideravelmente. Aos poucos o Grêmio foi comando conta do jogo, marcando no campo do adversário, tocando a bola e buscando a melhor jogada para fazer o gol da vitória.

Algumas situações foram criadas, e desperdiçadas. Nos minutos finais entraram Maicosuel e Jael. O Grêmio tinha controle total do jogo. Faltou criar situações mais nítidas de gol.

No final das contas, considerando o erro de Renato em começar com Lima, o que contribuiu para o domínio argentino no primeiro tempo, o empate não foi um mau resultado – considerando a falta de ritmo da equipe.

Mas foi frustrante, já que o adversário jogou a maior parte do tempo com um a menos.

A decisão fica para quarta-feira, na Arena. Um novo empate leva para os pênaltis.

Corrigindo: o empate leva à prorrogação e depois, se for o caso, aos pênaltis. Fortes emoções.


Tags: Ilgo Wink, esporte, inter, grêmio, futebol


Ilgo Wink é jornalista formado pela Ufrgs. Trabalhou na Folha da Tarde, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio da Universidade e TV Bandeirantes. Hoje, dirige a WComm Comunicação Ltda.  Nas horas vagas produz cerveja artesanal e mantém o blog: Blog do Ilgo.

E-mail: ilgowink@gmail.com

twitter: twitter.com/ilgowink




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

colunas anteriores

Comemoramos hoje - 23.06

  • Dia das Nações Unidas para o Serviço Público
  • Dia de São Zeno
  • Dia do Anjo Melahel
  • Dia do Lavrador
  • Dia Universal Olímpico