Últimas notícias

Comentários

RSS
28.02.2018 | Opinião

O dia de São Nunca

O dia de São Nunca - O dia em que os porcos voam

Todos sabemos que fevereiro é um mês com 28 ou 29 dias; correto? Bem, nem sempre foi assim. Por três vezes na história houve períodos em que existiu a data “30 de Fevereiro”.

Esse dia, por não existir, é também chamado de dia de São Nunca, um santo evidentemente fictício representando que esse dia nunca vai chegar. Em alguma culturas chaman de "O dia em que os porcos voam" (when pigs fly), ou até, "O dia em que as vacas (ou bois) voam", uma alusão a algo que é impossível de acontecer.

Mas vamos à história.

O calendário gregoriano tem origem europeia, sendo utilizado oficialmente pela maioria dos países do mundo. Foi promulgado pelo Papa Gregório XIII (1502-1585) em 24 de fevereiro do ano 1582 em substituição do calendário juliano implantado pelo líder romano Júlio César (100 a.C.- 44 a.C.) em 46 a.C.

Como convenção e por praticidade o calendário gregoriano é adotado para demarcar o ano civil no mundo inteiro, facilitando o relacionamento entre as nações. Essa unificação decorre do fato de a Europa ter, historicamente, exportado seus padrões para o resto do globo.

O Papa Gregório XIII reuniu um grupo especialistas para corrigir o calendário juliano. O objetivo da mudança era fazer regressar o equinócio da primavera para o dia 21 de março e desfazer o erro de 10 dias existente na época. Após cinco anos de estudos, foi promulgada a bula papal Inter Gravissimas.

A bula pontifícia também determinava regras para impressão dos calendários, com o objetivo que eles fossem mantidos íntegros e livres de falhas ou erros.

Oficialmente o primeiro dia deste novo calendário foi 15 de outubro de 1582, fez com que quinta-feira, 4 de outubro de 1582 seria imediatamente seguido de sexta-feira 15 de outubro para compensar a diferença acumulada ao longo de séculos entre o calendário juliano e as efemérides astronômicas.

Mas o calendário gregoriano não foi prontamente seguido por todos os países. Em novembro de 1699, quando a Suécia (em cujo reino se incluía na época a Finlândia) planejou mudar do calendário juliano para o gregoriano, havia uma diferença de 11 dias entre eles. O planejado seria omitir o dia extra dos anos bissextos entre 1700 e 1740.

Assim a mudança seria gradual, mas não foi seguida após seu primeiro ano de implantação. Desta forma, 1700 não foi bissexto na Suécia, mas 1704 e 1708 sim, contrariando o plano inicial.

Com isto, o calendário sueco ficou um dia à frente do calendário juliano, mas ainda dez atrás do gregoriano. Assim, em 1711 os suecos resolveram abandonar o sistema, já que o calendário por eles adotado não tinha correspondentes em qualquer outro país, criando assim uma enorme confusão.

Portanto 1712 foi bissexto e ainda incluiu um dia a mais, o 30 de fevereiro para voltar a ter sincronia com o calendário juliano. A mudança sueca para o calendário gregoriano foi finalmente realizada em 1753, com a exclusão de 11 dias, onde 17 de fevereiro daquele ano foi seguido por 1° de março.

Já no século XX, em 1929, a extinta União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) introduziu um calendário revolucionário no qual todos os meses tinham 30 dias e os outros 5 ou 6 dias eram feriados não pertencentes a meses. Em 1930 e 1931, houve, portanto, um dia 30 de fevereiro, mas em 1932 os meses voltaram ao sistema tradicional.

Vejam só a confusão que os comunistas conseguiram fazer.

Assim sendo, o DIA DE SÃO NUNCA, pelo que prova a história, realmente existiu.

Agora só falta alguém conseguir provar que porcos e vacas voam.

O espaço está aqui disponível.


Tags: calendário, 29 de fevereiro, 30 de fevereiro, fevereiro, bissexto, quando os porcos voam






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Comemoramos hoje - 23.09

  • Dia de São Lino
  • Dia do Anjo Mikael
  • Dia do Soldador
  • Dia Interamericano de Limpeza e Cidadania
  • Início da Primavera