Últimas notícias

Colunistas

RSS
Um homem sério e sem

Gilberto Jasper

10.10.2013

Um homem sério e sem "esquemas"

            No Grupo Gazeta, de Santa Cruz do Sul, existia um jornalista – repórter do jornal, apresentador e repórter da rádio – que se notabilizou por ser um grande humorista. Tinha um programa de música sertaneja, ao final da tarde, onde o ponto alto eram as imitações de diversos personagens. A veracidade que emprestava aos tipos inventados era tamanha que era comum ver ouvintes diante da emissora para conhecê-los pessoalmente

            Era um jornalista de permanente alto astral, mas negava todos os convites para integrar a equipe esportiva da emissora. Mas depois de um churrasco regado com muitas cerveja (Brahma Extra, na época a top das cévas), finalmente topou. A estreia aconteceria no jogo Santa Cruz x Pelotas no Estádio dos Plátanos.

            No Hotel Charrua, na véspera do jogo, o chefe da equipe esportiva conversou com o experiente técnico Galego para montar uma pegadinha com o repórter estreante. Tudo combinado e ainda rolava a partida preliminar quando nosso personagem embarcou na unidade móvel munido de microfone, planilha (aquelas de compensado com uma mãozinha de metal para segurar os papeis) e muita coragem para entrevistar a “velha raposa” que treinava o time pelotense.

            - Boa tarde, técnico, Galego! Qual é o seu objetivo no partida de hoje? – abriu a entrevista.

            - Ora, meu filho, meu objetivo é ganhar. O senhor acha que vim de tão longe pra perder? – respondeu o treinador.

            Nosso amigo não esmoreceu e disparou a segunda pergunta:

            - E como vai jogar a sua equipe?

            - Com 11 jogadores! Um no gol e dez na linha, meu filho! – retrucou.

            Sem disfarçar a irritação, o repórter tentou uma derradeira pergunta-chavão:

            - E qual é o seu esquema, Galego?

            - Olha aqui, meu filho... eu tenho 62 anos, sou casado, tenho filhos e netos.  Tu achas que nesta idade ainda tenho energia para ter “esquema” aqui em Santa Cruz? – devolveu o veterano treinador.

            A entrevista terminou ali mesmo, sem a assinatura do repórter. O novato atirou planilha, microfone, caneta e fones de ouvido no chão e disparou resoluto em direção à saída do Estádio dos Plátanos. Eu e outros dois colegas o alcançamos no portão de saída.

            Assim que contamos que se tratava de uma brincadeira, fugimos em disparada. Furioso, o eterno gozador, rei das pegadinhas, ficou indignado e jamais voltou à equipe esportiva.

            Dizem que hoje ele é um bem sucedido advogado.


Tags: Gilberto Jasper, jornalismo, Em Outras Palavras


Gilberto Jasper é jornalista. Trabalhou como repórter nos jornais O Alto Taquari (Arroio do Meio), O Informativo do Vale (Lajeado), Gazeta do Sul (Santa Cruz do Sul) e Zero Hora (Porto Alegre), além das rádios Independente (Lajeado) e Gazeta AM/FM (Santa Cruz do Sul). Como assessor de Imprensa atuou com o ex-secretário da Educação, Bernardo de Souza (Governo Simon), além do Palácio Piratini (Governos Antônio Britto e Germano Rigotto), na Presidência da Assembleia Legislativa do RS (com os deputados Paulo Odone e Frederico Antunes), na Presidência da Câmara de Vereadores de Porto Alegre (vereador Sebastião Melo) e com o deputado federal Osmar Terra. Foi assessor de Imprensa da Presidência do Tribunal de Justiça do RS. Atualmente é coordenador de Comunicação do gabinete do deputado Tiago Simon na AL-RS.

Saído no interior de uma cidadezinha do Vale do Taquari com pouco mais de 5 mil habitantes aos 17 anos me considero um privilegiado por ter feito tantas coisas, por ter conhecido inúmeros lugares interessantes e, acima de tudo, ter tido o privilégio de conviver milhares de pessoas e ter feito valiosos amigos.

Contato:
e-mail: gilbertojasper@gmail.com
Blogger: gilbertojasper.blogspot.com.br




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 22.02

  • Criação do IBAMA pela Lei nº 7.735, (1989)
  • Dia de Santa Margarida de Cortona