RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - Duas datas

Últimas notícias

Colunistas

RSS
Duas datas

Erner Machado

19.10.2016

Duas datas

Fui cobrado pelo editor de um dos Blogs para os quais escrevo que eu não enviei texto para o dia das crianças e que, também, não o fiz, para o dia dos Professores.

Mandei-lhe este bilhete, tentando me explicar.

Meu caro Editor,

Não fiz os textos por questões éticas, morais e sentimentais, como lhe explico, a seguir:

Peço-lhe que entenda as minhas razões e  compreenda que eu não poderia fazer um texto no dia das crianças que atingiria um  universo limitado  de pais que tem acesso a informação, que compra presentes caros, para seus filhos, que os leva ao cinema, ao zoológicos, aos parques e aos restaurantes e com isto os faz felizes e deixar de lado um grande número de pais que moram nos campos e nas cidades vivendo em condições de miserabilidade e sem acesso à comunicação,  ao saneamento básico, à saúde, à educação , à segurança, ao trabalho digno e regular   e que não podem comprar um presente, por mais barato que seja, para dar a seus filhos , os quais nem sabem que existe um dia da criança.

Seria muita injustiça fazer um texto enaltecendo o dia da criança quando sei que existem tantas crianças em cujos rostos, tão jovens, já existe o traço da tristeza, da dor, do abandono, do sofrimento e, para cujo futuro, não existe a menor possibilidade de dignidade, de amor, de felicidade e de paz.

Não fiz, também, um texto para o dia dos professores, embora carregue no meu coração e na minha alma a maior admiração por todos aqueles que abraçaram o caminho do magistério e, através dele, realizam a transferência de conhecimento e de cultura às crianças, aos jovens, aos adultos e ao idosos. Mas, de igual sorte, não poderia fazer um texto que atingisse a alguns e deixasse de atingir a grande maioria que no exercício de seus misteres vocacionais não recebem o devido reconhecimento do estado brasileiro que lhes paga mal, não lhes oferece condições dignas de trabalho, não lhes oferece segurança em Sala de Aula na qual possam expressar-se com respeito e com autoridade. Não poderia fazer um texto no dia dos professores porque tenho a consciência que estes abnegados profissionais não merecem textos elogiosos teóricos, merecerem, sim, respeito por parte da sociedade em geral e das autoridades que exercem a gestão dos municípios, dos estados e da União.

Espero, caro editor, que chegue o dia em que as crianças e os professores de meu país possam, realmente, comemorar os seus dias, tão próximos um do outro, como próximos são seus destinos e que algum escriba menor, igual a mim, possa fazer um texto enaltecendo as condições que as crianças, todas, merecem ter e o respeito, a valorização, a dignidade que os professores são Credores, pela nobreza e pelo alto valor de suas profissões.

Um abraço do Erner


Tags: Erner Machado, coluna, colunista, artigo


Erner Antonio Freitas Machado, é natural de Rosário do Sul, trabalhou no Banco da Província, no Banco da Amazônia e na CRT (Telefonica-BRT).

Escreveu O AZUL PROFUNDO, livro de poesias. Colabora com a FOLHA DO LITORAL, de Capão da Canoa e com diversas mídias eletrônicas, destacando LITORAL MANIA, de Xangri-lá e BLOG DO PAULO NUNES de Vitoria da Conquista -BA.

Está trabalhando na coletânea de Prosa e Poesias de sua autoria que vai publicar, com o nome de NOVOS TEXTOS.

e-mail: ernermachado@gmail.com




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 19.08

  • Dia de São Luis de Tolosa
  • Dia do Anjo Acaiah
  • Dia do Artista de Teatro
  • Dia do Fotógrafo e da Fotografia