Últimas notícias

Colunistas

RSS
A Invasão dos Drones

James M. Dressler

12.03.2018

A Invasão dos Drones

Os drones vieram para ficar, cada vez mais expandindo suas áreas de atuação, tornando-se itens essenciais ao nosso dia a dia. Da entrega de produtos, vigilância, filmagens, e transporte de pessoas, parece não haver mais limites para os empregos dos drones.

Todos os dias eu recebo ofertas de modelos diferentes de drones. Certo, eu recebo ofertas de todos os tipos, afinal, depois de mais de vinte anos comprando produtos pela internet, tenho cadastro em praticamente todas as grandes lojas de comércio eletrônico brasileiro. Mesmo assim, me impressiona como surgem, a cada dia, novos modelos, cada vez mais sofisticados e cada vez menores. Estes dias, recebi a oferta de um que era um pouco maior que a mão de um adulto, capaz de filmar em alta definição e controlado por um pequeno controle remoto. Há pouco mais de dois anos, custaria coisa de uns dois mil reais. Nesta oferta, estava sendo vendido por apenas quatrocentos.

Não sei se você percebeu, mas o drone já revolucionou as filmagens, não só de Hollywood, mas como a de vídeos postados hoje em dia no YouTube. Por um preço irrisório, é possível fazer aquelas belas filmagens com imagens panorâmicas, seja de testes de veículos, eventos esportivos, locais pitorescos, ou qualquer evento ao ar livre. O drone trouxe novas perspectivas e outra qualidade para a filmagem do que quer que seja objeto de visualização. Sim, já dava para fazer o mesmo antes com um helicóptero, mas lembre-se que, pelo tamanho, pelo deslocamento de ar que cria, o helicóptero acaba interferindo na naturalidade do evento. O drone acabou com este problema, e tornou-o acessível a qualquer bolso.

Agora, já surgem os primeiros modelos para o transporte de pessoas. A aliança entre o drone e os sistemas automáticos de navegação, comandados por software inteligente que gerencia o voo e evita colisões automaticamente, ao conversar com outros drones que estiverem próximos, será o pulo do gato para popularizar este tipo de drone. É questão de tempo. Imagino como será daqui dez anos. Hoje ainda é caro, mas com o tempo esse preço vai cair bastante. Acredito que será uma boa pedida, primeiro para áreas menos conflagradas que as cidades, como no interior, e daí veremos como a aceitação irá evoluir.

Nos Estados Unidos já está em testes a entrega de produtos através de drones. Não duvido que em alguns anos casas e edifícios tenham áreas específicas para o pouso deles. É o caminho lógico. Imagine o quanto isso vai aliviar o trânsito terrestre nas cidades! Realmente um ganho inesperado para todos nós.

E novas utilidades surgem todos os dias. Estava vendo uma reportagem, semana passada, onde eles serão utilizados para monitorar carga e descarga de produtos em navios nos portos brasileiros, tentando evitar roubo de cargas, contrabando, acidentes ou qualquer outra irregularidade. Uma excelente ideia que em breve poderá chegar às nossas casas. Imagino um drone que volta e meia levante voo durante a noite para dar uma olhada de cima na nossa casa procurando por algum invasor indesejado, gerando um alerta em caso de perigo. Ao invés de termos apenas aquelas câmeras estáticas, que podem ser desativadas facilmente, teríamos o drone para surpreender bandidos que estejam preparando algum assalto, fora do alcance das câmeras tradicionais.

De um jeito ou de outro, mais cedo ou mais tarde, todos teremos alguma espécie de drone ou contrataremos serviços que serão prestados por eles. Quem diria isso dez anos atrás?


Tags: James Dressler, coluna, artigo, opinião


James Masi Dressler é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS e pós-graduado em Ciência da Computação pela mesma universidade.

    e-mail: jamesmdr@gmail.com
    Twitter: @jamesmdr

DCO - Gestão da Transição




Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 18.09

  • Dia de Santa Sofia
  • Dia do Anjo Aniel
  • Dia dos Símbolos Nacionais