Últimas notícias

Colunistas

RSS
Autocrítica

Erner Machado

01.06.2018

Autocrítica

Em conversa, amistosa, com amigos, foi proposta a questão que permitia, a cada um dos participantes, dar a sua opinião sobre a crise brasileira.

Respeitosamente me permiti dizer que somos um país que, hoje, se manifesta por atuações e por posturas vulgarizadas.

Para justificar a minha afirmação mencionei:

A péssima qualidade de nossa educação básica, media e universitária, na qual alunos de ultimas séries do ensino básico não apresentam condições de alfabetização, os do ensino médio não conhecem analise sintática ou uma equação algébrica e os universitários, após formados, não são aprovados nos exames que suas instituições de classe estabelecem, para o exercício da atividade diplomada;

A nossa forma de manifestação oral ou escrita passou a ser caracterizada por uma linguagem onde o palavrão, os termos baixos e rastaqueras, se tornaram normais e a erudição passou a ser considerada ridícula e elitista;

A ausência de literatos, de cientistas de pensadores, de filósofos, de educadores, de juristas, de economistas e de outros expoentes de renome e de expressão é uma realidade nacional;

A Família que, no dizer de Rui Barbosa é a Célula primeira da Sociedade ,hoje, encontra-se totalmente  destruída  por lares desfeitos onde pais ou mães, solitariamente, criam filhos sem noção de respeito, de dignidade  e de amor, ou por unidades familiares compostas por dois  pais ou duas mães que conduzem as crianças para uma sociedade onde a permissividade das relações torna-se regra e é aceita como normal;

A permissividade de costumes e ausência de valores que derivou para encaminhar as crianças, a juventude e o adultos para vícios nefastos como o fumo, o álcool e as drogas;

A artes e os esportes, em todas as suas manifestações, produziram atores, cantores, músicos, e atletas de terceira categoria e que, quando se apresentam, são aplaudidos de pé por um público alienado em seus valores e em sua consciência;

As políticas de Segurança Pública que permitem que os delinqüentes  transitem livremente, exercendo o seu oficio e que portem armamento que nem o exército nacional possui. Esta licenciosidade permite que se produza no pais, mais de sessenta mil mortes por ano;

O nosso poder judiciário que nos tribunais superiores estaduais e federais tem seus membros indicados por preferencias políticas do chefe de plantão, em detrimento do mérito ou da competência o que os transforma   não em guardiões da constituição e da lei, mas em defensores das pessoas ou dos partidos que os conduziram ao poder;

A classe política nacional, que detém em seus quadros- legislativo ou executivo - homens de má formação moral que em sua maioria são suspeitos, indiciados ou réus em processos criminosos e que se encontram livres graças a artifícios constitucionais ou arranjos políticos ou jurídicos;

Esta mesma classe política que, nos últimos cinquenta anos, foi liquidando e vulgarizando seus quadros reduzindo-o em qualidade chegando, hoje, a caracterizar-se pela completa ausência dos políticos estadistas que a abrilhantavam e a dignificavam;

É, esta mesma classe política que apresenta ao povo um coronel do Nordeste economista, mas descontrolado, um metalúrgico decrépito e condenado em segunda instancia e cumprindo pena, um deputado federal, ex militar, com graves desvios de conduta emocional, como possíveis candidatos a salvadores da Pátria e capazes de conduzir a Nação e ao Povo a caminhos diferentes dos que são trilhados há tantos anos...

Findas as minhas considerações, recolhi-me ao silêncio.... mas do fundo da sala um amigo levantou-se e perguntou-me:

E o povo?

-O povo, o meu povo, o seu povo, nós todos, somos os Autores, Produtores e Diretores do Grande Drama Nacional e, por ele, os únicos responsáveis.


Tags: Erner Machado, coluna, colunista, artigo


Erner Antonio Freitas Machado, é natural de Rosário do Sul, trabalhou no Banco da Província, no Banco da Amazônia e na CRT (Telefonica-BRT).

Escreveu O AZUL PROFUNDO, livro de poesias. Colabora com a FOLHA DO LITORAL, de Capão da Canoa e com diversas mídias eletrônicas, destacando LITORAL MANIA, de Xangri-lá e BLOG DO PAULO NUNES de Vitoria da Conquista -BA.

Está trabalhando na coletânea de Prosa e Poesias de sua autoria que vai publicar, com o nome de NOVOS TEXTOS.

e-mail: ernermachado@gmail.com




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 16.11

  • Dia da Tradição Oral
  • Dia de Santa Gertrudes
  • Dia de Santa Margarida
  • Dia de São Giuseppe Moscati
  • Dia do Anjo Melahel
  • Dia Internacional da Tolerância
  • Dia Nacional de Atenção à Dislexia
  • Dia Nacional dos Ostomizados
  • Semana da Música