Últimas notícias

Colunistas

RSS
O Brasil hiberna

Gilberto Jasper

04.01.2018

O Brasil hiberna

Começo de ano, preguiça de alguns felizardos em férias, sensação de ressaca para outros, dois meses que se arrastam até o país engrenar. Leio com frequência a estranheza dos estrangeiros diante desta espécie de ócio consentido anual, sempre entre janeiro e março. E sejamos honestos: já em parte de dezembro, a partir das vésperas do Natal, nota-se uma certa desaceleração geral.

Um país tão carente de educação e trabalho se dá o direito, por convenção histórica, de ficar quase três meses “à sombra”, esperando a chegada de março para, aí sim, entrar de verdade na busca de soluções para tantos problemas. Estima-se em mais de 13 milhões o contingente de desempregados no território nacional. É uma chaga social que transcende a simples falta de ocupação, da ausência de renda, da baixa autoestima que fere a dignidade humana.

É uma legião de brasileiros que dependem visceralmente do poder público. Saúde, educação, segurança, assistência à família. Tudo isso é inacessível para milhões de brasileiros, mas até março tudo se resume à espera, expectativa e esperança de que, em outubro, emerja um salvador da pátria das urnas para resolver todas as nossas mazelas.

O direito ao descanso é sagrado a todos que trabalham duro ao longo do ano. É inadmissível, todavia, constatar que muitas estruturas públicas funcionam “à meia boca” no auge do verão. Mantêm expediente reduzido e quadro de pessoal diminutos, agravando as agruras de quem busca alternativas ao desemprego que machuca.

Seria devaneio esperar que hábitos tão arraigados como a desaceleração do Brasil no verão sejam revertidos. A opção pelas férias no começo do ano é um dogma da cultura verde-amarela que, somada à proliferação de feriados e pontos facultativos de 2018 vai reduzir, em muito, os dias úteis.

Precisa-se de trabalho. Não somente para os que dormem nas filas de emprego, mas necessitamos de produção de bens, de serviços, de inteligência para sair do atoleiro que a crise política, ética e econômica impôs a nós. Mas ao contrário da busca de mudanças, nota-se um feérico esforço para manter as coisas como estão.

Quem encontra-se em situação estável não tem motivos para mudar. Há aqueles que veem o mundo passar diante dos olhos sem forças para fazer a diferença está cansado com o festival de barbaridades que desfila no noticiário de tevê. Urge encontrar um meio termo para que todos tenham acesso à vida digna onde o trabalho é apenas um dos preceitos, o ponto de partida.

Recém estamos no limiar de janeiro. Ainda há muitos congestionamentos, filas e irritação rumo ao litoral, estação rodoviária, nas rodovias e aeroportos. Roupa formal, compromissos, horário, obrigações? Somente em março. Até lá o Brasil hiberna.


Tags: Gilberto Jasper, jornalismo, Em Outras Palavras


Gilberto Jasper é jornalista. Trabalhou como repórter nos jornais O Alto Taquari (Arroio do Meio), O Informativo do Vale (Lajeado), Gazeta do Sul (Santa Cruz do Sul) e Zero Hora (Porto Alegre), além das rádios Independente (Lajeado) e Gazeta AM/FM (Santa Cruz do Sul). Como assessor de Imprensa atuou com o ex-secretário da Educação, Bernardo de Souza (Governo Simon), além do Palácio Piratini (Governos Antônio Britto e Germano Rigotto), na Presidência da Assembleia Legislativa do RS (com os deputados Paulo Odone e Frederico Antunes), na Presidência da Câmara de Vereadores de Porto Alegre (vereador Sebastião Melo) e com o deputado federal Osmar Terra. Foi assessor de Imprensa da Presidência do Tribunal de Justiça do RS. Atualmente é coordenador de Comunicação do gabinete do deputado Tiago Simon na AL-RS.

Saído no interior de uma cidadezinha do Vale do Taquari com pouco mais de 5 mil habitantes aos 17 anos me considero um privilegiado por ter feito tantas coisas, por ter conhecido inúmeros lugares interessantes e, acima de tudo, ter tido o privilégio de conviver milhares de pessoas e ter feito valiosos amigos.

Contato:
e-mail: gilbertojasper@gmail.com
Blogger: gilbertojasper.blogspot.com.br




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 25.04

  • Dia da ONU
  • Dia de São Marcos Evangelista
  • Dia do Contabilista
  • Dia do Despachante Aduaneiro
  • Dia Internacional do Cão-guia