Últimas notícias

Comentários

RSS
12.01.2015 | Opinião

Fazendo nossa parte

Pateta como o sr. Wheeler (Mr. Hyde)

Chegamos a mais um verão, época do ano em que os gaúchos em geral gostam de curtir as praias. Alguns outros preferem a serra. Os mais abastados conseguem sair dos pampas e fazem alguma tour mundo afora, porque tudo fora do rio grande é ‘no estrangeiro’ (rsrsrsrs).

Também existem os que, como eu, gostam de nossa ‘Forno Alegre’ nesta época do ano e preferem curtir suas férias em outros momentos.

Mas vamos lá...

O fato é que para grande parte dos gaúchos (e gaúchas é claro), esses meses de verão são momentos de lazer, de férias, mesmo que só aos finais de semana.

Mas para a nossa tristeza também é o momento do ano, junto com os feriadões, em que mais gente morre ou fica mutilada em acidentes nas estradas brasileiras, e nas gaúchas em especial.

Sabemos que o principal culpado de tudo isso é um sujeito chamado “impunidade”, que ninguém consegue encontrar e prender, ou até mesmo dar um fim mais permanente para que ele não apareça mais por aqui.

Essa certeza de impunidade leva à imprudência desmedida, que destrói com a vida de famílias como se nosso país estivesse em constante guerra. Mais de 40 mil brasileiros morrem todos os anos vítimas dessa barbárie.

Uma permanente tragédia anunciada que poderia ser evitada, repetindo-se todos os dias, com a conivência de muitos de nós.

Quantos morrerão no próximo final de semana? Quantos morrerão durante o veraneio?

O número de veículos aumentou absurdamente, numa velocidade muito maior do que a infraestrutura rodoviária de nosso país.

As estradas estão com sua capacidade esgotada, e as autoridades estaduais e federais fazem de conta que não é com eles. Os engarrafamentos que estão acontecendo em nossas rodovias não são de hoje. São fruto da falta de planejamento e investimento ao longo dos anos. Mas isto é outra história.

O que podemos fazer para evitar acidentes fatais?

De minha parte, respeitar as leis do trânsito, principalmente no que diz respeito à velocidade, e uma constante e redobrada atenção ao dirigir.

Se cada um de nós fizer a sua parte, por certo teremos um verão com menos vítimas.

Já é um começo.

Que cada um faça a sua parte.

Vale a pena conferir aquele desenho do Pateta quando está no trânsito? Motor Mania é um filme de Walt Disney produzido nos anos 50 onde o Pateta vive um personagem gentil, o sr. Walker (Dr. Jekyll), que não fazia mal a uma mosca enquanto pedestre. Porém, ele se transforma em um terrível monstro, o sr. Wheeler (Mr. Hyde), quando ao volante.


Tags: trânsito, desastre, acidente, Dpvat, OMS, Pateta, Walt Disney, Motor Mania






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Comemoramos hoje - 26.05

  • Dia de N. Sra. de Caravaggio
  • Dia de São Filipe Néri
  • Dia do Revendedor Lotérico
  • Dia Nacional do Combate ao Glaucoma
  • Dia Nacional do Museu