Últimas notícias

Colunistas

RSS
Política e preconceito

Gilberto Jasper

11.12.2015

Política e preconceito

Plenário da Câmara dos Deputados em Brasília.
Plenário da Câmara dos Deputados em Brasília.

Episódios como a Operação Lava-Jato e o Mensalão só fazem ampliar a ojeriza da população pela política. A atividade parlamentar baniu a ditadura do nosso país, acabou com a censura, a tortura e permitiu e restabeleceu a liberdade, mas os exemplos positivos lamentavelmente não chegam às manchetes dos grandes jornais. No máximo, ocupam um cantinho de página do lado esquerdo da publicação.

Em dez meses teremos eleição para prefeito e vereador. São os representantes mais próximos da realidade do cotidiano. Em cada comunidade se conhece os nomes, currículos e o potencial de cada candidato, o que permite uma escolha criteriosa em mais de 5 mil municípios. A amizade, sentimento fundamental para a humanidade, deve ser relevada no momento da escolha. Para conquistar um mandato é preciso muitos outros atributos, como seriedade, competência, decência e comprometimento com as causas sociais.

oxoxoxoxoxoxoxoxox

A cada chamada espetaculosa do Jornal Nacional na hora do jantar posso imaginar a indignação dos vereadores que pisam no barro ou comem poeira todos os dias. Ou acolhem em sua residência pessoas carentes de ajuda ou são exploradas por sua ignorância. Conheço muito bem esta rotina porque meu falecido pai foi vereador em Arroio do Meio, pequeno município do Vale do Taquari, numa época em que os representantes do povo sequer recebiam salário.

Foram quatro anos de intenso trabalho, ausências contínuas do convívio familiar e uma lesão crônica na coluna cervical que obrigou a uma cirurgia. Sinto orgulho do velho Giba por tratar-se de exemplo de homem público que honrou o mandato conferido pela população.       

oxoxoxoxoxoxoxoxox

Neste mar de lama é impensável convencer pessoas competentes em seu segmento de atuação profissional a participar da vida pública. Quem, em perfeito juízo, aceitaria ser comparado a pessoas como Renan Calheiros, Fernando Collor, José Sarney, José Dirceu ou Eduardo Cunha, entre outros?

Além de impedir a qualificação dos quadros políticos, a desvalorização da função pública é campo fértil para a proliferação de desonestos, aproveitadores, enganadores de todos os calibres. A Operação Lava-Jato talvez ponha um freio nos celerados que assaltavam impunemente o erário público.

Tomara que o trabalho do Juiz Sérgio Moro sirva inspiração para fazer da ética uma disciplina obrigatória no currículo do Ensino Fundamental.


Tags: Gilberto Jasper, jornalismo, Em Outras Palavras


Gilberto Jasper é jornalista. Trabalhou como repórter nos jornais O Alto Taquari (Arroio do Meio), O Informativo do Vale (Lajeado), Gazeta do Sul (Santa Cruz do Sul) e Zero Hora (Porto Alegre), além das rádios Independente (Lajeado) e Gazeta AM/FM (Santa Cruz do Sul). Como assessor de Imprensa atuou com o ex-secretário da Educação, Bernardo de Souza (Governo Simon), além do Palácio Piratini (Governos Antônio Britto e Germano Rigotto), na Presidência da Assembleia Legislativa do RS (com os deputados Paulo Odone e Frederico Antunes), na Presidência da Câmara de Vereadores de Porto Alegre (vereador Sebastião Melo) e com o deputado federal Osmar Terra. Foi assessor de Imprensa da Presidência do Tribunal de Justiça do RS. Atualmente é coordenador de Comunicação do gabinete do deputado Tiago Simon na AL-RS.

Saído no interior de uma cidadezinha do Vale do Taquari com pouco mais de 5 mil habitantes aos 17 anos me considero um privilegiado por ter feito tantas coisas, por ter conhecido inúmeros lugares interessantes e, acima de tudo, ter tido o privilégio de conviver milhares de pessoas e ter feito valiosos amigos.

Contato:
e-mail: gilbertojasper@gmail.com
Blogger: gilbertojasper.blogspot.com.br




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 16.12

  • Dia de Santa Adelaide
  • Dia de São José Moscati
  • Dia do Butantã
  • Dia do Reservista
  • Dia do Síndico - Porto Alegre
  • Dia do Teatro Amador