Últimas notícias

Colunistas

RSS
O que significa a renovação da concessão da Ceee?

Fábio B. Salvador

13.12.2015

O que significa a renovação da concessão da Ceee?

Nesta semana, foi assinada a renovação da concessão da CEEE por mais 30 anos. Para quem pensava que o governo Sartori sairia vendendo o patrimônio do Estado como fez Britto, foi um alívio. Para quem torcia pela privatização, foi um banho de água fria.

Agora, a estatal tem cinco anos para melhorar (muito) a qualidade do serviço. É uma espécie de “estágio probatório” da concessão. Vai exigir uma nova mentalidade.

Até porque, se ela ficar sem dinheiro para operar, não adianta nada ter uma folha de papel assinada. E isso pode acontecer? Pode. A CEEE opera deficitária há anos. Vai tirando empréstimos. Não é que o faturamento seja pouco: é que os custos são altos, e a gestão tem problemas históricos e endêmicos.

Para vocês terem uma idéia, há alguns anos, a CEEE ganhou um processo e embolsou 3,5 bilhões em créditos, que seriam usados em projetos de melhoria da rede. No fim, o governo se beneficiou (ganhou uns repasses e até prédios), mas o povo e a empresa, nem tanto. Faltou, inclusive, capacidade de elaborar projetos para empenhar os valores.

Viamão foi uma das poucas cidades que aproveitou como pôde a bonança. O resultado está aí: o serviço melhorou visivelmente em várias áreas da cidade, e a unidade local opera com as contas no azul. Mas a nossa cidade, nessa história, foi exceção.

Os administradores nomeados pelo atual governo até têm conseguido tornar o antigo “elefante branco” mais eficiente. Mas eles, como outros que vieram antes, esbarram na politicagem. Inclusive, trombando com interesses dos aliados do governo. Estamos falando de uma empresa com histórico de chefes nomeados por influência de deputados, prefeitos, vereadores. Que paga alguns supersalários e mantém uma profunda desigualdade salarial, desmotivando a peonada e criando tensões.

A CEEE terá novas chances agora. Com a concessão, abrem-se portas para o crédito. É provável que surja muito dinheiro (emprestado). Um dinheiro que, se bem empregado, pode levar a CEEE ao topo. Por outro lado, sabe-se que a estatal já foi usada para “salvar” o erário em outras oportunidades. Com o Estado na mais absoluta pindaíba, todo cuidado é pouco.

A renovação da concessão da CEEE, como está condicionada à melhoria do serviço, é uma notícia positiva para o consumidor.

Para a própria CEEE, é um novo desafio, que a empresa não vai superar se não enfrentar de forma séria os problemas que a colocaram na situação de dificuldade da qual tenta sair. Talvez seja sua última chance. Acabou-se a brincadeira.


Tags: artigos, colunas, Fábio Burch Salvador, Fábio Salvador


Fábio é servidor público e escritor.
 
Livros interessantes para download, informações diversas e contato, no site www.fabiosalvador.com.br.
Telefone: (51) 99138-5686​
 



Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 15.12

  • Dia da Mulher Profissional de Direito
  • Dia de Santa Cristiana
  • Dia de São Mesmino
  • Dia do Esperanto
  • Dia do Jardineiro
  • Dia do Jornaleiro