Últimas notícias

Colunistas

RSS
Zoom em São Paulo

Mafalda Orlandini

20.04.2015

Zoom em São Paulo

Nesta semana, retirei da minha já famosa caixa dourada três cartas do meu marido, com data de maio e junho de 1958, quando estava em São Paulo preparando a nossa mudança para lá. Vale a pena ler e reler aquelas cartas e ver a preocupação em preparar com carinho “o nosso ninho”, a angústia e a saudade que sofria pela separação temporária.

Na primeira, com data de 26 de maio, além de outros assuntos, pede-me para aguardar mais um pouco no Portinho, porque não pode nem procurar casa ou apartamento porque teve que viajar a Manaus e a Belém para atender clientes da empresa. São cartas escritas à máquina naquelas Olivetti antigas, em papéis com o logotipo da empresa (Front Feed), apressadamente, porque havia muitos trabalhos para serem feitos. No entanto, não deixam de ser cheias de palavras carinhosas e expressões de saudades.


Renato, Ricardo, Nanci e Ronald, a Família Gennari, vizinhos e primeiros amigos que fez em São Paulo e que ajudou, inclusive, a arrumar a casa para me esperar.

Na missiva de 07 de junho, diz que está entre uma casa e um apartamento, que ainda não decidiu e pede para esperar um pouco mais. Entre outras falas, pergunta se todas as contas já foram pagas. Ele sempre foi pontual em honrar seus compromissos financeiros. Da próxima vez em que escreve (16 de junho), está contente porque marca a data da minha viagem com os filhos. Já alugara uma casa ótima no bairro Indianópolis e já colocara os móveis no lugar.


Meu filho Oscar há alguns quando foi a São Paulo visitar seus amigos daquela época e fez questão de tirar uma foto com seu amigo Renato Gennari.

Pelas cartas, dá para perceber que não chegaram a dois meses de separação da família e ele estava por demais ansioso pela nossa chegada. Nossa mudança para a capital paulista tinha tudo para dar certo, mas ele não se adaptou ao estilo de trabalho do grupo. Antes de completar dois anos, eu vim passar o Natal em Porto Alegre. Surpreendeu-me com um telefonema: Estamos voltando para casa. Vendeu as ações que vinha comprando e voltou a ser Gerente da mesma empresa, mas desta vez sem o estresse da capital paulista

Certa vez, fizemos a aventura de ir a São Paulo em um carrinho meio antiguinho, um Austin, que chegou lá de língua de fora.  


Meus filhos, Ricardo e Oscar, num muro de contenção da estrata que ligava o Rio Grande do Sul a São Paulo.

Em São Paulo, fizemos amizades duradouras com vizinhos excelentes, Fazíamos churrascos, jogávamos carta, acompanhávamos os jogos do Copa do Mundo (1958), íamos à praia em Santos. Inclusive, comemoramos juntos, na Avenida Paulista, a Vitória do Brasil. Tinha tudo para dar certo, entretanto, o Ney não aceitava ficar com a família só nos fins de semana e, às vezes, ainda ter que viajar ao norte do país. Além disso, sentíamos falta da convivência com os nossos familiares.


Ricardo Gennari, meu filho Oscar e Renato Gennari na "Velha Deka", em 1969, num dos muitos verões que passaram no Imbé.

O tempo que ficamos em São Paulo durou pouco. Apenas dois anos. Ficou marcado pelas amizades que renderam muitas férias juntos, cartas e telefonemas. O Ney, quando ia a São Paulo a trabalho, sempre se hospedava na casa dos Gennari. A Nanci, que era muito brincalhona, colocou uma plaquinha na mala dele que dizia mais ou menos assim: “Os hóspedes nos dão duas alegrias. Uma quando chegam e outra quando vão embora.” E me cobrava para devolver a plaquinha pessoalmente. Ela era muito especial. Saudades de amigos inesquecíveis.


Tags: Mafalda Orlandini, crônica


Mafalda Orlandini é professora de português e literatura aposentada. Lecionou nos colégios: Nossa Senhora do Rosário (Porto Alegre), Vera Cruz (Porto Alegre), Nossa Senhora dos Anjos (Gravataí), E.E. Presidente Kennedy (Cachoeirinha), E.E. Santos Dumont (Porto Alegre) e no Curso Pré-Universitário (Porto Alegre) onde ministrava aulas sobre redação.

Durante muitos anos fez parte da banca de correções de redação nos vestibulares da PUC-RS.

E-mail: mafalda.orlandini@hotmail.com

Facebook: http://www.facebook.com/mafalda.orlandini

 




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 25.05

  • Dia da Costureira
  • Dia da Liberdade de Impostos
  • Dia de Santa Maria Madalena de Pazzi
  • Dia de São Gregório VII
  • Dia do Industrial e da Indústria
  • Dia do Massagista
  • Dia do Orgulho Nerd
  • Dia do Trabalhador Rural
  • Dia Nacional da Adoção