Últimas notícias

Colunistas

RSS
18.07.2012- SALVE NELSON MANDELA

Erner Machado

18.07.2012

18.07.2012- SALVE NELSON MANDELA

Hoje, Nelson Mandela completa 94 anos. A Africa do Sul, na mais escondida aldeia ao mais vistoso edifício na capital do Pais, nas escolas primárias, nas universidades, nas repartições publicas e privadas, nas casas de comercio, industria, bancos, dos finos salões ao chão batido das cabanas do povo africano estarão sendo ouvidos os tambores que, com suas batidas cadenciadas acompanham milhões de vozes saudando o grande filho da Pátria ao som de Parabéns a Você. São 94 anos dedicados ao seu pais e ao seu povo e graças a tenacidade e a intensidade desta dedicação, Mandela transformou pessoas que eram escravos, banidos, excluídos, discriminados e desconsiderados, em homens livres para exercerem sua cidadania e viverem seus sonhos e construírem seus destinos.

Falar de Mandela é um exercício de procurar adjetivos que, mesmo encontrados não definem, na plenitude, a sua existência e a sua história. Mandela é muito grande para ser definido ou entendido pelas pessoas comuns que, como eu, se encantam com a lenda, mas não compreendem como alguém pode chegar a ser tão grande, tão magnânimo, tão completo, tão desprendido de interesses pessoais em troca dos interesses e da grandeza coletiva de seu povo.

Mandela, ou o Pai, como é chamado por seu povo, por ser opositor do Regime Colonialista, ficou preso por um período de 28 anos, de 1962 a 1990.Em abril de 1994 ao acontecerem as primeiras eleições democráticas e multirraciais da Africa do Sul é escolhido pelo povo e, em 10 de maio do mesmo ano, Mandela é empossado como Presidente da África do Sul. Junto com seu Povo, construiu sua Pátria, para seu Povo. Sua vida tem se constituído em uma referência para a luta contra a discriminação, contra o racismo e contra o cerceamento das liberdades coletivas e individuais.

Acho que por aqui cesso os meus comentários sobre Mandela. Falar mais poderá fazer com que eu invada caminhos de Luz e que a Luz intensa da vida deste grande SER ofusque a minha visão. Fico então modestamente, à distância cantando Parabéns a Mandela. Peço a Deus que o meu pobre canto mesmo sem o acompanhamento dos tambores tribais e sem a luz das fogueiras das noites africanas, possa ser ouvido e que ao ouvi-lo este grande SER tenha a consciência da dimensão do meu respeito, da minha admiração, do meu amor e da minha esperança de que Ele sirva de exemplo aos políticos de meu povo.


Tags: Erner, artigos, textos


Erner Antonio Freitas Machado, é natural de Rosário do Sul, trabalhou no Banco da Província, no Banco da Amazônia e na CRT (Telefonica-BRT).

Escreveu O AZUL PROFUNDO, livro de poesias. Colabora com a FOLHA DO LITORAL, de Capão da Canoa e com diversas mídias eletrônicas, destacando LITORAL MANIA, de Xangri-lá e BLOG DO PAULO NUNES de Vitoria da Conquista -BA.

Está trabalhando na coletânea de Prosa e Poesias de sua autoria que vai publicar, com o nome de NOVOS TEXTOS.

e-mail: ernermachado@gmail.com




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 27.04

  • Dia da Empregada Doméstica
  • Dia de Santa Zita
  • Dia do Emigrante
  • Dia do Kung Fu
  • Dia do Sacerdote