Últimas notícias

Comentários

RSS
01.12.2017 | Opinião

Das Leben der Anderen

O ator Friedrich Hans Ulrich Mühe interpretando o agente da Stasi, o Capitão Gerd Wiesler

O dia 30 de novembro é muito significativo para mim. Foi no domingo dia 30 de novembro de 2008 que foi ao ar meu primeiro Programa PontoNET, que hoje se chama Programa Ricardo Orlandini.net.

Na estreia, ainda no Canal 20 da NET em Porto Alegre, nosso primeiro programa apresentou um compacto do 26º Top de Marketing da ADVB, gravado no Teatro do Bourbon Country em Porto Alegre RS.

O PontoNET era, e é, com o novo nome de Programa Ricardo Orlandini.net, um programa de entrevistas e bate-papos descontraídos que vai ao ar todas as terças quintas-feiras às 23h30 na TVU, A Nova  TV dos Gaúchos, Canal 11 da Net e 55 UHF de Porto Alegre. O programa é transmitido on-line pelo TVUPLAY em http://tvurbana.tv.br/tvuplay/ e pelo Facebook Live em https://www.facebook.com/tvuplay/, ficando à disposição no meu Canal do YouTube em www.youtube.com/c/RicardoOrlandini

Muita gente interessante já passou pelo nosso programa que ainda reserva uma agenda com excelentes convidados e eventos.

Mas vamos em frente, ainda sobre o dia 30 de novembro., mesmo hoje já sendo dia 1º de dezembro.

Quem me conhece sabe que gosto muito de história, tanto é verdade que aqui no meu site tenho uma seção intitulada ‘Hoje na História’.

Outra paixão que tenho é o cinema, algo que não me dedico muito em meu site, mas que acabo dando algumas pinceladas ligando a fatos históricos.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial e o delírio nazista de Adolf Hitler e seus seguidores, a Alemanha acabou “partilhada” entre as potências que a venceram. Esta divisão deu origem a duas “Alemanhas”.

O setor soviético transformou-se na República Democrática Alemã (RDA), que democracia só tinha em seu nome, enquanto que a junção dos outros três setores (norte-americano, britânico e francês) formaram a República Federal da Alemanha (RFA), ou Alemanha Ocidental.

Nesta época também surgia a “Guerra Fria” (Cold War), período histórico de disputas estratégicas e conflitos indiretos entre os Estados Unidos da América (EUA) e a então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Isto ocorreu entre o final da Segunda Guerra Mundial (1945) até a extinção da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, a URSS (1991).

Quase exatamente quatro meses depois da fundação da República Democrática Alemã, os deputados da chamada “Câmara Popular Provisória” aprovaram unanimemente o item 4 da pauta de trabalhos do dia 8 de fevereiro de 1950.

Tratava-se de uma lei que previa a criação de um novo ministério, o Ministério de Segurança do Estado, chamado de Stasi (abreviatura de Staatssicherheit – segurança do Estado).

Nascia aí uma das mais ferozes forças repressoras do mundo, que deixa sequelas até hoje.

Para o regime no poder na Alemanha de então, pós-nazismo e Gestapo, o povo inteiro deveria ser transformado numa coletividade homogênea, e aqueles que resistissem seriam classificados de inimigos da sociedade e do Estado. Um plano de realização impossível, como demonstrariam finalmente os acontecimentos do outono de 1989 quando da queda do “Muro de Berlim”.

Um pouco da história da Stasi é contada no excepcional filme “Das Leben der Anderen” (A Vida dos Outros / The Lives of Others), do roteirista e diretor alemão “Florian Maria Georg Christian Graf Henckel von Donnersmarck”. A película ganhou o “Oscar 2007” de “Melhor Filme Estrangeiro” e outros 42 prêmios.

Com ‘A Vida dos Outros’, Henckel von Donnersmarck tornou-se o terceiro cineasta alemão a receber o Oscar de melhor filme estrangeiro.

O custo de produção deste filme foi de apenas dois milhões de dólares, mas obteve um lucro mundial de mais de 77 milhões.

Em 2009, a revista norte-americana National Review nomeou “Das Leben der Anderen” como o melhor filme dos últimos 25 anos.

Foram sete “Estatuetas Lola” do “Deutscher Filmpreis” (prêmio alemão de cinema), incluindo melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro, melhor ator e melhor ator coadjuvante, além de ter estabelecido um novo recorde com 11 nomeações.

O filme foi lançado na Alemanha em 23 de março de 2006, nos Estados Unidos em 9 de fevereiro de 2007 e no Brasil chegava aos cinemas em 30 de novembro de 2007, há 10 anos.

Vi e revi várias vezes o filme que retrata um terrível momento da história onde um ministro da Alemanha Oriental ordena que o maior dramaturgo do país seja vigiado, apesar de nada haver contra ele.

Vale a pena conferir o premiadíssimo “A Vida dos Outros” que é facilmente encontrado em qualquer locadora.


Tags: A vida dos outros, Stasi, cinema, Oscar, Das Leben der Anderen, The Lives of Others, PontoNET






Opinião do internauta

  • Luiz Francisco Schmidt (01.12.2017 | 12.27)
    Parabéns pelo aniversário do programa! Tive o prazer de participar em duas ocasiões e acho formidável o formato. Aliás, o saudoso Terceiro Milênio, na Pampa, também era muito bom!

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Comemoramos hoje - 17.01

  • Dia da Penitência
  • Dia de Santa Margarida