RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Colunista - Formatura, a grande largada

Últimas notícias

Colunistas

RSS
Formatura, a grande largada

Gilberto Jasper

27.02.2018

Formatura, a grande largada

Nesta época de formaturas, que se inicia por volta de novembro/dezembro, reflito sobre as mudanças que o mundo teve de forma tão intensa e veloz. Nascido em 1960, sou do tempo em que ter um “canudo” era meio caminho andado para garantir o sucesso profissional.

A competitividade que permeia todos os segmentos de atividade exige um refinado cabedal de atributos para conquistar, senão o sucesso absoluto, ao menos um lugar ao sol no mercado de trabalho. Especialização, domínio de idiomas, conhecimento de informática e bons contatos compõem o kit básico para entrar na disputa cada vez mais acirrada.

Ao vislumbrar o entusiasmo da gurizada ao arremessar o capelo (aquele chapéu preto com barbicacho que acompanha a tradicional toga) para o alto no encerramento da solenidade de colação de grau, lembro da minha formatura. Isto impede o tradicional sentimento de compaixão que acompanha os velhos como eu.

- Pobres jovens, como são ingênuos! Acham que o mais difícil já passou, mas o pior vai começar agora! – costumam pensar os “coroas” como eu.

Procuro evitar generalizações que sempre são equivocadas. Não importa a geração porque sempre haverá pessoas capacitadas, dedicadas e, é claro, dotadas de algum dom. Outros, com talento mínimo, compensam com muito esforço, fazendo valer o ditado de que, muitas vezes, “quando existe menos inspiração, precisa-se mais transpiração”.

A facilidade de acesso a todo tipo de conteúdo é muito fácil pela onipresença da internet. Nada fica em segredo. Isto também é motivo de igualdade de igualdade por ser acessível a todos. O diferencial está no uso da rede de contatos, a chamada network que, no meu tempo, chamava-se agenda.

Conheço inúmeros profissionais dotados de grande competência profissional, mas sofrem de crônica incapacidade de se relacionar com amigos, conhecidos e colegas de trabalho. São eles que indicarão parceiros para ocupar cargos, cumprir missões e usufruir de empregos promissores.

A entrada no mercado de trabalho exige competência, mas é preciso investir nos relacionamentos. Ótimos cérebros somente terão espaço se forem acompanhados de um temperamento afável que permita conviver em ambiente coletivo ou capaz de inspirar uma indicação para uma vaga.

A formatura é a largada de uma corrida infindável que exige improvisações, aperfeiçoamentos e autocrítica capaz de manter o profissional motivado e sintonizado com as exigências do mercado.


Tags: Gilberto Jasper, jornalismo, Em Outras Palavras


Gilberto Jasper é jornalista. Trabalhou como repórter nos jornais O Alto Taquari (Arroio do Meio), O Informativo do Vale (Lajeado), Gazeta do Sul (Santa Cruz do Sul) e Zero Hora (Porto Alegre), além das rádios Independente (Lajeado) e Gazeta AM/FM (Santa Cruz do Sul). Como assessor de Imprensa atuou com o ex-secretário da Educação, Bernardo de Souza (Governo Simon), além do Palácio Piratini (Governos Antônio Britto e Germano Rigotto), na Presidência da Assembleia Legislativa do RS (com os deputados Paulo Odone e Frederico Antunes), na Presidência da Câmara de Vereadores de Porto Alegre (vereador Sebastião Melo) e com o deputado federal Osmar Terra. Foi assessor de Imprensa da Presidência do Tribunal de Justiça do RS. Atualmente é coordenador de Comunicação do gabinete do deputado Tiago Simon na AL-RS.

Saído no interior de uma cidadezinha do Vale do Taquari com pouco mais de 5 mil habitantes aos 17 anos me considero um privilegiado por ter feito tantas coisas, por ter conhecido inúmeros lugares interessantes e, acima de tudo, ter tido o privilégio de conviver milhares de pessoas e ter feito valiosos amigos.

Contato:
e-mail: gilbertojasper@gmail.com
Blogger: gilbertojasper.blogspot.com.br




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 19.08

  • Dia de São Luis de Tolosa
  • Dia do Anjo Acaiah
  • Dia do Artista de Teatro
  • Dia do Fotógrafo e da Fotografia