Últimas notícias

Comentários

RSS
17.04.2017 | Opinião

Meu Malvado Favorito

Gru, Agnes, Edith, Margo e os Minions

Primeiramente eu gostaria de fazer um pedido a todos que tem a paciência de ler meus comentários. Da mesma forma que não vou defender ninguém citado, envolvido, processado ou preso por crimes de corrupção, peço que respeitem essa minha posição e pensem se não é o melhor a fazer.

Acusação e defesa cabem aos envolvidos e, não vale a pena brigarmos, perdermos amigos por conta dessa gentalha que assaltou nosso amado Brasil. Que a justiça condene ou absolva essa gente.

De mim ninguém, mas ninguém mesmo, terá clemência ou perdão. Isso cabe à justiça e não vou sair defendendo ninguém, seja de que partido for. Prefiro manter meus amigos e deixar essa gentalha prestar suas contas à justiça e à sociedade.

Assim, não defendo nem defenderei ninguém. Não vale a pena.

Só tenho um único “Malvado Favorito”. Ele é o personagem Gru, um supervilão que tenta “roubar” a lua (e não a Petrobras ou o  Brasil), que é o protagonista da animação da Universal Studios e da Illumination Entertainment.

Mas vamos lá...

Acredito que nenhum brasileiro tenha alguma dúvida de que a crise política pela qual passamos há algum tempo em nosso país, é oriunda não de questões econômicas, mas sim de questões relacionadas ao “toma lá, dá cá” que virou nosso país.

A “Bomba Atômica” detonada com a divulgação pública das delações da Odebrecht atinge a todos os partidos. Como diria o Bezerra da Silva, Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão.

Tristemente vivemos em uma Republiqueta das Bananas Corruptocrata.

E qual a solução:

Entre outras que imagino é reduzir o número de partidos políticos, além de extinguir, simplesmente cassar o registro de todos os partidos envolvidos em atos de corrupção, caixa dois, ou seja lá o que for.

Quanto aos políticos, creio que cassar e deixá-los inelegíveis por 8 anos é pouco. O Fernando Collor está aí de volta, não é mesmo. Quem estiver envolvido nesse lamaçal deve ser “deletado definitivamente”. Nunca mais poderá ser eleito ou exercer cargo público.

Isso é forte. Pode até ser, mas eles não merecem nenhuma misericórdia.

Roubaram de todos nós, de todas as classes sociais, de todas as ideologias. Roubaram o futuro de nossos filhos, netos, bisnetos...

O fato é que precisamos de uma profunda reforma política onde não haja brechas para a corruptocracia, e não o que já estão armando no Congresso Nacional.

O certo é que a pulverização de partidos políticos nanicos que se vendem a qualquer preço, associada ao fisiologismo impregnado nas instituições partidárias, nos leva a uma situação onde, para chegar ao poder e se governar, faz-se de tudo e mais um pouco. Coisas inimagináveis.

Vivemos, tristemente, em uma república onde é dando que se recebe.

Ambiente propício onde se sustentam os Mensalões, mensalinhos, Petrolões e tudo o mais que nos choca, mas não choca nenhum pouco a classe política brasileira que vive há décadas agarrada nessa teta.

A corrupção tomou conta de nossos governos, em todas as esferas e instâncias imagináveis.

Nesse saco de “gatos” (ou seriam ratos), tem gente de todos os partidos, como já disse, não sobra um.

Como eu não tenho nenhum MALVADO FAVORITO, a não ser o Gru, ladrão é ladrão, pouco me importando qual o seu partido.

Não defendo nenhum GUERREIRO DO POVO BRASILEIRO e outros tantos assaltantes dos cofres públicos.

Lugar de corruptos é na cadeia, sejam eles do PT, PSDB, PP, PMDB, ou qualquer outro partido.

Cadeia neles.


Tags: corrupção, PT, PMDB, PP, PSDB, cassação, Dilma, Lula, Temer, petralhas, House of Cards






Opinião do internauta

  • oscar silverio (17.04.2017 | 17.04)
    Sabe que essa sua solução é uma utopia. Lembra do Rui barbos: de tanto ver triunfar as nulidades... Faz tempo né? Mas não devemos desistir nunca. A corrupção existirá sempre. A lava jato poderá amenizar um pouco. Mas por pouco tempo. não se entusiasme tanto .Grande abraço

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Comemoramos hoje - 30.04

  • Dia de São Pio V
  • Dia do Ferroviário
  • Dia Nacional da Mulher
  • Aniversário da Rádio Guaíba AM (1957)